terça-feira, 15 de maio de 2012

Não consigo mais mais ser ou ter o título de EVANGÉLICO ou de CRENTE!

Mudo, Cego e Surdo.
Estou envergonhado de ser chamado de CRENTE ou EVANGÉLICO.

Basta! Eu digo basta para mim mesmo. Eu quero ser totalmente PROTESTANTE!

Eu quero ser somente um PROTESTANTE!

Há uma necessidade imperativa de nos tornarmos PROTESTANTES de verdade, e pela verdade. Basta de estarmos ouvindo abobrinhas e gritinhos alucinados de PEEEEGGGGAAAAA, TOOOMMMAAAAA etc.

NÃO AGUENTO mais as músicas gospelizadas, que não possuem de maneira nenhuma, uma orquestração com o Espírito Santo de Deus. Está insuportável conviver com a ganância dos que adoram a si mesmos, e se dão a luxúria do momento gospel.

Está causando desespero total aos verdadeiros PROTESTANTES, a quantidade de histéricos e heréticos, postados no YOUTUBE.COM. E pior, não é uma ENCENAÇÃO. É a pura verdade!

É real o que acontece nestes vídeos que, para muitos é a demonstração do poder de Deus.

É importante que tomemos uma atitude definitiva, contra o que acontece nos eventos chamados de GOSPEL (argh... argh... argh...). Na sua maioria são uma agressão ao Criador.

O povo está cego e desmiolado pelas centrífugas reuniões, chamadas de poderosas. Estas são exatamente as que provocam a Deus, como se fossem uma carnificina espiritual. A maioria está matando como se fosse um veneno forte, a fé de muitos que desconhecem a Palavra de Deus, e se dão de carne e osso, pois, não possuem a condição espiritual necessária para discernir entre o bem e o mal .

Os grandes eventos padecem pela formalidade carnal. Deus não recebe a estes, que negociam com mamom e se entregam a baal, sem nenhum constrangimento, cobram valores elevados como se fossem artístas famosos do mundo. São rebeldes!

A orgia espiritual é silenciosa e gananciosa. A podridão é a marca indelével que está tomando as mentes.

Recebí algumas ofensas em meu twitter, porque declarei que o evento dos Gideões de Camboriú é uma das máquinas que produz heresias. Quantos duvidam?

Prefiro estar errado, declarando sobre este herrático encontro, do que me calar, e sentir-me como um covarde e atuar como um surdo, cego e mudo, como o dever de casa de uma grande maioria.

Existe um provérbio popular bem conhecido:  Quem cala consente!

Me chega ao pé do ouvido sempre o equilíbrio(?) de alguns que dizem: Deus cuida da sua obra. Prefiro ficar na minha e deixar Ele agir. Quem sou eu para fazer alguma coisa.

Somos sim, os instrumentos de Deus!

Prefiro ter a minha voz calada pelos incautos do que aborrecer a Deus pela covardia da mudez.

Sorry! Não me calarei, pelo contrário, doa a quem doer, eu me coloco, como o menor dos menores, contra estes GRANDES abusadores da fé.

Maranata!

O menor de todos os menores. Um Tradicional Pentecostal.

26 comentários:

Filósofo Calvinista disse...

Olá Pastor:

Assim como o senhor, tb me sinto consternado. Permita-me perguntar: de quem é a culpa? Dos protestantes Reformados ou dos pentecostais (pais dos neopentecostais)?

Tudo de bom!

Jônatas O. D. disse...

Com certeza amado Pastor! Necessitamos ser verdadeiramente PROTESTANTES!!! Aí está a verdadeira essência da vida cristã: Aquele que não se conforma com o pecado, com o erro, muito menos, com as heresias! Mas alguém disse certa vez que o que vemos hoje é uma igreja católica querendo ser "protestante" e uma igreja protestante que não protesta! Acredito que tenha sido esta uma afirmação digna de ser lembrada. Precisamos voltar às nossas raízes, nos lembrar de onde caímos, para nos voltarmos para Deus e vivermos um verdadeiro avivamento, assim como viveram os pioneiros da Assembleia de Deus no Brasil. Um AVIVAMENTO pautado na Palavra de Deus e não no experiencialismo dos incautos que está atrelado à ambição dos inescrupulosos homens que já não podem ser chamados de "Pastores". Muitos criticam "os de fora" enquanto têm medo de criticar "os de dentro". É chegada a hora de nos mantermos firmes e nos entregarmos em favor da Verdadeira Obra de Cristo! Muitos acham que morrer por Cristo é ser assassinado em países que negam o evangelho, todavia precisamos morrer aqui, se assim for necessário, e talvez sermos "mortos" pelos nossos próprios "irmãos"!

