quinta-feira, 19 de abril de 2012

Sinto muito pelos que não concordarão com o que afirmo nesta matéria!

Eu assumo todos os riscos que virão das críticas e solicito que, ao menos, os que não estejam de acordo com esta orientação, sobre a predestinação e o livre arbítrio, que apareçam com ousadia e façam os seus comentários. 

Não se cale diante desta heresia! Não adianta estar acomodado às sombras no meio de tamanha confusão.

Para mim a orientação no link abaixo, não passa de PURA HERESIA, entre excelentes palavras de ensino(?).

Não concordo com o bispo Macedo, com o apóstolo Valdemiro, com o Mike Murdock, com o Morris Cerullo, com o "discípulo" do Mike Murdock, e muito menos com esta afirmação sobre a predestinção e o livre arbítrio, conforme orientado e ensinado, pelo reverendo Hernandes Dias. A quem admiro!

Existe a predestinação para TODOS. A predestinação é a possibilidade doada por Deus para a Salvação, através da sua misericórdia, bondade e graça.

Existe a SALVAÇÃO, somente, para quem reconhecer a Jesus Cristo, como o Filho de Deus, e o Único que perdoa pecados, através do LIVRE ARBÍTRIO.

A FÉ vem pelo ouvir a Palavra de Deus. TODOS receberam de Deus o LIVRE ARBÍTRIO. Existe a liberdade nas mãos dos homens para que definam a quem servir. Ou a Deus ou a baal.

O Senhor não separou uns para a morte e outros para a vida eterna. Mas, quem for fiel até a morte, receberá a Coroa da Vida.

O evangelho da predestinação como é pregado egoísticamente, zomba da Justiça de Deus.

Não concordo com as heresias dos neopentecostais, não concordo com as heresias que nascem, dia após dia, nas Assembléias de Deus, como o evento dos Gideões de Camboriú, não concordo com a rebeldia à Palavra de Deus na distribuição de liderança às mulheres.

Não concordo com o fanatismo dos pentecostais e nem dos tradicionais. Parece incrível, mas existem classes de fanatismos dos tradiconais aos neopentecostais. Cuidado com o excesso de mais. Ou o excesso de menos.

Não concordo que se utilize a televisão para uma guerra vergonhosa, em um tempo, que vale ouro, e desavergonhosamente se utiliza o dinheiro do povo em campanhas de vitórias e de restituições.

O melhor de Deus não está por vir? O melhor de Deus, nos foi entregue, e, chama-se Jesus Cristo.

Não necessitamos de restituições nesta vida. Já possuímos pela fé, o que não temos condições de avaliação.

Por isto, somos mais do que vencedores. Ele nos amou primeiro e nos deu entendimento para que o amemos pela sua Justiça. A sua Justiça nos proporciona o amor e o seu amor nos proporciona justiça.

Verifique o vídeo abaixo e escolha de que lado do muro você deseja estar:

O vídeo, postado anteriormente, foi retirado após adicioná-lo nesta matéria, bem como, outros em outras das minhas matérias. Triste. Afirmam e desafirmam com facilidade e logo eliminam os seus vídeos. Denunciarei sempre as heresias, mesmo que sejam como "raposinhas".

Eu escolhi a Jesus Cristo, pelo meu livre arbítrio, quando ouvi a sua Palavra de Vida. O reconheci como o meu único Salvador e recebi a oportunidade de Salvação e confirmação pelo seu Santo Espírito.

Se eu desistir de segui-lo até o último momento de minha vida, certamente, perderei a Salvação. É o LIVRE ARBÍTRIO à nossa disposição!

Ele, Jesus Cristo, me protege, e eu me entrego de coração para que a cada dia, seja fortalecido, nesta caminhada rumo às Mansões Calestiais. Não por mérito, mas pela sua misericórdia, mesmo que eu tenha que me esforçar e lutar para passar pela porta estreita, de toda a forma, todo o mérito será dEle. Somente dEle!

