quinta-feira, 22 de março de 2012

Temos pregado a VERDADE?

Existe no momento uma continuidade 100% normal, comum, humana e ativa, dentro da igreja em todos os aspectos. O conformismo tomou conta, como se fosse algo comum o momento de uma decisão real por Cristo como Salvador!

Necessitamos rever nossos modelos ultrapassados, e valorizar o que nos foi entregue com responsabilidade.

Nos acostumamos com a fórmula constante em nossas atividades ministeriais, e não paramos para uma análise, mais profunda, sobre o que estamos oferecendo aos pecadores que ainda não reconheceram a Jesus Cristo, como o Salvador e o que proporciona a Vida Eterna.

Os ouvintes da Palavra de Deus, sentem que algo falta em suas vidas e, por incrível que pareça, entendem que falta muito mais a ser dito e transmitido.

Mesmo em sua cegueira espiritual, e na necessidade interna de seu ser, sentem muito bem, que os problemas não são a sua causa principal, e estes, não os afligem, tanto e quanto, eles desejam verdadeiramente: Paz no espírito. E, não promessas com soluções mirabolantes para todos os problemas, como é comum, e  fato constante em nossas vidas.

Estes enganos são distruibuídos nas diversas igrejas apóstatas, confusas e sem a direção do Espírito Santo de Deus. E, o intragável, estão em todas as esquinas.

Verifique o vídeo abaixo. Medite e sinta a nossa responsabilidade!
 

Devemos parar de questionar aos ouvintes com a célebre pergunta: Quantos querem aceitar a Jesus Cristo? Enquanto a pergunta deve ser bem direta: Quantos desejam no coração RECONHECER ao Senhor Jesus Cristo, como o Filho Unigênito de Deus, e o único que perdoa pecados?

Infelizmente, vendem soluções de problemas, maior salário, empregos com cargos de gerenciamento etc...

Devemos explicar que o reconhecimento, significa renunciar ao estilo mundano de vida e carregar a sua própria cruz. Ser fiél até a morte é uma irremediável necessidade para se receber a Coroa da Vida.

Precisamos  e devemos freiar a pregação um evangelho açucarado, cheio de soluções imediatistas, e nutrido com falsos sonhos, para chamar a atenção com os pesadelos das heresias que desmantelam a muitos que, são pisados nas multidões interessadas na continuidade da fé aplicada à moda das estatuetas e objetos considerados santos.

Senhor nos ajude!

O menor de todos os menores

3 comentários:

Jônatas O. D. disse...

Olá Pastor Newton, a Paz do Senhor! Ótima postagem, com certeza devemos refletir naquilo que falamos ao pecador em vez de usar bordões já "consagrados" pelo dito popular cristão. Sinto que sabemos muito pouco,(como nos apresenta Paul Washer neste vídeo) sobre a mais importante doutrina da Cristandade, A Salvação! A cada dia que passa, vejo que se dá menos importância à respeito deste tema central da vida cristã em nossas terras tupiniquins. As igrejas não estão preocupadas com conversões genuínas mas sim no "inchaço" aparente, proveniente do acúmulo de aproveitadores que só querem Jesus pelo "pão" que Ele pode dar e não pela Salvação eterna gratuitamente oferecida por Ele! A casa do senhor deveria ser a CASA DE ORAÇÃO, mas temos a transformado em um depósito de gente descomprometida com os princípios bíblicos, fruto deste "pseudoevangelho" centrado no homem!
Gostaria de aproveitar a postagem para lhe pedir orientação sobre o tema Eleição e Predestinação. Vi através de outro vídeo no youtube que Paul Washer defende a visão calvinista. Gostaria de saber a posição do senhor neste assunto e lhe pedir que me desse referência de algum material que deixá-se bem claro o que a realmente a Bíblia diz sobre isso. Imagino que tanto o Calvinismo como o Arminianismo tenham pontos corretos e errados, por isso não podemos nos basear nos mesmos como regra de fé!
Que o Senhor nosso Deus te abençoe!

A Paz do Senhor!

Jônatas O. Duarte

Gilson Barbosa disse...

Prezado Pr Newton,

Acredito que estamos tendo um problema no formato das mensagens pregadas. Pregações que buscam atender as "necessidades pessoais" e não a fiel exposição da Palavra de Deus.

Em Cristo,
Do Blog: www.pbteologil.blogspot.com

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Jonatas Duarte,

A paz amado!

Por favor envie para o meu e-mail pastor.newton@yahoo.com o seu telefone fixo e ligarei para você.

O Senhor seja contigo,

O menor.