terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Orem por mim! Fui ameaçado de ser preso com 3 meses à um ano de prisão!

A matéria que escrevo poderá ser a última caso seja preso, ou se eliminarem o meu blog.

Segue o comentário de um covarde anônimo ao ameaçar-me com o comentário abaixo:

Vamos estar denunciando este site aos órgãos competentes, Difamação não é só anti ético, como também crime.

Difamação (CP)
Art. 139 - Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação:
Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa.

Esperamos tal fonte ser fechada, caso ao contrário vamos tomar as medidas cabíveis, uma vez que não só usaram o nome do Dr.Gilberto Sena.
É isso .'.



Este comentário é resultado da matéria que pode ser verificada no link abaixo:
http://www.pastornewton.com/2011/03/bilhete-aberto-ao-pr-gilberto-sena.html


Vivemos tempos difíceis, onde alguns irmãos tentarão colocar outros em prisões. Para alguns é melhor a união com o príncipe deste mundo e a justiça das próprias mãos do que a justiça de Deus.

Orem por mim e pelos muitos que serão ameaçados em um futuro bem próximo, se não calarem as suas bocas ou demonstrarem insatisfação com o que passa à nossa volta.

Clamai como trombeta de Deus. Vivemos os últimos dias do Final dos Tempos.

Vigiar e orar! (uma observação: Verifiquem no final do comentário do an"onimo, "o sinal"  após o escrito... (É isso aí)

O menor e todos os menores. Um Tradicional Pentecostal.

18 comentários:

Blog Cristiano Santana - Uma Visão do Mundo disse...

Querido Newton

Li o artigo que você escreveu, que suscitou a presente ameaça. Nele está a resposta do dito pastor Gilberto Sena, sobre casas gay.

Ele pensa que floreando suas palavras com uma erudição barata irá converter a verdade em mentira, as trevas em luz?

Dispenso o dicionário para essa verborragia exibicionista.

O Senhor é contigo!

Um grande abraço!

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Caro Cristiano Santana,

A paz amado!

Importante o seu apoio neste seu comentário. É bom saber poder contarmos com verdadeiros servos de Deus em momentos com este.

Permita-me saber com o seu conhecimento em leis, algo sobre esta ameaça.

Ficarei grato, bem como, outros ao lerem as suas orientações, caso retorno a esta matéria.

O Senhor seja contigo, nobre irmão,

O menor de todos os menores. Um Tradicional Pentecostal.

André Gonçalves disse...

Graça e paz!

"E não vos conformeis com este mundo..." Rom 12.2

Pr. Newton,

Vivemos dias tenebrosos onde usarão de todas as formas e meios para querer nos intimidar, mas o Senhor está conosco e virá (ou já veio) dias onde se fará a diferença entre o que serve a Deus e o que não serve.

O Senhor vos de graça!

Em Cristo,
André Gonçalves

Pr. Luiz Fernando disse...

Prezado colega Pr. Newton,
não existe nada em seu texto original que ofenda a honra de ninguém. A liberdade de expressão que o colega utilizou somente o levou a expressar seu desconforto diante da resposta inócua dada pelo nobre Dr. em Teologia. Assim sendo, a ameaça feita é somente uma bravata e nada mais. Ninguém sério perde tempo em processar ou tentar tirar um blog do ar porque outro expressou uma opinião. Acima das bravatas está Jeová Jire. Ele tem o domínio de todas as coisas e somente Ele determina nossas sortes. A blogsfera cristã está em oração pelo amado colega.
Um forte abraço
Em Cristo
Pr. Luiz Fernando

Sergiano Reis - EBDicas disse...

A paz do Senhor Jesus meu irmão Newton.

"Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa."(Mateus 5)

Estamos orando por vós e digo também ao provocador de plantão que estou em pleno acordo com a opinião do nobre amigo Newton. Vão ter que vir aqui no Tocantins pois todos os servos de Deus daqui descordam do "dôtô".

Jesus é nosso amigo!

