sexta-feira, 22 de março de 2013

Deus não quer nada do homem. Ele só quer tudo.

Não olhe para mim - eu era contra o livre-arbítrio.
Deus entregou em nossas mãos o livre-arbítrio. 

Verdade? 

O que significa exatamente o livre-arbítrio? O livre-arbítrio, significa a maneira prática e infalível de Deus, através da sua misericórdia e bondade, entregue aos homens, para que o reconhecessem como Deus, e conhecessem assim, o direito, como poder menor, em escolher a sua própria sorte:

Morte Eterna ou Vida Eterna.

Apesar de insistir através da entrega do seu Unigênito Filho Jesus Cristo, realizando o que para muitos, é incompreensível e para outros não passa de pura fantasia.

O valor do homem apesar de ser o equivalente a um verme ou uma pequena lombriga, recebeu a maravilhosa  condição em ser galardoado como filho de Deus, através da morte na cruz, de Jesus Cristo, o seu Filho Unigênito e o seu sangue precioso derramado no calvário.

Não há nenhuma condição financeira ou capacidade diante do homem para a compra da sua salvação. O mundo inteiro não teria valor em sua totalidade para pagar o preço pago no madeiro por Jesus Cristo.

Se o homem entendesse a formosura deste milagre, não iria para a igreja, somente para pedir e murmurar na maior parte do seu tempo. Não haveria a chance dos que vivem da pregação da prosperidade e as heresias teriam o seu espaço bem longe da igreja.

Este presente de Deus, significa que você poderá escolher seus desígnios, determinar a sua vontade, escolher o que comer, beber, vestir, cantar, escolher se realizará, o bem, ou o mal, se desejará atender ou não, as orientações de Deus, ou seja, você é verdadeiramente dono, da sua verdade ou da sua mentira.

Se você tentar pular do décimo andar de um edifício. Nada o impedirá. Se tentarem jogá-lo, Deus poderá impedir este ato involuntário à sua vontade, ou não. Tudo será para a honra e a glória dEle.

O crente deve se posicionar a cada dia ao acordar com a disposição de ser fiel a cada momento até a morte.

Existe uma condição para a salvação em sua vida. Você deve se arrepender e crer no evangelho. Deus não fará isto por você. A fé vem pelo ouvir, e ouvir a Palavra de Deus. Quando você entender o valor da salvação, descobrirá que a fé sem obras é morta e as obras sem fé de nada vale.

A condição para a salvação em Jesus Cristo é - mediante o livre-arbítrio - arrepender-se e crer no evangelho (Jo 3:16,36 - Mc 16:16 - At 3:19 - Rm 10:9,10 - Ap 22:17).

O Senhor está às portas!

O menor de todos os menores. Um Tradicional Pentecostal.

4 comentários:

Pr.Daniel S Acioli disse...

Meu caro Pr. Newton!

O Senhor está as portas?

Quando foi que o irmão escutou essa mensagem, que Cristo vem buscar um povo seu, zeloso e de boas obras!

Faz tempo, hein?

Pelo que estamos vendo, essa geração não sabe disso! (salvaguardando as devidas excessões)

Pois nos púlpitos só tem ministro da neuro-linguística e determinismo, o céu para muitos é aqui!

Maranata!

Vem Nosso Senhor!

Prof. Francivaldo Jacinto disse...

Infelizmente muitos estão longe do verdadeiro evangelho. O evangelho para alguns que estão com suas mentes cauterizadas pelo deus deste século tornou-se algo meramente humano e materialista. O evangelho da barganha. Deus tenha misericórdia de nós e que assim estejamos levando a verdadeira mensagem da cruz. Jesus está voltando e a mensagem de arrependimento precisa ser propagada.

Leia: escritosbiblicos.blogspot.com

Rebeca D'isaque disse...

Paz,Pastor,Newton!
Vc foi muito abençoado com o título do post,pastor...Excelente!
Que bom que DEUS nos escolheu,não é mesmo?!
Ele foi até onde estávamos e nos tomou para Si,mudou nossas vestes, e nos colocou assentando nos lugares celestiais....em Cristo!
Nossos ouvidos se abriu ao Seu falar.

DEUS te abençoe infinitamente!!!


Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Amigo pr. Daniel Acioli,

A paz amado!

A mensagem sobre o arrebatamento, tornou-se um milagre.

A prosperidade tornou-se um manancial de promessas que escondem a riqueza do evangelho.

A carne salta de alegria, nos cultos realizados nos dias de hoje, em que somente promovem um verdadeiro festival de promessas como passe de mágica para o paraíso na terra.

O Senhor seja contigo,

O menor.