terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Você prefere ser CRENTE ou PIRATA?

Os PIRATAS não desejam ser CRENTES, mas, muitos CRENTES estão se tornando crentes piratas.

É vergonhoso saber que a pirataria, tomou proporções desastrosas, e que promovem a "FILANTROPIA", com produtos roubados de outros pensantes.

O estilo é predatório ao correto, e um recurso que corrói as emoções e ao sentido comum, ao que deseja servir ao Senhor com sabedoria e conhecimento. Esta possível associação com o mundo, dá aos crentes interessados em facilidades, o cheiro inconveniente dos desastrados da fé.

A fome não deve motivar, como sugerido por alguns, a inconstância catedrática de muitos filósofos na maré alta da pirataria.

Um bando cambada de intrusos nos direitos autorais, possui como pretensão associada, os próprios interesses em provocar desarmônia com o correto e projetar a discórdia entre escritores e leitores.

Simples, observar que o escritor por sua vez, também é um leitor que defende os direitos nas compras que faz. Afinal, com certeza, muitos dos escritores, são pronunciadamente, os que mais leem e os que mais investem em livros.

Investir em livros evangélicos, e se bem selecionados, constitui-se em plantar conhecimentos necessários a nossa vida espiritual. O mesmo Deus que cuida da sua Palavra, ou seja, a Bíblia, continua a inspirar a muitos escritores e a satisfazer aos leitores assíduos e constantes na busca de material elucidativo e explicativo.

Vamos promover a lógica com responsabilidade. Vamos promover um NÃO à PIRATARIA. Vamos promover o que significa ser CRENTE, e não apenas ser um crente qualquer.

Crer até o diabo crê, portanto vamos definir com mais clareza que errar é humano, mas, continuar no erro é desumano e incorreto diante de Deus.

Quantos podem dizer não a este erro que provoca os CRENTES DE VERDADE?

Vigiar e Orar! Orar e Vigiar!

O menor de todos.

9 comentários:

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro amigo, pastor Newton Carpintero:

Muitos preferem se "justificar" com o seguinte raciocínio: "Quem de nós não usa produtos ilegais?", partindo da premissa de que todos são denonestos até que se prove o contrário.

Não é por acaso que a Palavra de Deus nos manda combater bravamente contra o pecado, COMO se estivéssemos em uma luta na qual resistíssemos até ficarmos sangrando (Hb 12.4). Eu disse "COMO". Isso é uma figura de linguagem chamada símile, que envolve comparação. Não estamos em uma luta sangrenta real, literal, mas temos de lutar contra o pecado como se na tal luta estivéssemos.

Não podemos nos acomodar com a pirataria. Muitos preferem adotar o discurso político e se levantam contra as leis, como se elas fossem injustas; outros se levantam contra os autores, como se eles estivessem enriquecendo às custas dos "menos favorecidos"; outros, ainda, culpam as editoras de publicarem obras por puro interesse financeiro... Não seria mais fácil os "crentes piratas" assumirem os seus pecados e se arrependerem deles?

Que este seu artigo desperte a muitos.

Em Cristo,

CSZ

Robson Silva de Sousa disse...

EU DIGO NÃO, COM "TIL" MAIÚSCULO... SE É QUE ISSO É POSSIVEL...

Paz amigo,

É lamentável o que estamos vendo e ouvindo (sic) no blog do Pr. Ciro Zibordi... Já imaginou quando chegarmos realmente ao ponto em que os comentários nos blogs puderem ser audíveis??? Haja orelha! Serão impropérios em cima de impropérios... É melhor nem levantar a lebre...

Quanto a pilantro-pirataria gospel da qual se referiu, é uma triste realidade, da qual eu TENHO VERGONHA como crente.

Mas, fazer o quê?! O jeito é clamar, clamar e clamar...

TEMMMM MISERICÓRRRRRDIA, SENHOOOOOR!

Abraço,

Robson Silva
The little man

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Nosso prezamado pr. Ciro Zibordi,

A paz do Senhor!

Nobre pastor, encontramos nesta luta à Porta Estreita, diversos FAZEDORES de atalhos que promovem seus MAPAS, de melhor relacionamento com Deus. Puro engano!

COMO é comum aos comuns, PRODUZIR vantagens, estaremos sempre à beira do precipício lutando para não sermos empurrados à morte (CALAR) calar é estar morto diante de Deus, e deixarmos a responsabilidade de lado. eles desejam sufocar-nos diante do mundo. Não! NUNCA!

Precisamos denunciar a pirataria, bem como, acabar com os PAPAGAIOS DE PIRATAS. Estes, são piores, pois, repetem ao longe o que sentem em seus corações com seus griots estridentes e contaminados pela impureza agressiva, nestes últimos dias do Final dos Tempos.

O desejo em acabar com as editoras evangélicas, apesar de alguns erros, o que é comum ao ser humano, provém do príncipe das trevas e do que não vigiam, diante desta proposta.

