terça-feira, 22 de setembro de 2009

Criticar significa construir melhor a MENTIRA ou a VERDADE!

O meu terceiro comentário no blog Púlpito Cristão na mesma postagem. Caio Fábio: Ovelha em pele de lobo.

Caro Leonardo Gonçalves,

Estou completamente estarrecido com a sua incrível capacidade ao me surpreender no definir o seu comportamento com total desprezo a Bíblia, e em um furor descontrolado, e sem medo de estar pior do que os pastores que você critica.

Você perdeu a chance de ficar calado, pelo menos, diante de Deus e evitar o desvio da sua conduta antes condizente à um Servo de Deus e agora duvidosa.

A sua astúcia, em comparar o nosso irmão Danilo Miguel à Rita Lee, em suas insinuações que estão se tornando rebeldes e desrespeitosas, não passam de uma escrita contaminante, presunçosa e desprezível.

A Bíblia na edição Almeida Revista e corrigida, a mesma que você zomba em seu texto, tenta continuar, com certeza, contemplando os de bem, e deve assim, ser amplamente utilizada no meio evangélico, que condena o que ocorre aos que você defende, e com outras traduções, possa quem sabe, agradar a você, e aos demais, que sobrevivem defendendo aos irresponsáveis desnutridos da Palavra de Deus, e que anseiam pelos adúlteros pastores para que sejam alimentados em sua própria concuspisciência.

DIFÍCIL, admitir os erros, e permanecer sem pecar, para que o Sangue de Jesus Cristo, justifique de fato, o pecador.

FÁCIL, admitir os erros de adúlteros, para que estes possam justificar os desejosos de uma melhor maneira de viver sem culpa. E quem sabe sem Deus.

O Senhor te ajude! E fique livre para criticar!

Eu sou diferente e penso que criticar significa construir melhor a MENTIRA ou a VERDADE.

A escolha é de cada um na sua construção!

O motivo de não concordar com a postura defendida, está explícita nas cartas ao site: http://www.caiofabio.com/


Quem quiser verificar, por favor, antes de qualquer comentário as leia. Penso que a postura de um pastor deve ser bem diferente ao responder cartas de membros ou não de sua igreja.

Verifique com cuidado. É vergonhoso. Portanto, não deixe as crianças ao seu lado no momento da leitura.

pr. Newton - com respeito, temor e tremor as coisas de Deus.

46 comentários:

Ednelson Rodrigo Sales Coelho disse...

Nunca pensei Newton que as raias da amargura em seu ser fossem está tão expostos como estão nos seus comentários no Púlpito. Só porque o Léo deixou seu comentário pessoal sobre o Caio, você simplesmente agora o chama de "desprezível" e com uma "conduta duvidosa"?E o que você acha de mim, que já faz tempo que posto textos do Caio em meu blog? Penso ser,para você, mais um dos desviados, prncipalmente hoje por não estou em igreja nenhuma. Eu não me impressiono mais com nada que venha dos ditos A.P.O.L.I.S.T.A.S., pois alguns acham que, por estarem a mais tempo nesse meio evangélico,não precisam ser renovados todos os dias. Me desculpe Newton, mais eu não me decepcionei com você, eu, depois de ler seus comentários, tive certeza do que já a algum tempo pensava. Infelizmente as pessoas não sabem separar as coisas, passar por cima de opiniões pessoais e centralidade da Palavra. O Léo nada fez, ele simplesmente expos sua opinião pessoa ao tema Caio.E você sabe tambem qual é minha opinião, creio seja por isso que não vais muito ao meu blog.Eu bem sei o porquê de você se dá tão bem com o "bola de fogo".Agora o Léo é réu até porque denuncia as pilantrices dos pastores vendilhões, pelo amor de Deus Newton, uso o bom senso e o discernimento, ou você não tem? Percebi que, para amizade sincera, que passa por cima de opiniões pessoas e divergências doutrinárias você não consegui, pois seus "amigos" devem ter apenas suas opiniões. Proselitismo puro!
Pensava que você era amigo, mas percebi que com você é:Ou dá,ou desce!(ou pensa igual ou, ou você tem desvio de conduta ou "conduta duvidosa"). Desculpe mais não pude ficar calado ante suas opniões preconceituosas e descabidas a respeito do Léo e fique com suas indignações para você, pois não sou nem quero ser apologista, quero ser uma pessoa que possa escrever textos que edifique e ajude o próximo a ser um cristão genuíno.
Graça e paz!

