segunda-feira, 4 de junho de 2012

Existem CRENTES para todos os GOSTOS e DESGOSTOS!

Existem CRENTES que deixam muitos CRENTES com DESGOSTO!

Muitos CRENTES sentem DESGOSTO pelos CRENTES que deixam muitos CRENTES com DESGOSTO!

O que está passando com os CRENTES? Estão perdendo o GOSTO de serem CRENTES?

Era bem melhor quando os CRENTES eram chamados de BÍBLIAS ou de "BÍBRAS".

Os CRENTES sempre puderam escolher a porta LARGA. Ou a porta ESTREITA. É um direito, até dos que são do mundo e vivem para o mundo.

É somente decidir, não mais PROTESTAR, e a porta à frente de qualquer que seja, passará a ser a porta larga. Simples, como dois e dois são quatro. Engano! Dois e dois são vinte e dois. Somente 2+2 será quatro. Portanto, Vale a pena pensar!

Não PROTESTAR, significa, se ajustar ao mundo que dá DESGOSTO aos CRENTES PROTESTANTES.

O mundo abriu as portas para a igreja dos CRENTES, por estarem em cima do muro. Os que não gostam do mundo, tornaram-se conhecidos como CRENTES PROTESTANTES.

Os DESAFIOS e a falta de critérios de alguns CRENTES, que se uniram ao mundo, em sua maioria, transformaram alguns CRENTES em CRENTES PROTESTANTES.

Vale a pena escolher: Ser um CRENTE ou um CRENTE PROTESTANTE.

Aguarde: Breve começará a grande perseguição dos CRENTES que causam DESGOSTO aos CRENTES PROTESTANTES.

Maranata!

O menor de todos os menores. Um Tradicional Pentecostal. Um Pentecostal Tradicional.

2 comentários:

Alberto Couto Filho disse...

Menorzão

Paz
Com muito gosto curvo-me diante da sua fé e convicção.
Para desgosto dos que nos causam desgostos você, antes de tudo, é um homem crível. Por isso, é lido, respeitado e mui amado.
Deus é por ti.

André Gonçalves disse...

Graça e paz!

É verdade Pr. Newton!

Existe um cristianismo sem Cristo, sem cruz, sem renúncia, que não prega contra o pecado, que permite tudo.

Mas a palavra de Deus nos conforta quando, por exemplo, lemos II Tim. 2.19 "Todavia, o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniquidade."

Em Cristo,
André Gonçalves.