Sigamos em frente na certeza que o Senhor é o que nos utiliza como seus instrumentos.

O Senhor seja contigo meu amigo!

O menor de todos.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pb. pr. Robson Silva,

A paz do Senhor!

Lamentável, mas é o que passa nos corações ajustados ao convívio com os interesses do mundo.

Em breve teremos comentários audíveis, com certeza, não duvide! Aí, muitos sentirão vergonha e nossas orelhas precisarão de mais COTONETES.

quanto ao "TIL" maiúsculo é uma excelente novidade que poderá ser desagradável aos crentes-piratas-crentes. Eles o são, mas, destestam serem chamados deste nome AGRESSIVO. Isto inibe os seus corações e cria um rítmo agressivo. Cuidado!

Exatamente "concordável" a sua afirmação de que necessitamos clamar e clamar em nossos blogs, com a nossa informação, que poderá ser PIRATEADA à vontade, como importante à outros editores de blogs, e assim, a divulguem com mais vigor.

O Senhor seja contigo, meu nobre amigo!

O menor de todos.

Pr. Gualter Guedes disse...

Caro Pr, Newton

Sábias palavras. Concordo plenamente com o seu ponto de vista e com o ponto de vista do Pr. Ciro. Li o artigo e os comentários regozijando na leitura. Um Abraço nobre Pastor.

A Paz do Senhor

Pr. GG

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. GG (Gualter Guedes),

A paz do Senhor!

Com certeza, o que escrevemos é resultado do nosso sentimento e da sabedoria que nos alimenta através do Senhor, por sua misericórdia e bondade.

Gostei do pr. GG.

O Senhors seja contigo e um grande abraço!

O menor de todos.

Geovani Figueiredo dos Santos disse...

Meu pastor Newton Carpintero, lhe saúdo com a bendita paz de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!

Vivemos uma época de homens sem escrúpulos, de autoridades sem escrúpulos, de pastores sem escrúpulos, de crentes e mais crentes sem escrúpulos! Se no mundo o angu já embolou de vez, no mundinho 'Gospeliano' habitado por charlatães e pseudocrentes travestidos de ovelhas ninguém sabe quem é quem.

É uma lástima que supostos "servos de Deus”, digo supostos, porque verdadeiros crentes renascidos e que conhecem a Jesus não transigem com o erro e, nem tampouco, participam de espetáculos deprimentes de concordância com o que é ilícito.

Isto porque crentes legítimos seguem a risca o que Paulo disse aos Filipenses. Vejamos: "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai” (Fp 4.8). E, também, o que está em Apocalipse: "Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda” (Ap 22.11).

Por esta razão sempre reitero que existe uma minoria que, seguindo a Palavra e tendo temor e tremor diante da mesma não dão lugar em seus corações a tais atos criminosos. Muitos podem até dizer: você está pegando pesado! Mas, não é isso mesmo?! Qual a diferença de um falsário, um estelionatário ou de um prestidigitador para um crente que compra mercadoria pirata ou piratea? Eu acho que nenhuma. Todos estão de igual modo transgredindo a lei, e todos nós sabemos que aqueles que transgridem a lei são transgressores. Não existe meio termo. Tiago declara: "Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado” (Tg 4.17).

Quer palavra mais incisiva do que está? Se não acatamos o que está escrito como podemos dizer que somos crentes em Jesus? Não podemos coadunar com os conceitos e padrões deste mundo, nem ir pela cabeça de uma maioria que acha que está certa. Perfilemos sempre ao lado daqueles que mesmo sendo taxados de quadrados, antiquados; permanecem incólumes diante de suas próprias consciências e diante do Deus Vivo a quem prestaremos contas de nossas obras – sejam boas ou más. Lembremos, pois, com tremor e temor a admoestação de Hebreus: "Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo" (Hb 10.31).

Que Graça do Senhor Jesus inunde o seu coração e mente! Shalom!

geziel disse...

A paz Pr Newton!

Tenho acompanhado seu blog, e percebido que seus textos estão em sintonia com os do pr Ciro, outro servo de Deus didicado a palavra.

Que Deus continue te inspirando na palavra.

Grd abrç
Ev.Geziel Silva Costa

Geovani Figueiredo dos Santos disse...

Pastor Newton, desculpe-me por mais este comentário. Eu gostaria de avisá-lo que transformei o comentário anterior em uma nova postagem em meu blog por achá-lo relevante para admoestar alguns irmãos no que diz respeito à pirataria. O título da postagem é "Crentes sem Escrúpulos". Enviei também a postagem para o blog Bereianos Apologética e o Rui Marinho já me enviou um e-mail confirmando a sua publicação para amanhã.

Um comentário, por vezes, serve-me como pano de fundo para ampliar um determinado assunto e discorrer sobre muitas questões importantes. É como uma estrada cheia de ramificações, como um fio cheio de tramas que se interligam para formar uma só tecido.

Graça e paz, amado irmão!