Ele nos predestinou a todos. Ele nos deu o LIVRE ARBÍTRIO, para que a sua justiça, seja reconhecida não pela sua escolha, ou definição, através do seu poder, mas pela sua justiça, pelo seu amor, que são manifestados através da nossa fraqueza e do fortalecimento no amor e reconhecimento.

Não utilizei versículos relativos a minha matéria para não utilizar os mesmos artifícios. O que escrevi é para pensar e procurar na Palavra de Deus a sua orientação.

Com temor e tremor!

O menor de todos os menores.

Um Tradicional Pentecostal. Um Pentecostal Tradicional.

16 comentários:

Thiago Boudny disse...

A paz do Senhor!
Bem, é um tanto complexo o assunto, principalmente se não o for analisado espiritualmente a luz da palavra de Deus, embora ainda, que as coisas de Deus não são limitadas ao intelecto humano pelo fato de que Deus é Santo e o homem não, ou seja, o homem está separado de Deus por causa do pecado, isto de um ponto de vista geral.
O que tenho a dizer é que, devemos levar em conta primeiro o caso de que ninguém conhece melhor a criatura do que o seu criador, daí ainda ressaltamos a onisciência do Pai.
Segundo, as coisas de Deus "são tão altas que não as podemos atingir", referindo as nossas limitações.
Terceiro, Deus nos deu livre-arbítrio.
Juntando todas essas informações, podemos verificar com cuidado o seguinte: Da mesma maneira que o Senhor vê o passado o presente e o futuro ao mesmo tempo, assim o Senhor conhece os que são seus, bem como os que serão e os que não serão salvos, isto tudo por causa do meu livre-arbítrio, porque? Pelo fato de que ele sabe a decisão que eu vou tomar daqui a um minuto, daqui a um dia, daqui a uma semana, daqui a um ano. Ele sabe se eu vou querer ser fiél ou infiél, ou seja, o Senhor já conhece todos os dias da nossa vida, diferente de nós que não podemos prever nosso futuro, além do que o livre- arbítrio leva o homem a entrar em contantes alterações de decisões e atitudes, mesmo assim o Senhor tudo o sabe!
De forma mais abrangente, nós que somos servos de Deus, não usufruímos do livre-arbítrio se de fato somos servos, porque? Porque passamos a ter o mesmo sentimento que houve em Cristo, tomando forma de servo e foi obediente até a morte, fp 2 5-6. Até porque Paulo disse "não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim". Os verdadeiros servos de Cristo, crucificaram o livre-arbítrio junto com Cristo Jesus para fazerem a vontade de Deus.
Quanto ao vídeo, não conheço o ministério desse irmão reverendo, mas o texto explicado está de acordo ao próprio contexto e a interpretação sistemática da palavra.
um abraço em Cristo!

Pr Ivair José Lehm disse...

A Paz do Senhor

amado,excelente postagem esta..e principalmente qdo o amado irmão fala sobre o uso da tv para ataques um do outro, e ainda que tenhamos entre nós pontos de vistas diferentes, não podemos continuar concordando com as heresias que nascem e brotam, todo santo dia nas igrejas no meio evangelico. Gostaria de saber do amado pastor, se pertences a Assembléia de Deus e se sim, pergunto: " o que esperar a curto prazo, tanto CGADB como CONAMAD, com os desvios doutrinarios e a perpetuaçãode poder dentro destas convenções? Seria o caminho aberto para a divisão e desfragmentação total da AD no Brasil? Qual o futuro, na sua opinião das convenções da AD, continuara existindo apenas como meio de ganhar dinheiro dos filiados sem poder sobre as igrejas ou servirá de fato para a finalidade a que foi criada, "unir, desenvolver missões, etc.." ?

No amor de Cristo
Pr Ivair J Lehm

Pastor Edinaldo Domingos disse...

Amado Pastor Newton Carpintero,

A Paz do Senhor.

Um a menos! Eu concordo plenamente com o seu pensamento. Gostaria de receber sua autorização para postar no meu modesto Blog esta sua postagem, com os devidos creditos da fonte é claro. Ok?

Um forte abraço

Pastor Edinaldo Domingos

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro pr. Edinaldo Domingos,

A paz amado!

