segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Haverá Carnaval no Rio de Janeiro!

Triste saber que esta tragédia, certamente, esconde nas reportagens o real número de vidas perdidas pela irresponsabilidade governamental.

Qual o motivo? Será o Carnaval? Este que se aproxima com suas máscaras e fantasias?

Este que tenta esconder os pecados da carne com a tal de quarta-feira de cinzas valorizada pelos idólatras?

Qual será o ânimo deste povo que continua de boca ABERTA, diante deste trágico acontecimento que enlutou a tantos e tantos?

Descobri ao ler via internet no Jornal O Globo, que a prefeitura de Friburgo adiou as festividades e poderá(?) realizar o seu carnaval fora de época. Para a alegria de quem ou de quantos?

Fora de época desta tragédia? Dá para esquecer... at[e quando? O povo está sufocado em agonia e esta administração, tenta agradar a quem? Por qual avenida seria o desfile? Talvez encontrem quem empreste uma avenida. Bem distante!

A avenida principal foi marcada com sangue e tristeza por suas vias e desvios, em suas construções sem licenças, e sem a devida preocupação das autoridades sufocada pelo JEITINHO BRASILEIRO?

Sou contra esta política sem a devida vergonha!

O número de vidas perdidas neste CAOS, somente será anunciado, depois do carnaval. Depois da quarta-feira de CINZAS. Depois da ganhadora na AVENIDA. Avenida de mortos desconhecidos e desaparecidos.

Triste. Muito triste!

O menor de todos os menores.

5 comentários:

Pr. Carlos Roberto disse...

Prezamado pr. Newton Carpintero,

Sem falar na questão espiritual, na realidade o carnaval é hoje uma festa de interesse e lucro, onde que tem seu ganho já estimado, jamais quer perder. Quanto ao povo... ah, o povo...

Que Deus tenha misericórdia desta nação brasileira.

Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto

Pr. Flavio Constantino disse...

Meu querido Pastor Newton,

A Paz do Senhor,

Eu falava algo parecido com essa importante denúncia que o senhor faz nesse texto. Pior do que a tragédia em si é sabermos que no período da "festa da carne" o povo já terá esquecido que ainda existem centenas de pessoas desaparecidas e mortas e que as famílias desabrigadas precisam e precisarão de nossa contínua colaboração e solidariedade.

Amanhã, querendo Deus estarei com minha esposa e mais um casal de irmãos lá da igreja levando 300 litros de água à Igreja do nosso querido Pastor Geremias do Couto em Teresópolis que tem funcionado como ponto de arrecadação naquela cidade especificamente.

Um grande abraço,

No Amor de Cristo,

Pastor Flavio Constantino.

CANTOR MOISÉS VIEIRA disse...

Será que as pessoas pensam assim, será que elas querem refeltir sobre isso? Que pena, que Deus tenha misericórdia dessas vidas. Um grande abraço! Como diz o Senhor: O menor entre todos kkkkk

CANTOR MOISÉS VIEIRA disse...

em tempo, meu blog não consta na sua lista de contatos, será que poderia fazer parte desse seleto grupo? pense com carinho.

Anônimo disse...

A Paz do Senhor meu amado pastor, estou acessando sua página e escrevendo pela primeira vez aqui, para lhe agradecer por sua presença (ontem dia 3 de fevereiro) em nossa Igreja. Foi um prazer muito grande conhecê-lo, que o Senhor Nosso Deus continue sempre com Suas mãos estendidas sobre sua vida. Pb. Herlon Charles