terça-feira, 28 de abril de 2009

Campanha Contra os Pastores Divorciados ! (03)


Por favor, verifique a matéria 01 e 02 sobre Divórcio. Este !ABUSO! deve ser eliminado de dentro das igrejas.

Diga !NÃO! aos pastores, que indescriminadamente, assumem os púlpitos, desafiando a Palavra de Deus e criando, facilidades para os demais, que desejam também o Divórcio, e aceitam assim, esta mesma posição.

Atenção! !NÃO! case-se, ou case-se até que a morte os separe.

E, se casar de novo, a Palavra de Deus, dá um respaldo aos que foram TRAÍDOS e !NÃO! à !INCOMPATIBILIDADE!.

Aquele que for o infiel, !NÃO! poderá mais, casar-se, e se casar, com quem, quer que seja, estará em !ADULTÉRIO!, e o que aceitar, casar-se com o infiel, será considerado também em !ADULTÉRIO!

Como remediar esta situação? Pergunte ao seu pastor, ele deverá ter, esta resposta na ponta da língua, como servo de Deus, ou enganá-lo para a eternidade. Ou seja para sempre!

!LEIA COM CUIDADO E EM MEDITAÇÃO! !NÃO HÁ DESCULPAS, HÁ SOMENTE INTERESSES NA BOCA DO HOMEM! ENQUANTO QUE, EM DEUS, HÁ A VERDADE!

Mateus 19:09: Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério.

!NÃO! !NÃO há perdão! Se o que for traído, não aceitar retornar ao Lar, !NÃO! há perdão!

É sério demais, e muitos pastores não assumem o correto, diante de Deus, com a igreja, por não aceitarem a perda dos dízimos, estes que deveriam ser distribuídos na obra de Deus, e não em compra de ternos suntuosos à cada moda. Coleções de ternos! Deus tenha Misericórdia desta hipocrisia! Eles sabem o que fazem!

Este espaço, é livre para críticas, pedidos de perdão, defesas e ataques, arrependimento, sugestões, ensinos, orientações, e o que for necessário para erradicar das igrejas, a falta de pregação sobre este tema, principalmente antes do namoro, noivado e casamento.

A igreja, precisa de servos, corajosos com a Verdade e a responsabilidade diante do povo. Portanto, é hora, já com atrazo, de arregaçar as mangas, esquecer o paletó e segurar firme o cajado!

Maranata! Ora vem Senhor Jesus!

pr. Newton Carpintero - Pronto para o arrebatamento. E, você?

12 comentários:

Anônimo disse...

Prº Newton.
A paz do Senhor Jesus Cristo.

Sou menbro do Ministério Assembléia de Deus de CB, Cujo presidente Prº Josias de Almeida e Silva e vice o Prº Carlos Alberto Silva. Concordo plenamente com suas observações referente o assunto pastores divorciados. Graças a Deus, sou casado há 22 anos com a mesma mulher. Tenho uma filha e uma neta. Meu filho já dorme no Senhor. Partiu recentemente aos 19 de idade.
Gostaria de saber o SEU PARECER sobre pessoas que ao aceitarem a fé em Jesus Cristo já chegam à igreja tendo suas vidas pregressas envolvidas com estas situações. Curioso é que em muitos casos e aqui por ética não quero citar ministérios, ocupam cargos em que passam por diversos escalões da igreja.
Pela minha formação eclesiástica 30 anos servindo ao Mestre Jesus não concordo com a separação de cristãos "nestas condições" para trabalhos na igreja. Más, não posso negar que isto é uma realidade nos nossos dias.


Favor dar seu parecer.

José Roberto Santana
End: z-rosan@hotmail.com

Que a graça do Senhor Jesus Cristo esteja sempre em seu coração.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Amado pastor e amigo Newton Carpintero,

Duro é esse discurso. Quem o pode ouvir?

Ciro Sanches Zibordi

Anderson disse...

Pastor, confesso que ainda tenho muitas dúvidas sobre o assunto.
De fato, há mencionada na Bíblia apenas uma exceção à regra da indissolubilidade do casamento.
Mas, e o caso de uma esposa que é constantemente violentada pelo marido, cuja vida é apenas sofrimento ao lado de um homem violento? Se ele não a trair ela não pode se separar? Terá que sofrer resignadamente por toda a sua vida? E se se divorciar, não poderá casar-se novamente?
Outro exemplo: se alguém se casar (por pressão da família, por exemplo) e depois descobrir que a vida em comum é insuportável com a pessoa que se casou (o que pode acontecer por vários motivos)?
Gostaria de saber sua opinião sobre esses casos.
www.gracasomente.blogspot.com

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

1. Amado Pr Newton, homem de Deus!

2. Gostaria de comentar mais sobre este tema, mas irei sintetizar este comentário com a magistral frase do principe dos pregadores - Charles H. Spurgeon:

"O pecado e o inferno estão casados, a não ser que o arrependimento anuncie o DIVÓRCIO".

Nesta frase acima, o DIVÓRCIO é: Exponencial.Essencial.Fundamental.

Agora no tocante a dissolução do casamento o DIVÓRCIO é triste, amargo, duro. Deve se pensar, pensar, repensar, orar, meditar, até chegar a este ponto culminante.