Moacir Viana disse...

eu fui ate lá (pulpito) e li todos os comentarios e não consequi chegar a conclusão onde se encontra o erro de Caio Fábio.
qual a atual situação desse homem hoje?
qual o erro que ele esta?
não não entendi direito porque as pessoas estão "apedrejando" o Caio?

se puder me esclarecer pois você é o outro lado da história...
grato desde já , pois li muitos textos de Caio Fabio e particularmente gostei de muitos. sei que uma coisa não justifica a outra, mas gostaria de saber o porque as pessoas o repudiam? onde ele esta errando?

Cidinha disse...

Pastor Newton , assim como deixei um comentário lá no púlpito ,continuo com o mesmo pensamento ,ou seja o senhor e o Danilo foram os únicos blogueiroa a terem uma visão espíritual do texto sobre Caio Fabio ,nem falo do seu adultério ,mas da maneira como ele vem se mostrando no seu site ,aquelas cartas são verdadeiras piadas, nem se pode levar a sério ,ou realmente não existe mais cristãos .
Agora os blogueiros indgnados contigo Pastor é pq ainda lhes faltam a maturidade que somente a vida pode dar .

[C. R.] O Cristão Revoltado! disse...

Ednelson, ao menos seja intelectualmente honesto. O Leonardo não tratou do "tema Caio", poque não existe nenhum "tema Caio" a ser tratado. O que tem de ser discutido é a questão do adultério, isto sim é o que está em discussão. Defender a postura dele sem se basear na Bíblia, apenas por opiniões e sentimentos pessoais é inadmissível.

Newton Carpintero, pr. disse...

"Comentário enviado por Leonardo Gonçalves e com algumas palavras retiradas do seu texto. Quem quiser saber quais, deverá ir ao púlpito Cristão para encontrar estas palavras."
.......................
Caro Newton Carpintero,

Não sei se me assuta mais a sua covardia, a calúnia ou se me assombro com a sua incapacidade de interpretar um texto.

Quando aludi à Bíblia Almeida Revista e Corrigida e congêneres, dizendo inclusive, que alguns crentes só sabem falar almeidês, não estava explícito (nem implícito!) que eu não creio na inspiração da Bíblia. Sua atitude foi infantil e lamentável, e você como um homem velho que é, deveria se invergonhar de tamanha calúnia.

Não pesquiso outras versões da bíblia para encontrar subterfúgios para minhas “heréticas doutrinas”, antes, faço-o porque o português da bíblia Almeida é antiquado e dificulta o entendimento. Observe por exemplo o texto de Ezequiel 23.20. A Almeida Revista e Corrigida (daqui pra frente, ARC) traduz:

“E enamorou-se dos seus amantes, cujos membros são como membros de jumentos e cujo fluxo é como o fluxo de cavalos.” (ARC)

Ora, uma vez que o nível médio do evangélico brasileiro está muito aquém da educação universitária (a grande maioria, infelizmente, possui apenas o ensino fundamental!), faz-se extremamente difícil entender este português pregresso e “puritano” da Bíblia Almeida, ficando o crente alheio ao real significado desta passagem, não logrando perceber o que o texto está dizendo.

