segunda-feira, 22 de junho de 2009

Dois personagens. Um no Brasil e outro nos EUA.


Conheci pessoalmente um deles, e o outro o conheço apenas pelos noticiários.
O primeiro era pobre. O segundo era rico. Os dois tinham um objetivo. Não era o mesmo.

O primeiro personagem, vivia em uma favela no estado do Rio de Janeiro, no bairro conhecido como Vilar dos Teles, residia acima de uma caminhada difícil, e quando chovia, não era mais difícil, era impossível, descer ou subir a ladeira de barro.

O seu nome, era Maria, não consigo me recordar o seu sobrenome, mas marcou em minha vida, o seu desejo em ir morar no céu, com o Senhor Jesus Cristo.

Orava, intercedia por vários irmãos, que não sabiam o que fazer em muitos momentos de suas vidas, e ali estava, a agora saudosa irmã Maria. Sempre sorridente, agradecendo a Deus pela salvação e testemunhava, na tentativa de prestar socorro, com suas orações à tantos necessitados de um socorro espiritual.

Eu a vi dando do seu dinheiro, pouco dinheiro, para um irmão que não tinha a passagem de volta para a sua casa, e Deus a usou em profecia, informando que em poucos dias, estaria abrindo uma porta de trabalho. Abriu! Poucos meses depois ao voltar com presentes e informar o que Deus fez, aconteceu outra profecia – de Deus – com a informação, que o seu salário seria duplicado em 2 semanas. Aconteceu! O salário foi duplicado.

Não tenho dúvidas do ocorrido, e não duvido nem um pouco. Este era eu.

Talvez muitos, não se recordem do seu sobrenome, mas, com certeza, não esquecem que ali estava uma mulher de Deus. Não queria ser pastora, nem bispa e, muito menos, creio, aceitaria o título de apóstola. Era somente serva, daquelas que não se consegue esquecer. As suas paredes eram de cortinas, que dividiam os espaços da casa.

Hoje, ela está em um local preparado por Deus. Local em que não há, a preocupação com a traça, e muito menos com a ferrugem. Era o seu desejo, e a vontade de Deus, tê-la junto a si. A recolheu antes do nosso tempo. Era o seu tempo. O tempo de Deus, porque já havia uma morada especial à sua espera.

Saudades ficaram, o barraco ficou, a saudade ficou. Ela se foi. E está em boas mãos!

O segundo personagem, não o conheci pessoalmente, mas muitos do que perderam os seus investimentos, não somente o conheceram, como sentem ódio, desprezo, impotência em como proceder, para recuperar os seus investimentos, milhões de dólares, confiados a este ser humano, conhecido como Mr. Bernie Madoff, poderoso bilionário, "ex-Chairman" da famosa NASDAQ - Mercado de Ações, possuidor de aviões, mansões em várias partes do mundo, limusines, coleção de automóveis, obras de artes, muitas jóias e...um coração sem o temor a Deus.

Este, não conhecia o que a irmã Maria conheceu, e muito menos, possue a noção do que ela está sentindo diante de Deus.

Hoje, a irmã Maria possue a liberdade, foi conhecida como uma serva de Deus, e o segundo personagem possui a prisão perpétua, bem pequena, sem espaço, e a possibilidade de estar ao Sol, ao menos três vezes por semana. Enquanto que ela, a irmã Maria, está diante da verdadeira Luz, e não precisa mais de Sol, porque o Senhor é a sua Luz.

Hoje, Mr. Bernie Madoff, é conhecido como o Rei do Fraude, e já foi conduzido à prisão, o que permanecerá até o último dia da sua vida, porque já não possui mais nada e nada lhe pertence, a não ser o horário para acordar e dormir, bem como, seu almoço e jantar, na mesma hora de sempre e sem nenhum custo.

A lembrança do seu nome, causa arrepios e tristeza profunda em quem acreditou nele. E o seu nome, será lembrado como o que não se preocupou em deixar uma marca. Uma boa marca. A marca que a irmã Maria deixou, e gravada, bem gravada, nos corações dos muitos servos de Deus.

A oportunidade, não é mais necessária à irmã Maria, que a bem aproveitou, e ganhou com sua dedicação a Vida Eterna. Mas, para Mr. Bernie Madoff, por incrível que pareça, é difícil acreditar, e muito menos por quem perdeu, todas as suas poupanças e investimentos de milhões, que ele, o segundo personagem, possa ter, pelo menos, a possibilidade de vir a morar nas moradas preparadas por Deus.