A Paz do Senhor! Que o Nosso Deus esteja conosco!

Jônatas O. Duarte

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Filósofo Calvinista,

A paz amado!

Graças a Deus por este nosso sentimento ser manisfetado da mesma forma, ou seja, com angustia em nossos corações.

Creio que a culpa pertence a todos. Todos os que calaram e permitiram esta maldade a igreja.

Creio que devemos tomar uma atitude mais correta e transformarmos em verdadeiros servos de Deus e assumimirmos o título de PROTESTANTES.

Com relação aos pentecostais serem pais dos neopentecostais, creio não ser a verdade.

Os neopentecostais são resultados de várias denomonações, inclusive as tradicionais.

Os batistas pentecostais sairam da própria, e assim, se sucedeu com todas as denominações.

Este evento confusório e herético faz parte dos últimos dias do Final dos Tempos.

O Senhor seja contigo,

O menor de todos os menores. Um Tradicional Pentecostal. Nunca neopentecostal.

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Jônatas,

A paz amado!

Excelente reflexão. Excelente avaliação sobre a responsabilidade diante de Deus.

Acredite, seremos mortos pelos próprios irmãos e muitos ateus nos defenderão.

Há uma mortandade que deve ser extirpada. Muitos morrem pelo ensino falcatruado de líderes mentirosos. Dizem em bom som: Deus está alí, e alí, você não encontra Deus, muito menos acolá.

São homens de dura cerviz e abusadores que mais confundem do que explicam.

Fuja deles!

O Senhor seja contigo,

O menor de todos os menores.

Filósofo Calvinista disse...

Pastor:

Permita-me descordar da sua discordância....rs:

Os batistas pentecostais saíram dos batistas. Verdade. Mas a questão é: aprenderam essas práticas com quem? Com os batistas? Obviamente que não. Aprenderam com o próprio movimento pentecostal e quiseram isso para si e para suas respectivas igrejas. Trouxeram a proposta para a igreja batista, que foi de pronto rejeitada. Então, saíram e fundaram outra igreja. Isso sempre ocorre assim. Logo, não deveríamos concluir que todo esse estado de coisas tem como raiz primeira o pentecostalismo?

Anderson Cruz disse...

Paz do senhor, pastor!

Recentemente, o meu pastor usou estas mesma expressão, devemos nos tornar protestantes, aliás ele disse que devemos voltar a sermos protestantes, graças a Deus ele também é um homem que não está nada contente pelas heresias que está afetando a igreja.

Só há um porém, não são todos é claro, mas protestantes históricos não gostam de ouvir pentecostais se dizerem protestantes, pois para alguns deles não somos protestantes, já discuti com um irmão por causa disso, quando batir o olho em seu texto já me recordei e pensei, (Protestante?) vai ter gente que não vai gostar disso.
Quanto a Gideões creio que há lá pessoas sérias, mas que este evento produz heresias é um fato, e não tem o que discutir.
Que Deus nos livre do orgulho "histórico" não de todos é claro.

Em Cristo,
Anderson Cruz

Thiago Boudny disse...

A paz do Senhor pastor Newton!
Estamos realmente atravessando tempos trabalhosos, onde muitos até mesmo cristãos estão vivendo como descreve Mc 4.15, acerca da parábola do semeador, que saindo o semeador a semear, uma parte da semente caiu junto do caminho, porém a ave do céu veio e comeu. A ave do céu simboliza satanás que tira a palavra da vida de muitos.
Assim está acontecendo em muitos lugares e em muitas igrejas evangélicas, a ave do céu está sobrevoando, procurando a semente para tragar, e muitos dão lugar para o diabo e infelizmente há igrejas que essa ave já fez ninhos!
Que Deus possa despertar a todos nós, pois nossa salvação está mais perto agora do que quando aceitamos a fé!