Vejamos como as outras versões tratam este versículo:

“Ela ficou apaixonada por HOMENS SENSUAIS, de membros grandes e tão FOGOSOS no seu desejo como jumentos e cavalos” (Bíblia na Linguagem de Hoje - BLH)

“Ela ardeu ali em amor por luxuriosos, cujo membro era como um membro de asno, e sua LUBRICIDADE igual à dos cavalos” (Bíblia de Jerusalém - BJ)

E também a Nova Versão Internacional, que infelizmente só tenho em espanhol:

“Allí se había enamorado perdidamente de sus amantes, cuyos GENITALES eran como los de un asno y su SEMEN como el de un caballo” (NVI).

Mesmo nçao tendo a NVI em português, me dei ao trabalho de pesquisar a versão brasileira desta bíblia, a qual é bastante próxima do castellano, com a diferença que termina dizendo que “seu ORGASMO era como o dos GARANHÕES”, ao invés de dizer “que seu SÊMEN é como de um CAVALO”.

Não existe nada mais besta que um rechaço ao Caio, baseado no uso das palavras “.....”, “......”, “transa”, “sexo” (..........) e coisas semelhantes. Atitude besta, a sua e a do Danilo, de criticar o Caio à partir do seu palavreado supostamente “não crente”. Ora, o Caio é uma das figuras mais controvertidas deste país e ele mesmo fornece munição para ser “queimado”. Se quisesses denunciá-lo, que o fizesse com propriedade! O irmão poderia citar seu estranho posicionamento quanto ao homossexualismo, o qual eu mesmo já critiquei em blogs e sites; ou pelo menos citar o fato dele ter cantado a música Imagine, do John Lenon, como uma meia dúzia de sequelados tem feito. Mas a sua mente está tão condicionada à linguagem farisaica e eclesiólatra, que fica todo ruborizado quando lê a palavra PENIS! Coa mosquitos e come camelos. Francamente, Newton!

Vou ficando por aqui, porque o clima ficou tenso ontem... Nunca imaginei que amigos virariam inimigos por causa de uma posição pessoal acerca de um homem que, apesar de seus muitos defeitos, tem prestado relevante serviço à igreja.

Como disse o Geremias do Couto – este sim: pastor e apologeta! – em comentário lá no blog: “é uma voz que precisa ser ouvida, analisada e discernida diante de tantos descalabros no meio "evangélico".

Fique com Deus, e que ele te dê sabedoria e discernimento necessário para interpretar textos simples, reconhecer o valor de opiniões pessoais, e te ajude a aprender de Paulo a “examinar tudo, e reter o bem.

Leonardo Gonçalves”

Ednelson Rodrigo Sales Coelho disse...

Alguém poderia me mandar o "dicionário evangeliquês" para mim saber o que eu posso dizer e o que eu não posso? Por favor, alguém me envia? Misericórdia!
O legalismo está tão forte por aqui, mais tão forte que até Deus, que falou sobre os orgãos genitais masculino e feminino e sobre o sêmem do homem deve está no seu trono se contorcendo de arrependimento por ter falado tais palavras. Misericórdia, estão querendo ser mais santo que o "Santo dos Santos". Senhor, livra-me de querer me justificar por mim mesmo! Confio só em ti para me lavar no teu precioso sangue de meus pecados!

Cristão Revoltado (você se dá tão bem com o Newton porque ambos vivem revoltados)o post do Léo nada tem haver com o adultério, vocês que levantaram tal questão. E, no mais, fico com as palavras do Caio que diz: Olhem para Jesus, somente para Jesus. Leiam a Bíblia començando por Mateus e dêem razão a Deus. E vocês, por si só, receberão as revelações Dele, pois a unção do Santo está sobre vocês, e não precisa que ninguém os ensine." Caio jamais ensinou que devemos olhar para ele, mas somente para Jesus. Aquele texto sobre o homossexualismo é totalmente fora do que aprendi com a Palavra de Deus, por isso fiz um post denunciando o homossexualismo. Não defendo o Caio quando erra(ora, até Pedro teve que ser repreendido por Paulo em Antioquia Gl 1, quanto mais o Caio)mas dizer que dele não sai nada que presta é ser hipócrita até os dentes.
E para finalizar,a Verdade não está no Caio, Silas, Cerullo, Newton, Ciro, Léo, ou qualquer outro homem falho, a Verdade está na Palavra Encarnada de Deus, a saber, Jesus Cristo, meu Deus, Senhor e Salvador de minha alma. A Ele e somente a Ele seja dada a Glória Eternamente!