A sua vida será de preso, até a morte, e somente estará livre, enquanto viver, para uma oportunidade, e esta de valor incalculavel, para a mente humana, e além das riquezas que estavam em seu poder.

Mr. Madoff pode escolher, ainda há tempo, para reconhecer, o nosso Senhor Jesus Cristo, como Salvador.

Enquanto houver vida, há esperança conforme está escrito para os crentes no Livro de São João 14:1.2:

“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar.”

Mr. Madoff, precisa aceitar ao Senhor Jesus Cristo, para entender esta passagem bíblica, exatamente o que muitos líderes evangélicos, ainda não entenderam em suas vidas, na busca frenética por um tesouro na terra, e não nos céus.

Qual dos personagens você gostaria de ser? O primeiro ou o segundo?

pr. Newton Carpintero

7 comentários:

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

essa é a verdadeira crente pentecostal!

não posso aceitar tantos doutores da lei dizendo que isso não acontece em nossos dias.

muito bom pr.Newton isso é que é testemunho!

"Mais recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós e ser-me-eis testemunhas... e até os confins da terra" Atos 1.8

Marcello de Oliveira disse...

SHALOM!

1. Amado Pr Newton, essas palavras que encantam os olhos, aquecem o coração, e ENRIQUECEM nossa ALMA, é um exemplo claro, que aquilo que SOMOS, é 1 trilhão de vez maior do que aquilo que TEMOS.

2. Grato por este texto que fala diretamento a nossa alma. Que sigamos o exemplo dessa mulher agraciada - irmã Maria!

Já dizia o sábio Salomão:

"Há alguns que se fazem de ricos, e não têm coisa nenhuma, e outros que se fazem de pobres e têm muitas riquezas". Pv 13.7

Em Cristo, Pr Marcello de Oliveira

Laguardia disse...

Prezados amigos
Há muito venho lendo e vendo o que tem acontecido no Brasil com relação aos nossos políticos. Não passa um dia sem que haja uma denuncia de atos de corrupção, falta de ética, e imoralidade por parte de nossos governantes.
O Presidente Lula recentemente em defesa do Senador José Sarney definiu que no Brasil existem dois tipos de cidadãos. Aqueles para os quais não existe lei ou Constituição e os demais que estão submetidos aos rigores da lei.
Aqueles que sofrem nas filas do SUS, ficando internados em macas nos corredores dos hospitais e aqueles que se tratam nos melhores hospitais do país com a melhor equipe médica. Em ambos os casos o contribuinte paga.
É chegada a hora de parar de reclamar e partir para a ação antes que seja tarde demais.
Minha proposta e que comecemos em conjunto a pensar numa ação coordenada para o dia 7 de setembro de 2009. É o dia em que comemoramos a independência de nossa pátria, a libertação de nosso povo. Não há momento melhor do que este para um protesto contra a pouca vergonha, os desmandos do governo e o fato de que pouco a pouco estamos perdendo nossa liberdade e democracia.
Sugestões para o email laguardia,luizf@gmail.com

Tânia Regina disse...

Paz Pr.Newton Carpintero!

Que lindo testemunho,
como me emocionei
lendo essas palavras, são essas "irmãs Marias"que com muito amor, zelo e humildade "sustentam" a Obra de Deus,com suas orações e lágrimas, pois seus joelhos ficam escuros, de tanto dobrarem em orações diante de Deus, em clamor por toda a Igreja,joelhos que sustentam as Igrejas em oração.
Creio que esta hora ela está recebendo a sua merecida recompensa, e fazendo parte de um lindo coral celestial.
Que Deus o abençoe

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro pr. Newton Carpintero,

A Paz do Senhor!

Seu texto não é simplesmente excelente, muito mais do que isso, nos leva a uma reflexão dos valores reais de uma verdadeira da vida cristã.

Deus continue usando sua vida, como uma voz profética para nossa geração.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

estudosgospel disse...

Prezado Pr. Newton, é com alegria que lhe respondo que buscar primeiramente o Reino dos Céus é o meu objetivo. Disse Jesus, certa vez aos seus discípulos, que aquele que quizer seguir-lhe, deveria negar-se a si mesmo, tomar a sua cruz e depois sim, seguí-lo. Estou me esforçando para isso. Minha prioridade é fazer a vontade de Deus; sei que por isso terei uma recompensa, se Deus quer me recompensar ainda na terra, tudo bem, se não, Ele sabe o que é melhor para nós. Que Deus seja convosco.

Cleonice Luiza Moreira de Sá disse...

gostei mmuito desse post,o texto não só nos emociona como também nos leva a uma profunda reflexão!!!

que Deus continue te abençoando grandemente.