JCavalheiro disse...

Caro Pastor Newton a Paz do Senhor!

Li sua postagem e também a indicada pelo nobre servo de Deus! É escandaloso que alguém se julgue insultado por ser confrontado em suas convicções e suas respostas evasivas e faça uso de expedientes condenáveis no meio cristão,de armas constantemente usadas por nossos inimigos, e por estes meios venha de maneira anônima atacar aqueles que não se conformam com suas posições, falando difícil para não dizer nada e confundir aqueles que buscam respostas concretas sobre assuntos atuais que exigem posições firmes. Não conheço o referido doutor teólogo, mas posso dizer que ele foi muito infeliz em sua resposta.
Conte conosco em nossas orações e certamente as portas do inferno não hão de prevalecer contra a Igreja e os servos do Senhor.
Abraços do amigo e irmão...

Pr. João Q Cavalheiro

Judson Canto disse...

Caro pastor Newton,

O politicamente "correto", com sua hipocrisia e sua moral de esgoto, está criando uma geração de covardes, que não suportam a menor contestação. Infelizmente, as ações de grupos antidemocráticos têm recebido apoio de entidades poderosas como governos e a mídia. A causa gay, principalmente, hoje funciona como forte moeda de troca política. Mas a verdade é que sempre haverá pessoas corajosas para denunciar esses abusos, e os covardes, mais cedo ou mais tarde, pagarão pela sua covardia.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Caros amigos da última hora do Final dos Tempos,

A paz amados!

É chegado o momento em que muitos se unirão pelo amor real à Palavra de Deus, e não se ausentarão do compromisso e da responsabilidade, que vem do interior do ser. Este alimentado pela fome e pela sede de justiça.

O Senhor seja com cada um dos irmãos, nesta empreitada,

O menor de todos os mneores.

Gilson Barbosa disse...

Graça e paz pastor!

Venho demonstrar minha solidariedade e dizer que estarei orando pelo senhor. Em certos casos é melhor comunicar nossas ideias de maneira impessoal. Também escrevo publicamente, sempre com muito cuidado.

Em Cristo,

Do blog: www.pbteologil.blogspot.com

Alan disse...

Estamos orando pelo irmão! Que o irmão e seu blog continue sendo usado pelo Senhor na proclamação da Sua Palavra!

Grande abraço,
Ev. Alan G.Sá
www.manejandobemapalavradaverdade.blogspot.com

Alan disse...

Estamos orando pelo irmão! Que o Senhor Jesus continue te usando e seu blog para proclamação de Sua Palavra!

Deus continue te abençoando!

Ev. Alan
www.manejandobemapalavradaverdade.blogspot.com

Alberto Couto Filho disse...

Menorzão,

Paz
Recebeu o comentário do seu causídico?
Alberto

Alberto Couto Filho disse...

Menoirzão
Paz
Você conhece o principio da causalidade, pois sim?
O nexo causal existe, a partir daquele seu comentário (efeito/resultado) àquela verborrágica resposta à pergunta da revista Acontece:
Revista ACONTECE pergunta aos participantes da enquete: Você é contra ou a favor de casais gays adotarem, ou gerarem filhos em barrigas de aluguel?
Embora que para um pastor, teólogo e tudo o mais que, em seu site se arroga ser, a resposta esperada fosse apenas uma (sou contra), o posicionamento daquele gênio da teologia é, indubitavelmente, a causa.