Ilton disse...

Sabe qual o trágico de tudo isso?

"Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros" (Jo 13.35).

O trágico de tudo isso é que qualquer um que compreende a mensagem óbvia das palavras de Jesus, chegará à irrefutável conclusão de que SOMOS TODOS UM BANDO DE HIPÓCRITAS.

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado pr. Ilton da Igreja Batista Esperança no estado do Paraná,

A paz do Senhor!

Me admira a sua palavra de que qualquer um que compreende a mensagem óbvia das palavras de Jesus chegará a irrefutável conclusão de que todos são um bando de hipócritas.

Me assusta ouvir esta afirmação de um pastor que prega a Palavra de Deus. A que ponto chegamos!

E o pior acreditar que TODOS SÃO UM BANDO DE HIPÓCRITAS, conforme sua escrita. Penso que é uma acusação um tanto séria.

Creio, seja o tempo oportuno e necessário para rever as suas conclusões para o bem do Evangelho. E, assim, possuir o conhecimento que existem, ainda, muitos que não são hipócritas, e tentam imitar de verdade ao apóstolo chamado Paulo.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Márcia Gizella disse...

Ate agora não entendi o "carnaval"!!!!!!
O Caio estar casado novamente é o problema?
E O KLEBER Lucas também não fez o mesmo?E muitos outros?
E os que estão em adulterio que Deus esta vendo e nós não?

Porque é proibido amar o Caio?O texto original do Leo foi apenas uma forma de dizer que ama o Caio independente do seu erro passado.

Assim como EU Detestando o que o Silas Malafaia tem feito O AMO! Ninguem me ve brigando com quem fala dele ou faz piada, ele é quem esta cavando isto para si.

Tenho muita consideração pelo Silas pois atravez de sua boca muito aprendi a uns anos.....

Se as cartas que o Caio publica são ou não verdadeiras, DEUS ESTA VENDO!
Agora essa confusão toda esta ridicula,
Onde esta o amor ao proximo?

IRMÃOS O QUE É ISSO?
SABE O QUE ESTOU VENDO? EXISTIA EM ALGUNS UM CERTO RECALQUE QUANTO AO CAIO, E AO LEONARDO, Tem gente se aprovitando da situação!!!!!!

Olha Pastor Newton, o Senhor esta muito amargurado querido,
Eu sempre venho aqui, comento, te respeito muito,
Não concordo com tudo, nem do Senhor, nem de ninguem,

Não idolatro HOMEM ALGUM!!!
E tem gente que é tão idolatra que idolatra ate a Biblia,ao inves de praticar o que nela esta escrito, fica gritando na cara dos outros....

idolatram seu ventre, sua soberba
O crente de hoje ta mais IDOLATRA que os catolicos, sinto em dizer!

Chega meus irmãos, vamos nos perdoar, seguir em frente!
UNs são tradicionais, outros pentecostais,
Mas o mais importante disso tudo é o amor de Cristo que está em nós, ou não temos?


No meio de várias instruções práticas, Pedro disse: “Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados” (1 Pedro 4:8).

Por acaso agora seremos inimigos?
Por causa do que pensam sobre o Caio?
Não somos todos servos de Deus?Não amamos o mesmo Deus?
Deus vai tratar com cada um.....


QUE ELE, O GRANDE EU SOU, TENHA MISERICÓRDIA DE TODOS NÓS!!!!!!!

