sexta-feira, 27 de abril de 2012

Carta aberta ao Sr. Eduardo Paes. Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro.

Ao Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, Senhor Eduardo Paes.

Sinto vergonha da sua participação e aprovação, a esta imoral campanha elaborada pela Riotur, em abono a permissividade, a pouca vergonha, ao desrespeito, a irresponsabilidade, a covardia, ao seu nenhum senso e respeito ao futuro da família, a sua capacidade em consentir, e sem consultar, decentemente com decencia, aos que poderiam sufocar os seus desejos imorais, já demonstrados, e sem escrúpulos, mediante a autoridade concedida pelos seus eleitores, que acreditaram, através dos seus votos.

Creio que por inocencia, permutaram a concessão e os direitos para a realização coerente e justa de um governo desejado, e  não permitir-lhe que atuasse de forma danina, nesta escavação desastrosa e imoral a moral do povo do Rio de Janeiro, com a propaganda que protege e defende a homossexualidade, em uma campanha vergonhosa, para a desestabilização social e moral.

O seu mandato detona fielmente à desagregação farta, e dirigida pela hipócrita satisfação à promiscuidade, através da sua autoridade.

Através da sua autoridade, é assinado um tratado com o diabo e a Riotur,  e lhe é concedido, se sombras de dúvidas, a incerteza ao futuro desta cidade.

Através da sua assinatura, entrega-se o Rio de Janeiro ao sentido gemeo e comum às conhecidas cidades de Sodoma e Gomorra. Assinaste a destruição e a falta de zelo pelos seus votantes.

Lembre-se, entregaste o teu futuro ao príncipe deste mundo. Quer queira quer não!

Excelencia, acabaste de zombar de Deus. É seu o direito exercido através do livre arbítrio. E dele - o diabo - cobrar-lhe seus direitos como príncipe deste mundo. Esqueceste de Deus!  

Entenda que a sua vida está diante de Deus, quer queira, quer não, abraçado a sua responsabilidade. O que lhe garante a herança em um próximo futuro, no banco dos que não terão a benevolência das mãos humanas, e sim, o julgamento do próprio Deus, que o verificará, no exato momento em que o arrependimento e a consciência culpada, não mais permitirão, o  tempo de reconciliar-se, e somente encontrarás o que Judas Iscariotes encontrou pelos remorsos: uma corda!

A Riotur colocou uma corda em seu pescoço e na de todos os pastores que o apoiam. Certamente, estes pastores, não lembram mais de Deus. Estão em outro caminho. Caminho de destruição.

A impureza demonstrada no vídeo da Riotur, com a demonstração explícita, no blog do pastor Geremias do Couto, denota o quão o seu governo é asqueroso, maldoso, reluzente pelas chamas do inferno, miserável e desastroso. Sinta ao menos o pudor diante da sua família!

Ainda é possível que te arrependas, desta sua mutante ameaça, aos da população desta cidade, antes maravilhosa e cantada em prosas e versos. Hoje, segue com um manto de rios e riachos contaminados, não somente pela sujeira mal tratada , mas pelos rios de mentiras e enganos engasgados pela irresponsável atuação de outros anteriores governos, que promoveram a insensibilidade, com a mesma capacidade em desmantelar, a cada dia, o que já se tornou insuportável e repleto de caixas de votos chamado de favelas. Local de engano político e de misericórdia em vésperas de votação e interesses pelos candidatos.

O povo é enganado com melhorias às favelas e inocentemente, é surrupiado pelas ofertas banais de melhor condição de vida. O povo precisa de um despertador!

Infelizmente encontramos uma liderança deplorável, em várias igrejas que esbanjam a arrecadação dos valores dos trabalhadores suados, pelas viagens em trens lotados e de portas abertas, ou pelos que tentam entrar em um onibus, no momento conhecido como "rush hour", em uma viagem de pé, sem o mínimo de conforto, ou muitas das vezes, por uma caminhada longa, permitida, pela falta do dinheiro necessário para o pagamento de uma passagem, não permitindo o tempo necessário ao descanso mínimo.

Sem condições de respirar ou raciocinar devidamente, seguem como um gado empurrado pelos seus ao lado.

O voto merece mais respeito. O voto é a permissão para se proceder com responsabilidade. Não agradando a todos como desejas, mas para realizar com equlibrio o avanço do respeito e da segurança.

Ainda há tempo. Recue, fuja, corra, se desespere. O Senhor Deus, Criador dos Céus e da Terra, acredite ou não, o tem posto na balança,  E contigo, muitos dos pastores que não se envergonham desta proposta da Riotur.

Vigiar e orar!

O menor de todos os menores. Um Tradicional Pentecostal.

5 comentários:

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Paulo Machado,

A paz amado!

Por descuido e pela nova configuração do blog, acabei deletando o seu comentário. Gostaria de tê-lo aqui como arquivo, se puder envie-o de novo.

Grato, perdão e paz!

O Senhor seja contigo,

O menor

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Ainda que de longe um verdadeiro profeta não deve e não pode se calar.

Deus é contigo!

Pb Fernando disse...

Querido Pr. Newton seja firme! Deus é contigo!

Que Deus te abençoe!

JCavalheiro disse...

A Paz do Senhor Pr. Newton!

Parabéns por esta postagem! Excelente alerta para o "evangelho estranho" que vem sendo pregado por um grande número de pregadores. Graças a Deus que ainda existem homens de coragem que não temem as consequências de seu ato de ousadia.
Tomei a liberdade e usei seu vídeo em postagem minha. Antecipadamente agradeço pela vossa compreensão.
Abraços do amigo e irmão em Cristo...
Pr. João Q. Cavalheiro

Ademir de Souza disse...

http://www.cifraclub.com.br/ademir-de-souza/senhor-prefeito/