sábado, 30 de junho de 2012

Pastor com Cheiro de Ovelhas!

Dízimos, ofertas, prosperidade com um mundo melhor, mais rico e sem enfermidades.


Cada vez mais, novos títulos, para os diversos cultos em cada dia da semana, produzidos pelo desejo em atrair mais ovelhas ao seu pasto.

Grandes, gigantescos, pequenos ou minúsculos eventos, como festas e mais festas, com cantores e cantoras, artistas de diversas áreas do cinema e televisão, que se convertem, e por loucura de alguns líderes, os consagram imediatamente aos cargos bíblicos, mas sem a orientação contida na Bíblia.

Vários artistas sentem o “impulso de Deus”, para lançarem os seus CD’s nos Estados Unidos da América. 


Desejam ganhar sua especial fama nos EUA, pois, é boa propaganda dizer: Fui convidado ou convidada, para cantar nos EUA. Mesmo que a unção não exista, e as letras de suas músicas sejam sem nenhum interesse real na adoração a Deus. Ou seja um simples “Show evangélico”. Que pena!!!

Os preços de seus CD’s, normalmente são bem superiores ao valor adequado para a igreja. Querem reunir lucros imensuráveis ao seu negócio.

Vergonha! Esta é a receita de muitos para uma riqueza fácil, e produzida pelo interesse somente financeiro. Onde está a unção do Espírito e a beleza da letra na sua adoração? Hoje é comum a valorização de muitos “artistas” que não vivem uma vida reta perante Deus.

A solução para os problemas é o assunto principal, na maioria das igrejas, enquanto a Bíblia, promete perseguição, principalmente, aos que forem contra a mentira.

Muitos, dentro da igreja, dizem ou pensam, e têm vergonha, de falar que praticam a mentira branca, a mentira quebra-galho ou a mentira para resolver certos probleminhas. Aí está a grande armadilha. Toda a mentira, garante a qualquer um: o título não tão nobre, de ser chamado filho do diabo. Pois, ele é o pai da mentira. E nele, o diabo, não há verdade.

Neste momento exato, o Senhor nosso Deus nos alerta sobre os últimos tempos e a falta de fé, o mundo não necessita de novos apóstolos(?), bispos(?), e pastoras(?), que surgiram à pouco tempo, como novidade nesta última geração. Mas, de valentes pastores de ovelhas e mulheres de Deus, sem a necessidade do título exigido ou elaborado por alguns.

Há pouco tempo, não havia tantos títulos disponíveis. E nem pastoras em profusão. Deus mudou?

Novos tempos. Tempos modernos. Onde está o pastor com cheiro de ovelhas, e não com o cheiro de sua coleção de perfumes em suas atitudes Hollywoodianas.

Os pastores de hoje, querem ser empresários do evangelho em suas suntuosas mansões e magníficos automóveis, e alguns, até mesmo com seguranças para proteger a sua vida, ou com suas coleções de ternos de acordo com cada moda. Relógios em coleção exagerada e caríssimos, fazem par com a quantidade de gravatas além da necessidade. E muita fé, bastante fé, exagerada fé, na fé das ovelhas.

Que Deus levante homens de valor, com cheiro de ovelhas e com verdadeiro amor ao evangelho.

O menor de todos os menores.

5 comentários:

Alberto Couto Filho disse...

MENORZÃO
PAZ

Clamamos por homens que não tenham a cobiça por ouro, prata nem vestes. Clamamos por homens que, exclusivament,e com suas próprias mãos venham a prover suas necessidades e a de todos os que estejam com ele.
Clamamos, sim, por homens com a integridade de Paulo.
NAquele que está por vir.
Alberto

Thiago Boudny disse...

A paz do Senhor pastor Newton!
Sinceramente, passou da hora de dizer mesmo basta a essa geração de pastores que julgam suas funções ser de gerenciar do que pastorear.
"Pastor" pra estes virou um título de poder, não é considerado mais um cargo de responsabilidade no auxílio de outras vidas: as ovelhas.
Para piorar, esqueceram da chamada MISSIONÁRIA e abraçaram a chamada MILIONÁRIA.
Que Deus tenha misericórdia de nós e faça justiça!
Um abraço em Cristo!

Fruto do Espírito disse...

Paz, amado Pr. Newton Carpintero.

É sempre uma alegria compartilhar de suas mensagens ricas de entendimento e sabedoria.

Preciosa é a vida do irmão para o Senhor Deus e também para nós, irmãos e leitores deste magnífico espaço.
Que o Espírito Santo continue a lhe encher da Unção que só tem aqueles que amam, temem e aguardam a vinda do nosso Senhor Jesus Cristo.

Todo aquele que ama ao Senhor Jesus pratica os seus mandamentos e os cumprem.
Falar a Verdade nos dias de hoje é característica de um cristão autêntico. Mas para nossa tristeza os "cristãos" genéricos estão por toda parte; isso porque, não querem pagar o preço da perseguição que sempre ocorrerá para o servo que está comprometido com A VERDADE, que é o Senhor Jesus Cristo.

Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.
Bem-aventurados, sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós.
Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas que viveram antes de vós.
Mateus 5.10 à 12

Maranata, ora vem Senhor Jesus!

Em Cristo,

***Lucy***

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caros irmãos Alberto,Thiago e Lucy,

A paz amados!

Grato sou a Deus por vossas vidas entregues aos cuidado do Mestre.

Como viveremos sem o apoio de cada um, que decidiu não se entregar as heresias e entregar-se continuamente e plenamente aos cuidados de Deus?

Nas mãos de Deus faremos proezas, certamente se mantivermos a firmeza da simplicidade do evangelho.

Grato sou a Deus por vossas vidas.

Em Cristo, o Nosso Jesus,

O menor.

JCavalheiro disse...

A Paz do Senhor estimado Pr. Newton!

A indignação demonstrada em sua postagem justifica-se por ser cada vez maior o número de mercenários e mínimo de Pastores comprometidos com as ovelhinhas do Rebanho de Senhor, que foram compradas a preço de sangue. Excelente abordagem comprometida, como sempre, com a pureza doutrinária dos princípios cristãos. Deus vos abençoe sempre!!

Devo ainda dizer que foi de grande proveito nossa conversa via telefônica. Por motivos de enfermidade na família, o que relato de forma mais pormenorizada em e-mail enviado ao companheiro, somente agora venho a manifestar-me.
Aceite um forte abraço do irmão e amigo...

João Q. Cavalheiro