[C. R.] O Cristão Revoltado! disse...

Pastor Newton, que tal se nós mandarmos um pedido de canonização do Caio Fábio ao Bento XVI? Acho que isto satisfaria ao seu prosélito.

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Cristão Revoltado,

A paz do Senhor!

O Senhor te ajude a entender cada dia mais e mais sobre os erros que se arremessam em direção à igreja.

Me alegrei com os seus comentários sobre o caso em questão. É nosso dever não se conformar.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Carlos Brito,

A Paz do Senhor!

A sua questão creio é melhor que seja por telefone, assim, me envie para o meu e-mail o seu tel fixo e lhe responderei em pessoa.

O Senhor seja contigo!

meu e-mail: pastor.newton@yahoo.com

Newton Carpintero, pr. disse...

Amargo Anônimo,

Não coloquei o seu comentário, por razões óbvias, ou porque você não verificou no meu blog o escrito:

"Informo que todos os comentários sem assinatura, não serão mais publicados. Por favor, informe o seu nome e sobrenome. Grato!"

Da próxima vez sinta a necessidade de acompanhar a sua definição com o seu nome e sobrenome. Não tenha receio, afinal você confia no que pensa!

O Senhor te ajude!

pr. Newton

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamada Márcia Gizella,

A paz do Senhor!

Não existe, conforme o seu comentário, nenhum carnaval.

O Senhor cuidará dos que estão enganando e sendo enganados dentro da igreja. E com certeza, estará tomando em suas mãos os que concordam com estes.

Você ama o Caio. Eu também. E creia, o conheço a muito mais tempo que você, ou seja as minhas lembranças são excelentes, por isso, posso concluir que algo vai mal. E como vai, basta verificar suas cartas sem a necessidade explícita de certos fatos e situações grotescas. Basta verificar! Basta ler! Basta analisar! Fácil! Somente estou repugnado por três cartas! Tentei encontrar um meu engano em minha leitura e análise, bastou, não desejei ler mais nenhuma e não o farei!

Eu não acuso o Caio do seu passado, apenas me preocupo com o seu presente e posso afirmar que quem viver verá!

A sua declaração é a mesma que a minha: Eu os amo. Não sou cego e me preocupo. A agressão tem sido processada diretamente às pessoas e não aos fatos.

Eu não a acusei de nada, amada irmã percebeste?

Considero o pr. Silas um homem de Deus, dedicado e carente como eu das orações da igreja e não das necessárias acusações e deboches prolongados à qualquer que seja.

Denunciar o erro é dever de todos. Ele possui o seu, e não devemos errar por conveniência ou por um errôneo entendimento.

A irmã procedeu com o seu comentário após a matéria/comentário que coloquei à público. Peço a amada que verifique o seu comentário com cuidado e o comente com cuidado o seu comentário e verifique melhor as suas palavras e posicionamento.

Não li sobre se alguém a acusou de idolatria ou a qualquer que seja.

A amada irmã insinua que estou amargurado. A irmã sabe o que significa estar amargurado?

Sempre me alegra a sua visita. E nunca a agredi desta forma inconformável. Eu por acaso a desrespeitei ou apenas fiz um comentário em outro blog e não no seu. Quem está me desrespeitando é você amada irmã. Pense no que fez!

Alguém até aqui falou sobre ventre e soberba? Você acredita que os católicos são menos idólatras que os crentes? Sinto dizer-lhe que revise seus pensamentos.

Todos os que não atendem e seguem a Palavra de Deus corretamente infligem às suas próprias vidas os sentimentos incorretos e se conformam com facilidade ao mundo.

Perdoar significa aceitar a insensatez? a hipocrisia? a falsidade? a falta de educação? a disparidade desenfreada? os ataques pessoais fora do comum? o o falso pentecostalismo ou o falso tradicionalismo?

