sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Pastor com cheiro de ovelhas. Ovelhas de Cristo!

O que a Igreja necessita de verdade? Pastores com cheiro de ovelhas é a resposta mais adequada.

Dízimos, ofertas, prosperidade com um mundo melhor, mais rico e sem enfermidades. Cada vez mais com novos títulos, para os diversos cultos em cada dia da semana, produzidos pelo desejo em atrair mais ovelhas ao seu pasto.

Grandes, gigantescos, pequenos ou minúsculos eventos, como festas e mais festas, com cantores e cantoras, artistas de diversas áreas do cinema e televisão, que se convertem, e por loucura de alguns líderes, os consagram imediatamente aos cargos bíblicos, mas sem a orientação contida na Bíblia.

Vários artistas evangélicos, sentem o chamado “impulso de Deus”, para lançarem os seus CD’s nos Estados Unidos da América. Desejam ganhar sua especial fama nos EUA. Se transformou em mania. [E para cada um deles, uma boa propaganda, dizer: Fui convidado ou convidada, para cantar nos EUA. Mesmo que a unção não exista, e as letras de suas músicas sejam sem nenhum interesse real na adoração a Deus. Ou seja um simples “Show evangélico”com cheiro de egocêntrismo. Que pena!!!

Os preços de seus CD’s, normalmente, são bem superiores ao valor adequado para a igreja. Querem reunir lucros imensuráveis ao seu negócio. Vergonha! Esta é a receita de muitos para uma riqueza fácil, e produzida pelo interesse somente financeiro. Onde está a unção do Espírito e a beleza da letra na sua adoração? Hoje é comum a valorização de muitos “artistas” que não vivem uma vida reta perante Deus.

A solução para os problemas é o assunto principal, na maioria das igrejas, enquanto a Bíblia, promete perseguição, principalmente, aos que forem contra a mentira.

Muitos, dentro da igreja, dizem ou pensam, ou têm vergonha de falar que praticam a mentira branca, a mentira quebra-galho, ou a mentira para resolver certos probleminhas. Aí está a grande armadilha. Toda a mentira, garante a qualquer um: o título não tão nobre, de ser chamado filho do diabo. Pois, ele é o pai da mentira. E nele, o diabo, não há verdade.

Neste momento exato, o Senhor nosso Deus nos alerta sobre os últimos tempos e a falta de fé, o mundo não necessita de novos apóstolos(?), bispos(?), e pastoras(?), que surgiram à pouco tempo, como novidade nesta última geração. Mas, de valentes pastores de ovelhas e mulheres de Deus, sem a necessidade do título exigido ou elaborado por alguns.

Há pouco tempo, não havia tantos títulos disponíveis. E nem pastoras em profusão. Deus mudou?

Novos tempos. Tempos modernos. Onde está o pastor com cheiro de ovelhas, e não com o cheiro de sua coleção de perfumes em suas atitudes Hollywoodianas.

Os pastores, de hoje, querem ser empresários do evangelho em suas suntuosas mansões e magníficos automóveis, e alguns, até mesmo com seguranças para protegerem a sua vida, ou com suas coleções de ternos de acordo com cada moda. Relógios em coleção exagerada e caríssimos, fazem par com a quantidade de gravatas além da necessidade. E muita fé, bastante fé, exagerada fé, na fé das ovelhas.

Que Deus levante homens de valor, com cheiro de ovelhas e com verdadeiro amor ao evangelho.

O menor. Um Tradicional Pentecostal. Um pentecostal Tradicional.

3 comentários:

Agrega Blogospel disse...

Muito bom!

Parabéns pelo Blog. Deus ti abençoe.
Convido a participar do mais novo Agregador Blogospel, onde reunimos blogs evangélicos, com os melhores conteúdos gospel e relevantes para o povo de Deus.
Aumente o tráfego do seu blog e EDIFIQUE MAIS VIDAS!
Não precisa cadastrar, é rápido e prático! Apenas seja parceiro colocando nosso banner na sua página e pronto, já pode enviar seus links.
Acesse e conheça: http://semeandojesuscristo.blogspot.com.br
Sua parceria é muito importante.
Juntos crescemos mais!
Graça e paz!

Pbsena disse...

Estou por ter encontrado seu artigo. Eu também falo sua língua, leio sua cartilha.
Recentemente fiz um artigo para expressar a real situação de nossos pastores que estão mergulhados até as orelhas na política.

Celita disse...

Amado amigo, gostei deste artigo e concordo plenamente. Creio que algumas igrejas dispensam a liturgia para viverem num intenso "obaoba"; festividades demais. Aniversários e homenagens demais. Fui convidada há dois anos atrás para ir a um estado pregar ( já havia ido outras vezes e o Senhor abençoou maravilhosamente). Comprei a passagem USA para o Rio e os tickets do Rio àquele estado( para mim é mais um casal de pastores). O trabalho de evangelismo foi cancelado duas semanas antes porque alegaram muitos eventos e festas para aquelas datas. Meu irmão pastor Janio Roberto da Matta Louback, muito usado por Deus ,havia me dito que o Senhor lhe dissera que Ele me usaria com muito poder em uma cidade que Ele me levaria . Com o cancelamento do programa original fomos guiados a ficar em Vitória . La no hotel conheci o Richard que nos convidou para pregar na sua igreja. A mesma estava lotada! A presença de Deus encheu nossos corações e trouxe o povo em pranto.
Um grande despertamento, salvação, renovação. Enfim, quando fazemos o que Deus nos manda.Quando somos enviados e não nos acovardado e damos lugar ao Espírito Santo, Ele usa seus servos, dá unção e seu nome é glorificado. O poder é usado para a glória de Deus e não a nossa. Somos humildes servos mas o Senhor usar com ousadia porque " nele nos vivemos, e nos movemos, e existimos ...".
O Senhor não para de nos usar se tudo que desejamos é servi-lo e somos rendidos completamente para sua honra e glória.