domingo, 16 de maio de 2010

João Batista estava ERRADO! Repetido.

Se ele vivesse hoje, nestes loucos anos de após 2000 DC, seria ele um necessitado em aprender a evangelizar?

Na visão profunda dos atuais: bispos e bispas, apóstolos e apóstolas, profetas e profetizas, bem como, os Doutores em Arcanjos, Serafins, Demoniologia, Divindade, Psicologia, Arqueologia, Sociologia e várias "gias", pode-se acreditar, que é possível uma extrema “necessidade de Deus”, com estes títulos?

Será que existe esta necessidade?

Será para “melhor resultado”? a quantidade de pastoras que surgem como pipoca em todas as denominações? e antes do arrebatamento da Igreja de Jesus Cristo, a Santa Noiva Eleita?

- Creio que não!

Visite no blog do Pastor Ciro: cirozibordi.blogspot.com e você poderá ler uma grande explicação sobre o posicionamento da mulher no seio da igreja:

O que a Bíblia diz (ou não diz) sobre o chamado ministério pastoral feminino

A coincidência ou o aumento destas posições, é o resultado do enfraquecimento da igreja e de seus líderes, na escolha de Ministérios de Família, ou de seus adjuntos interessados em agradá-los em tudo e por tudo?

- Creio que sim!

Ele, João Batista, seria nada em evangelismo, se o compararmos aos grandes "gênios" da atualidade. João Batista, deveria aprender, com os profissionais de evangelismo, os vários ritmos que imitam as músicas ou canções atuais no Mundo, para se fazer entender?

- Creio que não!

Ele, João Batista, deveria aprender, com alguns pregadores, a contar algumas piadas ou anedotas, fazer muito charme, provocar com bastante artimanha, e um sorriso constante da platéia, e se possível, com luzes coloridas e grandes efeitos visuais?

- Creio que não!

João Batista, deveria ter deixado de lado a sua alimentação, provida de gafanhotos ou mel silvestre, ou quiçá, deveria ter utilizado grandes quantidades de fumaça e efeitos especiais, para embelezar e criar arrepios na multidão. Assim, poderia provocar as massas em seus sentimentos e evangelizar com mais entusiasmo?

- Creio que não!

Treinar muito bem a sua voz, para poder pronunciar com maior envergadura:

- Raças de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?

Ele, João Batista, deveria utilizar a sua melhor gravata, e de preferência com o seu melhor terno, se possível o mais atual, e a garantia de ter sido assinado ou autografado por um excelente alfaiate, ou utilizado camisas com as mangas um pouco mais curtas, assim pois, apareceria o seu relógio de marca e muito caro.

- Creio que não!

Ele, João Batista, sentiria vergonha da preocupação dos líderes atuais, em provocar o otimismo, sem entender o que significa a palavra Fé, e esquecê-la na sua importante atuação "palcocêntrista"?

- Creio que sim!

Fé, não é apenas resultado de otimismo, sim, resultado da convicção total, em se crer no impossível de Deus, e nas respostas espirituais aos corações dependentes e correspondentes ao serviço de Deus. Ser testemunho vivo.
- Creio que sim!

O otimismo, propõe à todos, os valores completamente humanos, afastando radicalmente a teologia ou a metafísica.

Ele, João Batista, não era positivista, como muitos pastores. E sim, era apenas credor da dedicação à Verdade, e a proclamação das Boas Novas.

- Creio que sim!

Como credores do amor, devemos praticar o bem, e produzir uma vida condizente com a Palavra de Deus, com o viver em testemunho a cada momento de nossas vidas.

- Creio que sim!

Maranata! Sim! Sim! Sim!

O menor de todos.

4 comentários:

O Pastor disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cleverson disse...

Pastor Newton, como sempre mais uma bela exposição de como deveria ser um homen de Deus.
* Este homen de Deus perdeu a sua cabeça que valia a metade de um reino.
* Ele era primo de Jesus, porem em um momento de aflição solicitou que seus discipulos chegassem a Cristo e perguntasse se ele era o Cristo ou deverian esperar outro?
* As limitações de João Batista lineavan os sentimentos mais sinceros de um servo de Deus que andava com temor e tremor na autoridade a ele dada por Cristo e quando perguntaram para ele do Messias ele disse que não era digno de desatar as alparcas de seus pés.
* Hoje eu vejo Pseudos joaos que se entitulan profetas e sai dando as profetadas. Dizendo Paz! Paz! quando a situação esta iminenciando o fim, e se acham maiores que Cristo, se o Newton Carpinteiro, Paul Washer, David Wilkerson ...e outros grandes homens de Deus viessem para o Brasil eles diriam a mesma coisa
* Acredite Pastor Newton, se hoje João Batista fosse pregar, quem arrancaria a cabeça dele seria os proprios Fariseus doutores das esquisitisses que chamam de manifestação do que nem sei.
* O Evangelho que Joao pregou é puro, simples e de muita valia. É a lampada para os pés, medula para os ossos e remédio para o Umbigo.
Amado Pastor Newton, estou orando para uma mundança radical em nossa Assembleia. E que seja rapido, pode demorar 21 dias, não mais que isso.

Que Deus o Abençoe.

Em Cristo,
Cleverson

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

João Batista: simples e eficiente (Sabedoria de Deus) = Salvação, Vida Eterna!

Pregadores Modernos: complexos e ineficientes (Sabedoria Humana) = Perdição, Morte Eterna!

Qual evangelho o homem tem escolhido?

O evangelho que não trata de arrependimento, pecado, perdição, necessidade da santificação e de separação do mundo e que tolera seus desejos egoístas e mundanos. Que lhes diga que é possível ser crente e continuar vivendo segundo a carne!

“Porque virá o tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concuspicências”

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezado pastor,

Não poderei manter o seu comentário apenas com o título pastor.

Por favor, informe o seu nome. Impossível aceitar este título sem o nome correto de quem o possue.

Eliminei o seu comentário e não poderei publicar outro que seja, a não ser que se identifique com nome e sobrenome. Penso que para um pastor é mais do que correto.

Grato pela compreensão.

Senhor seja contigo!

O menor de todos.