Correndo o risco de ser também acusado de difamação, calúnia e injuria (rsrsrs) parece-me que o propósito daquele senhor foi chamar, para si, a atenção dos leitores daquela revista.
Nós, cariocas, classificamos a postura daquele ministro do evangelho como uma "presepada". O texto da sua "esquisita" resposta, depois de traduzido, mostrou-nos uma afronta ao preceituado pela Lei do nosso Deus no tocante à família.
Esse senhor, com “tiradas” de David Hoffmeister, faz-nos crer que está cursando o UCEM – “Um curso em milagres”. (também conhecido como ACIM em inglês), Um Curso em Milagres é, ainda, um livro considerado por seus alunos como um “caminho espiritual”.
A desconhecida "Psiêutica", inovação (?) da Faculdade de Teologia Reformada, da qual é um prócer administrativo, está alicerçando os ditos incompreensíveis daquele senhor, uma absurda algaravia para justificar ser partidário da adoção por gays, e favorável à barriga de aluguel.
Ei-la, mais uma vez:
"Existe uma questão Filosófica, Teológica e Psicológica. E o movimento pendular desconfortante. Análise do ponto de vista filosófico: Filososóficamente quando alguém deseja adotar outra, não o faz, a não ser pelo desejo linear contínuo acentuado amoroso. E quem pode julgar o ato de compaixão de uma pessoa?”
Misericórdia! I do not understand absolutely nothing! Just he is understood that is favorable to the adoption and surrogacy

Alberto Couto Filho disse...

Primeiramente quero mandar um recado para aquele estúpido comentarista anônimo:

O anonimato é um disfarce usado por pusilânimes e poltrões; é o valhacouto e o refúgio dos covardes, daqueles que, intimamente, têm medo de serem responsabilizados pelo que escrevem e pelo que poderá advir como consequências da sua estupidez. Oscar Wilde disse não existir outro pecado além da estupidez. Segundo ele ”nós gritamos contra o pecador todavia não é o pecador, mas o estúpido, que é a nossa vergonha.

Aquieta-te, nobre amigo porque você não está incurso no artigo 139 e, tampouco poderia ser sido afrontado pela ignorância daquele (s) comentarista (s) anônimo (s) - a ameaça foi formulada no plural.
Convenhamos, não acredito que aquele (a) comentarista saiba o que significa o “plural majestático”.

Mesmo sem sua procuração “ad judicia”, permita-me o nobre pastor atuar como um seu outorgado, para apenas contestar, replicar e arrolar testemunhas nesta querela, nesta ridícula ameaça de denúncia com imposição de pena.
De que mesmo você acusou aquela sumidade teológica?
1 – De “IRRESPONSABILIDADE COM O DEUS DA BÍBLIA SAGRADA”, quando detectou, naquela resposta, uma dissimulada inibição à enquete daquele periódico, no afã de ser agradável e simpático àquela causa; aos leitores daquela revista.
Veja meu amigo, que na resposta daquele pastor, algaravia em que se diz favorável a tal prática, subentendesse um tácito consentimento, a permissão e sua aquiescência a comentários contrários de quem tem compromisso com o ofício pastoral.
Consequentemente, “volenti non fit injuria” – não se faz injúria àquele que consente.

Alberto Couto Filho disse...

Leia isto, extraído do site da FATEFFIR: Psiêutica é uma ciência da Religião. Trata-se de uma inovação da FATEFFIR. Tem crescido muito a demanda por um curso de ACONSELHAMENTO que considere os elementos vitais da Fé Cristã.
Se confrontadas, a resposta daquele teólogo, com a sua versão etimológica para esta palavra, estaremos diante de algo, no mínimo, paradoxal:
A palavra psiêutica vem de DOIS (2) termos gregos: PSIQUE (alma) + MAIÊUTICA (Maieutikos vem de maieuesthai e significa “agir como parteira”), conforme significado extraído do site da Sociedade Brasileira de Psiêutica, presidida por aquele senhor.
Data vênia gostaria de arrolar o testemunho bíblico do apóstolo Paulo ao dirigir carta aos gálatas quando trocaram o Evangelho de Cristo por outro credo, intimamente ligado a um tipo de legalismo anticristão.
Gl 1:6 – “Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro Evangelho”.
Paulo estava indignado com a irresponsabilidade dos gálatas, vendo-os contrariar preceitos divinos, e suas atitudes denotavam que estariam virando as costas para Deus.
Em termos psicológicos, aquela resposta é uma reação natural à ideia de, posteriormente, ser confrontado por homossexuais;

Gl 1:7 – “o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo”.
Ad argumentantum tantum, aquele senhor, pastor, teólogo, mestre (1Co 12:28) e doutor em divindade, sentindo-se pressionado, provou ser susceptível à malevolência de insinuações de indivíduos que, falseando e deturpando as Sagradas Escrituras, buscam a prevalência das suas convicções.