Claro que a postagem da matéria em seu blog, já está autorizada. Será uma ousadia. Cuidado com as pedras.

O Senhor seja contigo,

O menor.

Discípulo de Cristo disse...

Amado Pr. Newton, Paz Seja Contigo.

Alguém descreveu uma analogia bastante didática quanto a questão da "predestinação", a qual gostaria de compartilhar, sem que a mesma represente algum tipo de ofensa aos irmãos que se denominam calvinistas.

RESUMO – No tocante à eleição e predestinação, podemos aplicar a analogia de um grande navio viajando para o céu. Deus escolhe o navio (a igreja) para ser sua própria nau. Cristo é o Capitão e Piloto desse navio. Todos os que desejam estar nesse navio eleito, podem fazê-lo mediante a fé viva em Cristo. Enquanto permanecerem no navio, acompanhando seu Capitão, estarão entre os eleitos. Caso alguém abandone o navio e o seu Capitão, deixará de ser um dos eleitos. A predestinação concerne ao destino do navio e ao que Deus preparou para quem nele permanece. Deus convida todos a entrar a bordo do navio eleito mediante Jesus Cristo.

Não gostaria de me ater a discussões teológicas, somente tentar passar meu parecer de uma forma simples, nem por isso simplista.

1. Em minha opinião os anjos tiveram livre arbítrio, a partir do primeiro corruptor (lúcifer), que segundo minha conjectura quis corromper a todos os anjos, porém somente um terço quis segui-lo em sua proposta de fazer seu próprio governo independente do Altíssimo.

2. No jardim do Éden, a mulher foi seduzida pela serpente e preferiu obedecê-la a ser fiel ao próprio Deus. O homem (Adão), por estar apaixonado, não esperou o entardecer para ver o julgamento que se daria contra Eva e usou do seu livre arbítrio para ser cúmplice da mesma desobediência.

3. Fora do jardim, os dois filhos do casal tinham vontade própria, pois Abel ofertava ao Senhor com todo amor do seu coração, por isso dava o melhor. Caim, por sua vez, ofertava por obrigação e sem amor, ao ponto de sentir inveja do irmão que teve sua oferta agradável aos olhos de Deus. Por isso planejou matá-lo, tendo o livre arbítrio para não fazê-lo, segundo relato do próprio Deus.

4. Esaú, mesmo tendo a força da carne para ser o primeiro dos gêmeos e consequentemente o primogênito das promessas, não valorizava com suas atitudes tal privilégio, a ponto de trocá-la por um prato de lentilhas; por isso foi rejeitado pelo Senhor.

5. O povo judeu, a partir de Abraão, foi separado para ser a nação eleita e levar a Palavra de Deus ao resto do mundo, porém foi rejeitado não só por suas atitudes, mas também por rejeitar o próprio Cristo.

6. Até para aqueles que morrerem em desobediência antes da vinda do Salvador, a saber os que morrerram na época de Noé, tiveram de forma única a evangelização ou anunciação do Cristo, quando levou cativo o cativeiro.


7. PARA MEDITAR:

"A lei e os profetas vigoraram até João; desde esse tempo, vem sendo anunciado o evangelho do reino de Deus, e todo homem se esforça para entrar nele"
Lucas 16. 16

"Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas; não vim para revogar, vim cumprir"
Mateus 5. 17

Pela literalidade desses dois textos, parece haver contradição entre ambos; contudo, pelo discernimento da Palavra viva e não somente da letra, é possível chegar a seguinte conclusão:

O primeiro versículo indica que, em João encerrou a velha aliança composta de Leis e Profetas; posto que, uma nova e superior estava por surgir no sacrifício único e definitivo, pelo Sangue do Senhor Jesus na Cruz do Calvário.

No segundo versículo indica que, para que a maldição da lei fosse cumprida, o Senhor teria de cumprir toda a lei em nosso lugar, inclusive a nossa condenação eterna, por não existir um justo, nenhum sequer.

