sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Viver melhor para Deus! O Senhor deseja que vivamos melhor para Ele!

A importância que motiva o nosso ser a viver o Evangelho de Cristo, como um homem ou uma mulher de Deus, deverá ser representado pela responsabilidade, diante dos homens como resultado da nossa dedicação ao Senhor!

A vida está debilitada à nossa volta. A vida da maioria, inclusive dos muitos que afirmam, possuírem a Salvação, está sem consistência.

É comum pensar, conforme as pregações positivistas que tudo será diferente.

A necessidade de uma permanente averiguação ao nosso estilo de vida, com parâmetros bem definidos à Palavra de Deus, deve ser uma constante preocupação nestes últimos dias do Final dos Tempos.

A Palavra de Deus nos convida a Vigiar e a Orar! A Palavra de Deus nos desafia a estarmos atentos, conforme o que está escrito nos Livros de:

Mateus 12: 33: Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom, ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore.

Mateus 18:08: Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo, ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno

Romanos 12:02: E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

Filipenses 3:17: Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam.

Tito 2:07: Em tudo te dá por exemplo de boas obras; na doutrina mostra incorrupção, gravidade, sinceridade,

Tiago 3:11: Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?

A distração com os problemas desta vida, representa o maior motivo de enfraquecimento espiritual. Portanto, é momento de averiguarmos e questionarmos.

É momento de paramos a cada momento em nossos afazeres do dia, e nos desafiarmos se estamos vivendo a palavra de Deus, pois, somente assim, saberemos reconhecer o quanto devemos caminhar de acordo com a alternativa desafiadora e consistente, explicada pelo Espírito Santo de Deus, ao coração sincero e sedento de fome e justiça de Deus.

Deve ser com intenso e ardente valor o desejo em servir ao Senhor Jesus Cristo. Deve ser com muita garra, determinação, objetivos, e assim, entendermos o que sustenta verdadeiramente o radicalismo da Palavra de Deus, quando nos induz a sermos: CONSERVADOS IRREPREENSÍVEIS.

Devemos meditar no que nos informa o Livro de I Tessalonicenses 5:23: E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.

Somente desta forma não caíremos em tentação, conforme está escrito no Livro de Mateus 26:36: Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.

Devemos estar convencidos que vivemos como nunca a necessidade de: VIGIAR E ORAR!

O Senhor nos ajude, nestes momentos tão difíceis em que a igreja, está envolvida com as carícias do mundo e entrega-se às heresias e a armadilhas tão envolventes como a da Falácia da Prosperidade.

Precisamos vigiar nestes momentos, em que a igreja estará com seus líderes envolvidos aos ajuntamentos solenes de políticos. Muitos ao se envolverem aos interesses por poder, se desviam sensivelmente dos compromissos comuns aos crentes e perdem a liberdade em estar diante da igreja verdadeiramente, segundo a Palavra de Deus em seus compromissos, envolvidos com a necessidade de seus expreitados objetivos e não com os da comunidade, neste Brasil tão sofrido e tão desamparado, onde a população passou a ser sugada com força e violência, através de falsos pastores e perfeitos vilões que ameaçam a igreja.

Maranata, por favor, volte Senhor Jesus!

O menor de todos os menores.

4 comentários:

Presb. Fabio Scofield disse...

Olá! Pr. Newton, Graça e Paz...

Parabéns pelo excelente texto!
"Viver melhor para Deus!",Isto me faz lembrar a pergunta dos fariseus, sobre qual seria o maior mandamento da lei.
Mestre, qual é o grande mandamento na lei?
E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.

Este é o primeiro e grande mandamento.
Parece que, estamos vendo Jesus fazendo uma pausa, para observar aquele homem, para ver se ele ficara satisfeito com a sua resposta, que sendo ele um fariseu praticante da lei, certamente Jesus havia acertado em cheio, e ele estava satisfeito com Jesus, e com sigo mesmo.
Porem, Jesus retrucou: existe um segundo, semelhante a este! Eu posso até imaginar a cara de surpresa daquele fariseu perguntando, outro? Sim! Disse Jesus: É Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.(Mt-22:34-40).

Amado Pr. Newton, O mundo está podre em depravação, sensualidades, brutalidades e injustiças em todas as áreas da sociedade; mas não há nada pior do que a falta de amor entre os crentes; os irmãos em Cristo. Deus é amor, quem não ama, não conhece a Deus.
O Senhor deseja, sem duvidas, que vivamos melhor para Ele, quando vivermos também melhor com o nosso próximo.
Deus abençoe a sua vida sua família e seu ministério...

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Prezamado pr. Newton

A paz do Senhor!

É isso que nos ensina a parábola dos talentos.

Sabemos em quem temos crido. Sejamos submissos ao Deus do Universo! Em breve Ele voltará e ira julgar esses conforme todas as palavras que estão enganando a muitos. Tempos piores estão a nossa frente.

Sejamos firmes e constante em buscar ao Senhor.

Oziel Castanho disse...

Pastor Newton,
Parabéns pelo texto.

Ele é 100% excelente.

A Paz do Senhor.

Alberto Couto Filho disse...

Pastor Newton,
Creio que, em relação a líderes no ofício pastoral, o melhor para Deus seria mesmo seguir a orientação do apóstolo “das gentes”, como em (FP 3:17) “Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam”.
Paulo , ainda, disse aos Efésios em (5:1,2) – “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados, e andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave.”
É assim que devemos agradar a Deus, chamados que somos para obras de misericórdia e não para semear contendas entre irmãos o que, para ELE, é abominável (Pv 6:16, 19).
Pastores simples e humildes se esforçam para imitar a Cristo - São os escolhidos e capacitados por Deus – São sábios e têm sempre algo a dizer, sem dizer o que, realmente, sabem.
Infelizmente, há os pastores arrogantes, e os pastores zombeteiros que, na sua mediocridade, arremedam e contrafazem a Cristo – São os capacitados não escolhidos por Deus – São parvos que necessitam dizer algo, embora não saibam o que dizem. Seus espíritos medíocres condenam tudo o que não está ao seu alcance (François La Rochefoucauld).
O humilde vive melhor, 100%, para Deus, enquanto o arrogante ou o zombeteiro vive melhor, 100%, para si mesmo. Ai está um truísmo – nada a discutir.
Seu conservo