domingo, 12 de agosto de 2012

Deus não ama você! Você ama a Deus?

É muito simples dizer: Deus não gosta de mim!

É muito difícil avaliarmos o quanto gostamos ou amamos a Deus. Muito difícil!

A maneira mais sensata de conhecermos o amor de Deus, será sempre através da sua Palavra e da sua inspiração.

Para recebermos a inspiração de Deus, devemos antes de tudo, entregar-nos a Deus, comos filhos que confiam plenamente em seu pai, principalmente, nos primeiros anos de vida, e sem a capacidade real de avaliação plena sobre o dom da vida.

Ao sentirmos o amor do Pai, conhecido por muitos, como do céu, podemos entender aos poucos, o seu cuidado e a sua definição, ao orientar-nos à segui-lo com zelo à sua Palavra.

Salmos 111:10: "O temor do Senhor é o príncipio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que cumprem os seus mandamentos; o seu louvor permanece para sempre."

A Palavra de Deus, deve ser a nossa bússola, por ser a plena orientação do Pai, diante dos desafios que nos afligem a cada dia em que carregamos a nossa própria cruz.

Lucas 9:23: "E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me."

A única maneira de reconhecermos a necessidade de amá-lo acima de tudo, e de todas as coisas, que nos cercam neste mundo, será quando entendermos o que nos edifica no livro de Deuteronomio 6:5, quando nos relata enfaticamente: "Amarás , pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças."

O mundo detesta o que provém de Deus!


Quando encontramos canais de televisão, de rádios e produtoras musicais, entregando-se de "CORPO E ALMA", às produções evangélicas, resultado de um mundo gospel, podemos afirmar que estes, entregaram-se a mamom e a baal.

Certamente, estão fora da Palavra de Deus, em seus interesses, bem aplicados ao príncipe deste mundo, conhecido por diabo.

Os que amam ao Senhor, detestam as ofertas que o mundo oferece, não porque não possuem sabor, e sim, porque desagradam a Deus, com os seus temperos fantasiados de felicidade em um engano, plenamente comprovado pelos que conhecessem de fato, o que nos alegra verdadeiramente o coração: A presença do seu Espírito Santo, em nossas vidas.

Quando amamos a Deus, descobrimos com mais intensidade o quanto ele nos ama. O quanto ele nos ama será sempre impossível avaliarmos quando Ele próprio em sua Palavra nos afirma no Livro de João 3:16:

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigènito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna." 

Vale a pena descobrir de verdade o quanto vale ser amado por Deus. E o quanto ele nos ama.

Maranata!

O menor de todos os menores. Um Tradcional Pentecostal.

6 comentários:

Anderson Cruz disse...

Pr. Newton, paz do Senhor Jesus!

Já faz bastante tempo hein, que não comento no seu blog.
Achei o texto muito bom e oportuno para o "momento" em que a igreja evangélica está vivendo.
É muito mais fácil compreender o amor de Deus por nós do que compreender se realmente amamos a Deus.
Quanto a "gospelização" o que o senhor disse é verdade.No entanto, não são apenas os "artistas gospel" que se entregaram a mamom, existe muitas pessoas de igrejas sérias, que não amam a Deus, é bem verdade que o mundo gospel está em ascensão, mas acho que não deveríamos se esquecer daqueles que se dizem e se comportam como "crentes", mas não o são.

Fica na paz!
Continue com os seus textos, pois são de suma importância para a vida de muitas pessoas.

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Anderson,

A paz amado!

Bom lê-lo novamente por aqui. Não esqueça deste lar. Risos....

Ore por minha vida. O Senhor seja contigo,

O menor dos teus irmãos em Cristo.

Fruto do Espírito disse...

Paz, Pr. Newton

Alguns cristãos pensam que amar a Deus é simplesmente dizer repetidamente que o ama.

Em João 14. 21 está escrito:
Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.

Assim nos ensinou o Senhor Jesus, pois ELe é o Amor de Deus em resgate da humanidade, e para nós nascidos de novo, Ele é a nossa própria vida.

Estamos unidos na mesma fé e no mesmo Espírito para proclamar e principalmente atalaiar... Enquanto aguardamos o Dia mais importante de nossas vidas, O ARREBATAMENTO!

Em Cristo,

***Lucy***

Samuel Borges disse...

Amado Pastor,

Há meses que o Sr. é amigo do meu blog. Perdoe-me!!! hoje tornei-me um amigo do seu blog/site.
Estou de férias com mais tempo para blogar e botar pendências em dia.

Grande abraço!

Marcelo Pessoa disse...

Paz do Senhor seu blog é muito bom e possui materias bem selecionadas. Aproveito e convido voce a nos visitar e se possivel nos seguir no http://luzevida123.blogspot.com.br/
Obrigado Deus continue te abençoando.

O MENOR DOS MENORES² disse...

Pastor Carpintero, visito pela primeira vez o seu blog, e vejo que é um homem que tem o objetivo em falar sempre a verdade doa a quem doer. Me identifiquei muito com o irmão.
Estou o seguindo, e convido a ver meu blog.

Deus te abençoe

O Menor dos Menores²