Sabendo-se que, para aqueles que não aceitarem tamanha salvação, não passará nem um i ou um til da Lei e dos Profetas. Porquanto, o restante da humanidade que desprezarem tamanha salvação pela Graça, serão réus da Lei e dos Profetas até que passem o céu e a terra. (Conforme relato do Apóstolo Pedro em sua II carta capítulo 3, versículo 10 e 11-13).

Um abraço do Discípulo,
J.C.de Araújo Jorge.

e44567ee-4ad9-11e1-ac12-000bcdca4d7a disse...

Caro Pastor Newton,antes de Deus dizer Haja Luz!Ele disse Haja Cruz,mesmo aqueles que não concorda com a Soberania de Deus,um dia irão proclamá-la.Pois se eu sou Soberano e gostaria que todos fossem salvos e alguns não são eu ficaria frustado,imagine Deus frustado,impossível.
Soli Deo Gloria!!!!!!!!!!!!
Wellington Jesus

Pastor Edinaldo Domingos disse...

Amado Pastor Newton Carpintero,

Muito Grato pela permissão, estarei postando na íntegra.

Gostaria também de compartilhar meu pensamento sobre o que disse o Rev.Hernandes no video. Ele diz claramente que não existe a participação do homem na salvação, dando a entender que o Espirito Santo vem e toca no interior do homem, (somente do homem, não de todos os homens) que foi "escolhido para ser salvo" e predispõe a pessoa seguir a Cristo.

Este ensino contraría o ensino de cristo que ensinava as pessoas a se esforçarem para entrar na porta estreita: " Entrai pela porta estreita"(Mateus 7.13) Com estas palavras Jesus deixa claro que é o homem que vai escolher entrar ou não na porta estreita. Isto é tão claro, pois quando ele fala da porta larga, Jesus diz que muitos entram por ela, dando nos a entender novamente que os homens terão facilidade de escolher a porta larga, pois lhes oferecem facilidades. Quem tem razão Cristo ou o rev. Hernandes?

Um forte abraço

Pastor Edinaldo Domingos

Pr-edinaldodomingos.blogspot.com

Discípulo de Cristo disse...

Eu acredito que o "autor" da teoria da predestinação deveria se sentir bastante inseguro com a possibilidade de não alcançar a salvação, por isso é de certa forma humanamente justificável a sua visão da soberania Divina.

PONDERAÇÕES MINHAS:
Muitos analisam a soberania de Deus sem levar em conta seus dois maiores atributos: Amor perfeito e Justiça plena. Portanto, da sua onipresença, onipotência e onisciência, Ele mesmo não é escravo desses atributos, tendo o livre arbítrio de usá-los conforme sua soberana vontade. Entretanto, o Deus Todo Poderoso manifesta a sua perfeita Justiça para cumprir a Sua Palavra em amor e respeito ao nosso livre arbítrio.


Paz Seja Contigo!

Discípulo de Cristo,
J.C.de Araújo Jorge

Thiago Boudny disse...

A paz do Senhor mais uma vez pastor Newton!
Gostaria de compartilhar com os irmãos uma nota da bíblia de estudo Escofild, acerca da predestinação, espero que gostem!
Efésios 1.11- Predestinação- "predestinar" significa delinear ou determinar de antemão. Nas Escrituras, essa ideia é mais inclusiva do que a ideia de eleição. Esta ultima sempre está limitada aqueles especialmente escolhidos por Deus. Mas na predestinação inclui a salvação dos eleitos como também todos os outros atos e eventos no universo, tanto bons como maus(at 4, 27.28 gr.). Dentro do plano global da predestinação feito por Deus, é necessário distinguir entre os dois tipos de eventos que foram determinados: 1)os eventos causados por Deus, como p. ex., a salvação dos eleitos, e
2)os eventos permitidos por deus.
Dizer que Deus predestinou os maus dos homens não significa que Deus tenha causado esses atos,já que isso faria Deus o autor do mal.
Deus predestinou, neste caso, significa que Deus, conhecendo de antemão como os homens agiriam em várias circunstancias, determinou de antemão que lhes permitiria agir dessa maneira, isso significa que as ações acontecem como parte de seu plano total, mas deixando queos homens sejam responsáveis pelo que fazem(lc 22.22).
A verdade bíblica da predestinação faz surgirem problemas de difíceis soluções ao intelecto humano, dos quais não podemos escapar rejeitando a predestinação e afirmando a presciência.
Se Deus sabe de antemão todas as coisa, estas são tão inevitáveis como se fossem predestinadas.
Um abraço em Cristo, espero que tenha somado para maior enriquecimento espiritual de todos nós!

vagner ribeiro disse...