Laudinei- NEI disse...

Pastor Newton, me uno a voce nesta indignação:
Basta! Eu digo basta a mim mesmo. Eu quero ser totalmente PROTESTANTE!

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Filósofo Calvinista,

A paz amado!

Esta sua afirmação me fez sorrir demais.

Creio que o pentecostalismo começou na igreja Batista, quando alguns irmãos, não conseguiram mais conviver, sem viver, o que liam em suas Bíblias.

Decidiram ler, entender e viver o evangelho simples com poder.

Claro que de lá, sairam outros irmãos batistas, já pentecostais, que perderam a cabeça, e se transformaram nos Gideões de Camboriú, que em breve se chamará de Batistas de Camboriú.

Você começou a sorrir. Eu apenas terminei... risos...

O Senhor seja contigo,

O menor.

Natanael Lima disse...

Paz em Cristo Jesus!

Sou tomado do mesmo sentimento que a maioria (entre vocês) no que tange a indignação e a transformação do puro Evangelho em manifestações gritantes com um cunho vazio e sem sentido, onde Jesus é colocado de lado.

Agora, como pentecostal, que também sou, discordo da posição do nobre irmão Calvinista e peço que as provas históricas nos sejam mostradas – o movimento pentecostal genuíno e puro é contra o estrelismo de pastores, defende o culto racional (bíblico), há ordem no uso dos dons, pois cremos que a palavra e seu estudo são o centro de todo o crescimento e avivamento. Aqueles que desvirtuaram os fundamentos bíblicos da fé visando seus interesses ou desejos, o fizeram por um viés anti-bíblico e mesquinho.
Ao falarmos de raiz, creio que Jesus seja o grande culpado pela incredulidade de Israel, como bem podemos ler em Rm 11. Seria isso, então? O capítulo 11 de Romanos nos permite chegar a tanto? A raiz da incredulidade de Israel está realmente em Cristo? Estamos vivendo os últimos dias - 2 Timóteo 3: 1-5.
"Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.
Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,
Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,
Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,
Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te".
A história nos revela que Calvino e sua base teológica ganhou força entre as elites da época, a qual por si só era excludente, sectária e exploradora dos classes inferiores. Seria Calvino culpado por isso? Creio que não!!!

Inclusive, admiro e estudo este nobre homem que Deus levantou.

Abraço aos irmãos!

Natanael Lima
http://natanaellima.blogspot.com

Filósofo Calvinista disse...

Prezado Irmão Natanael:

Não creio que o pentecostalismo seja o culpado direto de todo esse estado. Claro que não. Existem pessoas extremamente sérias entre os Pentecostais.

Mas, certamente, as bases de tudo o que está acontecendo foram lançadas pelo pentecostalismo, essencialmente em uma questão:

Para o Pentecostalismo a bíblia não é a única regra de fé e prática. Não temos como negar isso. Igualmente à Igreja Católica com sua tradição e bulas papais, os Pentecostais acreditam em revelações extra-bíblicas. Isso é um problema. Tudo fica muito subjetivo. Aí cabe um bocado de coisas.

Ressuscitando a língua portuguesa:

No meu comentário de 15/05/12, onde se lê "descordar", leia-se discordar.

Tudo de bom!

Anderson Cruz disse...

Pentecostalismo é respaldado na Bíblia, sempre convivi nesse meio, e toda revelação que não tem base bíblica deve ser rejeitada.

Estude um pouco mais sobre o Genuíno Pentecostalismo.Comparar o Pentecostalismo à Igreja Católica é muita arrogância.

Ah não! me desculpe esqueci que o irmão é irrefutável e infálivel, mil perdões.

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Anderson,

A paz amado!

Não entendi se você fez um comentário a outro comentarista, ou se referiu a mim, neste seu comentário.

Explique-se, para que eu, ou o outro comentarista, possa lhe responder.

O Senhor seja contigo,

O menor de todos os menores. Um Tradicional Pentecostal.