Qual o amor verdadeiro que está em cada um? Quem pode medir isto?

O amor cobre multidão de pecados e Deus está tratando sempre com cada um.

Lembre-se: uma pedrinha quando rola do alto de uma montanha, por vezes para ao chocar-se com uma maior.

Lembre-se: uma pedra muito grande quando cai do alto de uma montanha ela destrói tudo que está ao seu caminho e levará muitas outras de diversos tamanhos ao pé da montanha.

Quem viver verá! Guarde isto!

O Senhor seja contigo minha irmã, a quem nunca agredi em hipótese nenhuma e com certeza, saiba que nunca seria capaz em escrever as vergonhosas cartas do Caio Fábio, e muito menos as publicaria na internet.

Pura vergonha! Já as lestes? Como poderia desacreditar que não foram escritas por ele?

Sinto vergonha? Sim, muita vergonha!

pr. Newton no temor e tremor do Senhor!

Márcia Gizella disse...

Puxa Pastor, me perdoe, de coração.
Não me referia toatal a ti, mas aos outros que comentaram,
Sim, chamei o Senhor de amargurado, talvez nem seja, me chamam tambem, de dura, grosseira....
Me perdoe se te magoei, não foi minha intenção, e sim exoratar quanto a tanta falação....
Vamos viver em paz.
E eu me refiro a todos os comentarios, das varias pessoas que atiraram pedras na pessoa do Leonardo, da raiva quanto a pessoa do Caio, que era o que estava em questão no post.
Com muito respeito e carinho, me perdoe,
Mas que muitos crentes são mais idolatras que os catolicos , são sim,sei que muita gente tem ariva do Caio por causa do Silas, eu não disse que é seu caso, mas de muitos....
Bom, quanto mais se fala, mais se inflama.
Com carinho.

A Paz de Cristo
Marcia Gizella

[C. R.] O Cristão Revoltado! disse...

"Prezamado" pastor Newton(para usar uma expressão sua).

Escrevi um comentário sobre o artigo do Leonardo em meu blog. Convido-o a ler.

Em Cristo,

http://ocristaorevoltado.blogspot.com/2009/09/apologetica-seletiva-ou-pau-que-da-em.html

Levi Bronzeado disse...

Caro Pastor Newton

Não posso defender pecado de ninguém. Posso até defender o pecador (é bíblico).

Na imaginação do apóstolo Pedro o limite para o perdão seria sete vezes no máximo, mas o que disse Cristo: “Não só sete vezes, mas setenta vezes sete!” (uma metáfora usada pelo Mestre, que significa perdoar infinitamente, coisa que não entra em nossa cabeça, porque somos reles humano vendido ao pecado).

Quem sou eu para julgar que o Caio não está em comunhão com Deus?

Quem sou eu e que autoridade tenho para me intrometer e fazer julgamento se um crente está ou não em pecado?
Por acaso, eu tenho o dom de auscultar os seus gemidos perante Deus?

O que devemos ter em mente, é que o próprio Cristo foi tentado (sem pecar) em tudo, inclusive na área onde O Caio confessou que caiu. Cristo foi tentado nessa área para que pudesse socorrer aos que caem nesse tipo de pecado(é bíblico). Pecado em que as pedras, ainda hoje, para os fariseus de ocasião, são o melhor remédio.

Mas nunca é demais lembrar, de que para os inquisidores da modernidade, Cristo parece que veio dificultar as coisas, ao não dar mais lugar para a hipocrisia. Ele conhece os nossos corações e sabe que muitos adulteram em pensamentos. Foi Ele quem disse em um de seus emblemáticos sermões: “Qualquer que olhar para uma mulher desejando-a, já cometeu adultério com ela”.

Vamos pensar mais nisto caro pastor!

Saudações fraternas,

Levi B. Santos

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Moacir Viana,

A Paz do Senhor!

Você deseja um esclarecimento que não poderei fornecer. .