Pastor, penso igualmente ao senhor e Admiro sua coragem para falar o que realmente pensa, está de parabéns, continue. Fica na assim a paz

Anônimo disse...

Concordo com o pastor quanto a predestinação e a liberdade de escolha, apesar Dele ter escolhidos a todos,posto que enviou o Seu Filho para salvação do mundo, mas não obriga ninguém a segui-Lo, não é por força, correto? Mas aqueles que abandonarem o barco ou deixarem de segui-Lo é porque nunca se converteram de fato, foram convencidos e porque se sentiam bem em uma sociedade agradável foram ficando, mas se deixaram convencer pelos prazeres do mundo, então nunca nasceram de novo. "É como eu creio e como a Palavra nos mostra. 28 E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.29Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai." João10:28-29

Luís

Fruto do Espírito disse...

Paz, Pr. Newton.

Como um assunto puxa o outro, gostaria de participar com o tema soberania em relação a fé:
Com relação a Soberania de Deus: não trata-se de um deus coadjuvante e fatalista, e sim de um DEUS que tem compromisso com a Sua Palavra e que vela em cumpri-la. Portanto, não se pode confundir a Fé, que é a expressão genuína do homem para com o seu Criador; e Soberania de Deus, que é a Sua própria fidelidade ao cumprimento daquilo que Ele mesmo estabeleceu na Sua Palavra; deixando-nos o livre arbítrio para que nos tornemos também participantes do seu plano de salvação, até que cheguemos na Jerusalém Celestial, onde reina a paz, o amor e a justiça.

Em Cristo,

***Lucy***

Maris Alvarez disse...

O livre arbitrio e algo que faz parte do ser humano, seja ele convertido ou nao. Nao somos robos. O livre arbitrio e uma escolha. O cristao convertido como nova criatura, escolheu fazer a vontade do Pai e abandonar as obras das trevas. O livre arbitrio permanecera no ser humano enquanto ele viver. Pois ate no momento da morte um pode negar o Altissimo e escolher as trevas. Ate Yahushua, o Messias teve livre arbitrio.

Georges disse...

Bem, eu creio que Deus nos deu o livre-arbítrio, que, entretanto, ficou seriamente embotado depois da queda, de modo que temos uma "tendência" para escolher o mal (cf. Rm 7). É aí que entra a graça de Deus, nos capacitando a escolher a vida e não a morte (cf. Dt. 30:19). Não entrarei aqui na questão presciência/predestinação porque o espaço é pequeno, apenas tentarei resumir da seguinte forma: eu persevero porque sou salvo, e não sou salvo porque persevero. Se sou salvo porque persevero, a salvação depende então da minha obra de perseverança, e até mesmo da minha escolha, e portanto eu sou o próprio autor da minha salvação. Não é por aí. A salvação é pela graça (Ef. 2:8,9), é obra de Deus do começo ao fim. O que eu faço nesse processo todo é apenas me render, por ter sido convencido pelo Espírito (Jo 16:8).

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Georges,

A paz amado!

Sempre será a Graça de Deus, que nos garante a Salvação, que foi Predestinada por Deus a todos os seres humanos, e nos será outorgada, se formos fiéis até a morte, pela livre escolha nos entregue por Deus através do Lívre Arbítrio.

Graças a Deus pela Graça de possuírmos a Predestinação antes do Lívre Arbítrio. Assim, pela Graça somos salvos.

Graça e Paz!

O menor dos teus irmãos.

Zilmar disse...

Exatamente perfeito concordo