Anderson Cruz disse...

Caro Pastor Newton, me referi ao Filósofo Calvinista, desculpe-me por não ter direcionado a quem estava me referindo.

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Anderson,

UAU! Levei um susto.

Risos.....

Um grande abraço na Maravilhosa paz do Senhor,

O menor.

Filósofo Calvinista disse...

Prezado Anderson:

Agradeço os elogios, mas não sou nada disso...rs, é apenas minha percepção dos fatos.

Veja o que vc diz: "toda revelação que não tem base bíblica deve ser rejeitada".

Então, as revelações que os pentecostais dizem ter, nada mais são que textos da bíblia ditos por algum irmão "profeta"? Não são novas (no sentido de não estar na bíblia) revelações? Se a resposta for positiva, pergunto eu: não seria mais coerente ler e estudar a bíblia que esperar que alguém venha me dizer o que "já tem na bíblia"? Isso não é coisa de crente preguiçoso que não gosta de ler? Se, ao contrário, são novas revelações, pergunto novamente: a bíblia não é suficiente? Onde está a base bíblica dessas "novas revelações", uma vez que não se encontram, essas novas revelações, em nenhuma parte da bíblia?

Tudo de bom!

Anderson Cruz disse...

Caro Filósofo Calvinista,

Poderia neste momento iniciar um debate, mas isso seria inútil já que já o vi em outros blogs, e você não faz parte da ala reformada que tem posição equilibrada sobre o Pentecostalismo, fazendo de você um antipentecostal, digo isso com conhecimento de causa, os seus textos e comentários perante a Teologia Pentecostal o denuncia, quanto a isso tudo bem, pois não há problema algum em tomar uma posição contrária à doutrina de algum grupo, mas devemos ser pelo coerentes e equilibrados e comparar algo que nasceu dentro do Protestantismo Histórico ao Romanismo como você fala é absurdo meu irmão, sejamos realista, mas sejamos respeitosos ao mesmo tempo.

Acredito que você está esperando uma estrutura teológica, e tal tal pra sua pergunta mas não abordarei isso, olha só.
Nas "novas revelações" que você insistir em dizer, devemos notar.
a experiência contradiz a Bíblia? Centraliza o homem e despreza Cristo? Conduz ao orgulho? entre outros fatores,Se a resposta for negativa, logo é uma experiência legítima.(1 Coríntios 14.1-5.26)bases bíblicas para tudo isso.
Parece-me que o irmão é cessacionista, só tenho a lamentar, pois quando cessacionismo tiver base bíblica podemos conversar novamente.
Não me venha com 1 Coríntios 13 porque essa passagem aí, já deu no que deu e já caiu a capa desse versículo com o base pra cessacionismo a anos.
E como o grande pastor Ciro Zibordi disse ao ser indagado por você digo o mesmo, "nunca vou consegui convencer um filósofo calvinista" e tem mais isso só trará contenda, peleja, dissensão entre nós dois e isso não é coisa de salvo.(Gl. 5.19-22)

Em Cristo,
Anderson Cruz

Filósofo Calvinista disse...

Ok, Anderson. Não vejo problemas em debater esses assuntos. O que vc e o Pr.Ciro dizem de mim (que não vão me convencer), também digo o mesmo dos senhores. Não tenho nenhuma intenção em convencê-los, contudo, minha intenção é ajudar outros irmãos, que ainda não definiram sua posição teológica, a refletir sobre o assunto, porque, às vezes, não se faz muita questão que eles conheçam outras visões. Só isso. De qualquer forma, essas, não são questões essenciais e definitivas. O importante mesmo é que o sangue de Cristo nos une pela sua cruz.

Tudo de bom!

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caros amigos e irmãos Filósofo, Anderson e Natanael,

A paz amado!

Creio que a necessidade em agradar a Deus, como motivo principal em nossas vidas, será o termômentro e a bússola que norteará a cada dia o sentimento de amor pela obra de Deus.

Alguns ponto chaves que permitem discordar em pontos, não nos impedirá de alcançarmos a Salvação.

O que nos impedirá, será a falta de pureza em nossos corações e permitir que a lâmpada esteja vazia de óleo.