O Deus das Escrituras é de ALIANÇA, e não de separação!

Com temor e tremor, o companheiro

Pr Marcello de Oliveira

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado José Santana,

A Paz do Senhor!

Graças a Deus por seus olhos e coração abertos, e por entender a importância da manutenção do casamento e sabê-lo, importante diante de Deus.

Entendo a sua saudade, mesmo sabedor que o seu filho dorme no Senhor. O maravilhoso é que esta saudade, será apagada repentinamente do seu coração, e muito em breve, quando estivermos juntos com Ele, o Nosso Rei!

Acredito que o Senhor Jesus, não reconhece quais pecados, foram cometidos por quem o não conhecia.

Da mesma forma creio que, não haverá a possibilidade do mesmo, assumir o cargo de pastor no futuro, com a responsabilidade em ensinar aos solteiros, noivos, bem como, realizar casamentos com a benção de Deus e dizer: Até que a morte os separe!

Estes que aprovam estes cargos, são coniventes com esta vergonhosa e agressiva irresponsabilidade diante de Deus. Estes ministérios são falsos e mantenedores do crescimento sem base bíblica e bem açucarado. Falar em pecado é pecado!

Mais uma vez dou Graças a Deus pelos seus 30 anos servindo ao Mestre Jesus Cristo, e por não concordar com o erro em nosso meo.

Apenas, devo informá-lo, que será importante a sua plena decisão em Tocar a Trombeta em Sião, e que de nenhuma maneira, venha a temer aos que envergonham ao Evangelho de Cristo, e incomodar, incomodar e incomodar aos que tentam prevalecer com suas erradas decisões.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado pr. Marcello de Oliveira,

A Paz do Senhor! Amado de Deus!

Muita alegria, receber o seu comentário.

Por favor, o faça sempre. A casa é sua!

Oremos para que os pastores esqueçam ou ponham de lado os seus reluzentes ternos de marca e utilizem mais o seu CAJADO.

As ovelhas estão caminhando, em muitos dos casos, sem a devida orientação. E assim, muitas caem no abismo.

O Senhor seja contigo! Homem de Deus!

pr. Newton

Newton Carpintero, pr. disse...

Nosso pr. Ciro Zibordi,

A Paz do Senhor! Meu professor!

Quem o pode ouvir? Duro é esse discurso!

Graças a Deus por sua vida! Tenho contemplado os seus vídeos na Internet e com eles, aprendido muito.

O Senhor seja contigo! Amado de Deus!

pr. Newton

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Anderson,

A Paz do Senhor!

Dura esta sua questão! Misericórdia!

Muitos casamentos, desde o seu princípio, ou seja, no início do relacionamento, já experimentaram, muitos erros e tentativas de acertos. E, muita falta de vigilância, por não aceitar a orientação bíblica e pela falta de orientação nas pregaçoes esquecidas em muitos púlpitos.

Hoje, parte de muitos dos pastores, possuem como prioridade, a sua COLEÇÃO DE TERNOS E RELÓGIOS DE MARCAS famosas, e assim, escondem o mais importante:

O CAJADO DE PASTOR que deve possuir a marca da cruz!

A mulher ou o homem, que estiverem em um ambiente de violência e sofrimento, deverão, e sem outra alternativa, depositar a confiaça em Deus, e lutar em oração pelo seu casamento - assunto do interesse de Deus - e pela restituição da consideração de ambos em uma vida futura e temente ao Senhor.

A Bíblia é bem clara e objetiva, quando informa sobre o adultério no Livro de Mateus 05:32:

"Eu, porém, vos digo que qualquer que repudiar sua(seu) mulher (ou marido), A NÃO SER POR CAUSA DA PROSTITUIÇÃO, faz que ela(ele) cometa adultério, e qualquer que casar com a(o) repudiada(o) comete adultério."

Esta Palavra é dura, mas é de Deus, e vem de Deus. O homem não pode alterar esta situação pela sua própria vontade, e sim pela sua fé em Deus.

Observe, que no Livro de Gálatas 06:07, existe uma GRANDE ADVERTÊNCIA:

"Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará."

Podemos ir contra as definições de Deus, e aceitar as nossas? Claro que não. A primeira e a última palavra devem vir somente dEle!

Mantenha o contato. O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Prof. Israel Lima disse...

A Paz do Senhor!

O blog está muito legal!

Estou acompanhando o seu blog.

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado prof. Israel Lima,

A Paz do Senhor!

Grato pelo incentivo, e por sua vida na presença de Deus.

A casa é sua. Comente e dê sugestões, por favor!

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Marcelo D. Freitas disse...

A Paz do Senhor, Pastor!! Parabéns pelo seu Trabalho! Estou também nesta luta contra os Mercadores da Palavra e Falsificadores da Promessa de Deus.
Deus abençoe!

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Marcelo D. Freitas,

A Paz do Senhor!

Agradeço a seu incentivo, e o saber, ser o seu coração descobridor das enfermidades dos ministérios existentes na igreja, pelos falsificadores da Palavra.

O Senhor seja contigo, em sabedoria e conhecimento, e principalmente, completo do desejo em estar, como uma Trombeta de Deus!

pr. Newton