Gl 1:10 – “Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo “
É evidente que a resposta daquele pastor tinha um objetivo; um propósito: Favorecer gays em suas pretensões, mesmo como servo de Cristo .

Alberto Couto Filho disse...

2 – Você classificou a resposta daquele “MINISTRO DO EVANGELHO DE CRISTO” como coisa “sem pé, nem cabeça”;
Você quis dizer que aquele senhor algaraviou o texto de tal forma que mesmo buscando um dicionário não se encontra o sentido da frase. Se não, vejamos:
“...não o faz, a não ser pelo desejo linear contínuo acentuado amoroso”
Desejo - Vontade de possuir ou fazer algo.
Apetite sexual.
Anseio, ambição.
Linear – Expressão linear em relação a uma letra, expressão na qual essa letra não entra senão no primeiro grau.
Contínuo – Não dividido na extensão: linha contínua.
Não interrompido na duração:
Acentuado – Pronunciado claramente. Fig. Relevante, saliente. Expresso com vigor:
Amoroso – Que sente amor; terno, carinhoso, meigo: sorriso amoroso.
Propenso ao amor, amorável: gênio amoroso.
Aqui está: “Sem pé, nem cabeça”! Fora da realidade, sem lógica, sem sentido. Alguém – localizou as palavras no dicionário, mas não soube concatena-las para formar um raciocínio lógico. Isto é, tipicamente próprio da pseudointelectualidade.

3 – Você sugeriu, apenas sugeriu a falta de senso e de coragem daquele “UNGIDO DO SENHOR”.

Ninguém, nem mesmo aquele ilustre teólogo, pode questionar o fato de que o moralmente correto, a verdade absoluta, está na Palavra de Deus. Um teólogo não pode desconhecer esta assertiva.
É necessária ao homem erudito adquirir o senso crítico do que é moralmente correto. Isto é uma obviedade, um truísmo.
Faltou-lhe este senso crítico.
Se ele sabe o que é fazer o bem, lançando mãos e voz do que é correto para expressar a Verdade, deve seguir Confúcio nesta célebre frase: “Saber o que é correto e não o fazer é falta de coragem”
Então, faltou-lhe coragem para fazer valer o contido na Palavra de Deus.
Tiago assinala que este proceder é considerado um pecado (Tg 4:17).

Alberto Couto Filho disse...

Considere, meu amigo, em relação ao definido no art 139:
• Imputar algo desonroso a outrem, mas não qualquer fato inconveniente, mas fato efetivamente ofensivo à reputação (Núcleo/Tipo);
• É necessário que o fato seja descritivo, não servindo um mero insulto ou xingamento (imputar)

Considere ainda:
A) A prescrição/denúncia inconsistente
O fato – ocorrência: 09.03.2011 - “Dormientibus non sucurrit jus” (o Direito não protege os que dormem)

B) Culpabilidade – comprovação de inexistência – “Nullum crimen sine culpa” (Não há crime sem culpa)

C) Significância – sem méritos – “De minimis non curat praetor” (O juiz não se preocupa com coisas insignificantes)

Oportunamente, enviarei o valor dos meus honorários kkkkkkkk
Descanse nAquele que te amou primeiro
...E que venha a denuncia

Alberto, tradicionalmente, amigo dos seus amigos.

Pastor Guedes disse...

Caro Pr. Newton,

A Paz!

Quis escrever, mas ao ler os comentários do Alberto Couto, nosso amigo, logo vi que o Amado está bem de advogado.

A mim, basta orar pelo Amado Amigo e também denunciar esse tipo de comportamento ameaçador desse seu leitor.

Descanse.
No Amor de Cristo!