Devemos caminhar aprendendo a cada instante com o Espírito Santo de corações abertos. Pois, a Palavra de Deus é viva e eficaz.

Muitos tradicionais tornaramse pentecostais e muitos pentecostais tornaram-se confusos e heréticos.

Conservar a verdade com algumas falhas de entendmento é melhor do que ultrapassar a verdade por interesses e pela falta de zelo na palavra.

Sou Tradicional, pelo zelo que me transforma em Pentecostal, através do conhecimento do poder de Deus e das experiências sublimes, vividas desde que reconheci o Senhor Jesus Cristo, como o meu Salvador, e o livre arbítrio me concedido por misericórdia e por bondade.

Considero as experiêncas sobrenaturais me concedidas pelo Espírito Santo de Deus, em várias fases da minha vida, nas revelações, visões, autoridade sobre as enfermidades e sobre os demonios, nos momentos em que aprouve ao Senhor me ter como seu instrumento.

Mais ainda, em poder ter sido membro de diversas denominações, o que me posiciona como um verdadeiro embaixador de Cristo, em confronto às mentiras e ao desconhecmento de alguns, bem como aos exageros acontecidos nestes últimos dias do Final dos Tempos.

Seguindo em frente e aprendendo com as pedras do caminho e na certeza que devemos ser uma carta aberta que deve ser lida pelo mundo.

Juntos atingiremos resultados sobrenaturais como igreja na responsabilidade daquEle que nos amou primeiro.

Sigamos em frente na certeza que se não formos fiéis até a morte, perderemos a Coroa da Vida Eterna.

O Senhor nos abençõe sempre,

O menor de todos os menores.

Thiago Boudny disse...

A paz do Senhor pastor Newton!
Muito me preocupei quando tornei a ver seu blog e me deparei com discordância já nesse nível de disparidade; embora ainda que chegue em comum acordo(se for o caso).
Preocupei-me porque houve uma pergunta, cujo tema traz " de quem é a culpa?(...)". Entre um comentário e outro percebi que houve uma insinuação negativa aos pentecostais, visto que declararam-se ou os declararam protestantes.
" A culpa é de todos(...)", sendo sua resposta com demais complementos. Só quero agora deixar meu ponto de vista, esperando somar para nossa edificação.
Vejamos, a IGREJA, digo o corpo de Cristo representado pelos crentes e não a organização chamada "igreja", foi estabelecida por Jesus, sendo confirmado o revestimento de poder no dia da festa de pentecoste( festa judaica realizada 50 dias apos festa da páscoa, daí o nome pentecoste, que é o quinquagésimo dia). O poder que passou a ser conhecido como pentecostal é sobretudo de ação do Espírito de Deus, embora, nem todos os movimentos nas "igrejas pentecostais" são provenientes do Espírito de Deus. Por isso Paulo orienta-nos a buscar o dom de discernimento, para que saibamos e julgamos se o tal espirito que age no culto é ou não de Deus.
A apostasia é fato, e a culpa não é totalmente interna, isso porque o homem sofre influência maligna recheada com as concupiscências do mundo, levando-o ao engano. E quando o homem que é enganado e se apostata da fé, se o tal for pastor, levará o rebanho ao caminho da perdição; se porventura este rebanho não for conivente com o pecado, deverá protestar e reivindicar a verdadeira postura cristã pela palavra de Deus!
A Bíblia nos adverte para não ignorarmos os ardis de satanás, para não darmos lugar ao diabo, para sermos santos e irrepreensíveis.
A parábola do semeador de Marcos 4 está em evidência.
A base de tudo que está acontecendo não foi lançado pelo pentecostalismo, permita-me dizer agora ao Filósofo Calvinista, visto que há um grande sistema contra a verdadeira IGREJA DE CRISTO, este liderado pelo deus deste século(satanás). Jesus disse que quem não é por ele é contra ele, e quem com ele não ajunta, espalha e todo reino dividido não prospera.
Devemos tomar exemplo da igreja em corinto, quando um dizia ser de Apolo, outro de Pedro, outro de Paulo; paulo exorta dizendo que ele plantou, Apolo regou, mas é Deus que dá o crescimento.
Que Deus possa nos orientar a fazer sua vontade!
Um abraço em Cristo pastor Newton e obrigado pelo espaço!

