sábado, 23 de outubro de 2010

João 8:28! Jesus Cristo Deus e Jesus Cristo homem!

Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes o Filho do homem, então conhecereis quem eu sou, e que nada faço por mim mesmo; mas falo como meu Pai me ensinou.

Infelizmente, muitos creem que o Senhor Jesus Cristo:

Lutou para não pecar ou se entregar aos braços de uma mulher. Lutou para não ser corrupto. Lutou para não ser um pregador com interesses por dinheiro. Lutou para não aceitar ser subornado. Lutou para não pecar. Lutou para ocupar cargos por interesses. Lutou para agradar aos seus seguidores ou lutou para não evidenciar a sua humanidade. Lutou para não aceitar enganar que estava cheio de poder e se balançar nos eventos com RE.TE.TÉ. Lutou para não participar dos eventos de grandes proporções e grande frequência.
Lutou para não apoiar candidatos políticos. Lutou para impedir aos seus seguidores que o elevassem ao pódium(desculpem: púlpito) e outras carnalidades dos humanos.

Afinal para muitos ele passou por TUDO, literalmente o TUDO imaginável e literal. Não há perdão! Para o que perdoava e não tinha pecados.

Incrível, o nosso Senhor Jesus Cristo ser, como muitos anunciam e afirmam: 100% humano! E... não possuir pecado, muito pelo contrário - Ele é o que perdoava pecados. Será que há algum exagero nestas afirmações?

Que luta... a de muitos... que desejam atribuir ao Senhor Jesus Cristo, a propaganda das artimanhas do diabo, e assim, atribuir uma força de vontade do tipo autoajuda, como muitos a pregam, e insistem, como que afirmassem que, o nosso Senhor Jesus Cristo, desanimado reclamava com o Pai, "todo o tempo e o tempo todo", em seus momentos de constante oração.

Afinal, este é o pensamento dos estudiosos que desejam transformar o que foi gerado pelo Espírito Santo de Deus, em um ser humano qualquer com as mesmas falhas e genes de Adão. Sim! O mesmo Adão que recebeu em sí o pecado pela desobediência ao mesmo Deus. Este sim, em rebeldia aos ensinos e as orientações propostas e bem definidas pelo seu Criador - desobedeceu e pecou! O nosso Senhor Jesus Cristo não!

O nosso Senhor Jesus Cristo, ao contrário das suposições, era o próprio própósito, e afirmou conforme definido em João 8:28:

"Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes o Filho do homem, então conhecereis quem eu sou, e que nada faço por mim mesmo; mas falo como meu Pai me ensinou."

A preocupação do nosso Senhor Jesus Cristo, é bem visível ao lermos: E que nada faço por mim mesmo, mas falo como o meu Pai me ensinou.

Louvado seja o único e eficiente Salvador que, não nasceu em pecado, não foi gerado em pecado e foi plenamente como homem conduzido sem pecados por ser 100% Deus, apesar de ter-se humilhado diante dos homens e ter sido conduzido pelo próprio sumo do seu ser: Santo!

Alguns evidenciam o desejo ao sabê-lo orando e jejuando, para melhor defini-lo em constante luta, diante do mundo com as oferendas carnais e de proveito passageiro alé da responsabilidade a que veio.

Ele o nosso Senhor Jesus Cristo sendo gerado pelo Espírito Santo, provocou o salto do que estava sendo gerado no ventre de Isabel, Ele o nosso Senhor Jess Cristo, permitiu-se a sí mesmo, despojar-se da sua Glória, não do seu poder, para estar em um momento de humilhação no corpo humano, também sua criação. Muito a escrever e muito mais a reescrever, sempre na mostra constante, que nada exatamente sabemos, muito bem, antes daquele dia tão esperado. Quando com Ele, estaremos!

É impossível admitir que os 100% homem, representados pelos eruditos da Teologia, defina com exatidão que o nosso Senhor Jesus Cristo homem, pode ser incluído no que está escrito no livro de Romanos 3:23:

"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;"
(O nosso Senhor Jesus Cristo fazia parte deste TODOS?)

Creio que NÃO! E não creio que SIM!

Volte em breve nosso Salvador e Senhor Jesus Cristo!

O menor de todos os menores.
Qualquer heresia que possa ser descoberta neste texto, por favor, com o coração puro, em amor me avise. Não há definições de nenhum teólogo copiada neste texto.

5 comentários:

Doutrina Cristã disse...

Amado Pr. NC.

Veja você o valor inestimável da “Obediência” – pelo visto toda felicidade depende dela. Ate a Fé.
Estive pensado sobre, se Jeová era ou não um Deus Feliz. E chegue a conclusão que atualmente Ele é muito Feliz.
1º porque não havia quem pudesse lhe dar algo que ele já não tivesse, e agora ele encontrou alguém que pudesse recompensar o "Seu Amor" - a saber, Seu Filho Jesus.
Imagina, Jesus foi capaz de dar, a Deus seu Pai um presente, e melhor, algo que Ele ainda não tinha e precisava muito ter - "A PAZ" - em resposta ao "Seu Amor".
Pela obediência, Jesus conseguiu transformar o nosso Pai em um Deus Feliz.
Agora Ele Jeová fala aos quatro ventos: "Eu tenho o melhor, e o mais perfeito Filho do universo" - "Eu sou Feliz"
Assim sendo nosso Deus Feliz, deseja que sejamos também “pais felizes”...

grande abraço, fique na paz.

LC

Cleverson disse...

Pastor Newton, esta ai o motivo do senhor fazer parte em minhas orações.
Estaremos orando e clamando ao Grande El SHADAY pela vossa vida e de vossa prezamada familia. Que Deus o abençoe e lhe dirija sempre, porque os vossos posts tem nos edificado e firmado cada dia a nossa caminhada rumo a Canaa Celestial.

Em Cristo,

Cleverson.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamigo e nobre Luis Cledio,

A paz do Senhor!

Grande satisfação receber o seu comentário.

Vá em frente na responsabilidade entregue em suas mãos.

A luta é grande e a vitória é MAIOR.

Somos mais do que vencedores por quem nos amou primeiro!

O Senhor seja contigo!

O menor de todos os menores.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

prezamigo cleverson,

A paz do Senhor!

Recebi com lágrimas o seu comentário, que para mim, foi exatamente uma oração do tipo aroma suave ao trono da Glória de Deus.

O Senhor seja contigo e com a sua família.

Seja exemplo querido irmão, diante deste mundo que anda cegamente em direção ao abismo.

O menor de todos os menores.

Alberto Couto Filho disse...

Pr Newton

Os "pais felizes", querença do Altíssimo, lembrados pelo nobre Luiz Clédio, aqueles que oram pelas nossas vidas ao grandioso El Shaday, como faz o irmão, amado Cleverson;
Tudo isto associado à excelência da postagem, levam-me a uma única pergunta:

Chega...ou querem mais??
Ele que nos conhece muito bem