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Thiago Boudny,

A paz amado!

Este espaço é seu. Seja sempre presente neste espaço.

O seu comentário passeia neste blog e o valoriza.

Grato sou a Deus por sua vida.

O Senhor seja contigo,

O menor de todos os menores.

Filósofo Calvinista disse...

Pois é Thiago Boudny: Assim como ocorreu com a igreja de Corinto, ocorre hoje e ocorrerá sempre todas as vezes que qualquer igreja deixe de ter a bíblia coo sua única e exclusiva regra de fé e de prática. Se a igreja começa a incluir em suas práticas cúlticas coisas que não estão lastreadas pela bíblia ou ainda dar ouvido a "novas revelações", extra-bíblicas, a coisa começa a ficar feia e acontece o que estamos vendo acontecer hoje. O que era a igreja Romana no início? Uma igreja de Cristo, no que diz respeito ao aspecto histórico, que se deixou levar por outras "novas revelações" (bulas papais) e acabou se desviando de forma irremediável. Assim ocorrerá com qualquer igreja que trilhe o mesmo caminho. O que estamos vendo hoje é o resultado de não termos a bíblia como nossa única e exclusiva regra de fé e prática. O resto, ah....o resto é somente consequência disso.

Tudo de bom!

Thiago Boudny disse...

Amado Filósofo Calvinista,
Tendo como ponto de partida seu próprio raciocínio; temos asseverando nas Escrituras que devemos analisar tudo e reter o bem, sabendo que todas as coisas nos são lícitas, porém nem todas nos convém.
Muitas inovações de uma ótica eisegética tem sim levado o povo a uma queda espiritual, visto que o povo é destruído por lhes faltar o conhecimento da Palavra de Deus.
Mas, vejamos que não são todas as situações de um âmbito extrabíblico que deve ser condenado; se tal servir para edificação espiritual e não estiver contra as Escrituras, deve ser bem recebido, como por exemplo, o uso de maconha e outras drogas não está escrito que é proibido seu uso, porém, sabemos que é um crime; parece algo que nada tem haver mais é exemplo.
O que devemos fazer é manejar "bem" a palavra para que saibamos julgar se as revelações, visões, ou qualquer tipo de movimento está ou não de acordo com a Palavra.
Que não sejamos como a igreja em corinto, repito, que embora tivesse os dons espirituais não era espiritual.
Que Deus nos oriente! A paz do Senhor!

Maris Alvarez disse...

Quanta bobagem. Eu sou de Paulo, eu sou de Pedro, eu sou sei la de quem mais. E de Yahushua?
Vai chegar a hora que nao vai existir mais nomenclaturas, nem denominacoes. Deus separara os verdadeiros adoradores, os seus verdadeiros escolhidos. E sabem de quem eles sao ? De Yahushua, o Filho do Altissimo. Pelo amor do Eterno, parem com essa infantilidade. O ser humano esta cheio de erros. Eu tenho que seguir a Verdade que e Yahushua, o Filho do Altissimo.

Georges disse...

Eu penso que essas são razões mais do que suficientes para repensarmos o papel da igreja enquanto "congregação-que-se-reúne-em-templos". A fórmula está desgastada e dá sinais de falência múltipla dos órgãos, a começar dos "líderes". As denominações camham cada vez mais rápido para a auto-extinção. Evidente que há exceções, há igrejas sadias, mas aos poucos o câncer vai tomando conta. É hora de se reunir em casas, sem liturgia, pompa e circustância. Um tem palavra, outro tem cântico, todos se edificam. E o melhor, onde estiverem eses 2 ou 3, Jesus está presente. Já nas mega-igrejas de hoje, não sei.

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro George,

A paz amado!

Megaaaaaaaaaaaaaaa igrejaaaaaaaaaaa, é um caso de precipício e local de encontro para os que não forem arrebatados chorarem suas mágoas.

Quem viver verá!

O Senhor seja contigo,

O menor.