A sua pergunta poderá encontrar resposta, nas cartas ao Caio em seu blog.

É simples! Você poderá decidir por si mesmo, e com todo o conforto enviar-lhe esta questão que será de mui simples resposta.

Ninguém repudia ao Caio. Existe sim, uma grande preocupação, como a outros líderes que se separaram do considerado simples e correto evangelho.

O Senhor seja contigo e se desejar conversar pessoalmente envie um e-mail para: pastor.newton@yahoo.com

pr. Newton

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Anônimo,

Outro grande abraço e me envie o seu e-mail: pastor.newton@yahoo.com

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

BLOG COMPROMISSUS disse...

obrigado pela atenção!
o amado irmão Isaias (cristão revoltado) deu uma boa resumida no "caso" no blog dele se realmente o que ele expos for veridico , é de se pensar a postura do amado irmão leonardo.

Newton Carpintero, pr. disse...

Segue o meu comentário entrelinhas em bold ao comentário do amado irmão Levi,

Levi: Não posso defender pecado de ninguém. Posso até defender o pecador (é bíblico).
Na imaginação do apóstolo Pedro o limite para o perdão seria sete vezes no máximo, mas o que disse Cristo: “Não só sete vezes, mas setenta vezes sete!” (uma metáfora usada pelo Mestre, que significa perdoar infinitamente, coisa que não entra em nossa cabeça, porque somos reles humano vendido ao pecado).

Newton: Para o pecado existe uma ilimitação conforme esclarecido a Pedro. Para o que continua em e no pecado. Não existe! E eu não fui vendido ao pecado. Eu nasci em pecado, mas Cristo me comprou com um preço especial.
Verifique o simples em analisar em Mateus 19:09: "Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de adulterio, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada(o) também comete adultério." (Mateus 19:9)
Continuar em adultério para muitos significa continuar com as duas. A Bíblia informa que continua no pecado e assim, estará em pecado. Existe claramente um limite para o que continua no pecado, pois, ele o adúltero escolheu o seu próprio limite que significa, continuar no que é melhor decifrável para ele.

Levi: Quem sou eu para julgar que o Caio não está em comunhão com Deus?

Newton: Não estamos julgando Caio. somente Deus o poderá julgar!
Estamos sim, segundo as escrituras realizando uma análise e conforme a Própria Palavra de Deus, e entender o que significa estar ou não em comunhão com Deus. É possível alguém estar em comunhão com Deus, após permanecer em pecado de adultério conforme Mateus: 19:09? Ele não adulterou (passível de perdão, setenta vezes sete), mas sim, continua em adultério segundo esta mesma palavra. É duro mas é fiel.

Levi: Quem sou eu e que autoridade tenho para me intrometer e fazer julgamento se um crente está ou não em pecado?
Por acaso, eu tenho o dom de auscultar os seus gemidos perante Deus?

Newton: Pelo conhecimento da Palavra de Deus podemos discernir, e devemos se possível, estar em capacidade de avaliar com quem andamos ou se possível comemos, e muito bem, com quem nos relacionamos e de qual mesa participamos. O Senhor nos dá, aos servos, o discernimento para decidirmos e não nos envolvermos com os tais.
Devemos ser lidos como carta diante dos homens.
Caio poderá afirmar alguma vez, como Paulo que declaradamente se submeteu a afirmar: Sejam meus imitadores como sou de Cristo? Claro que não! E bem o posso julgar e afirmar sem nenhum pré Conceito. Isto faz parte do simples discernmento e acompanha as orientações bíblicas.
Deus me livre de poder ser induzido a escrever as MESMAS respostas a algumas cartas dirigidas ao Caio.

Continua no próximo comentário!

Newton Carpintero, pr. disse...

Continuação do comentário anterior:

Levi: Devemos ter em mente, é que o próprio Cristo foi tentado (sem pecar) em tudo, inclusive na área onde O Caio confessou que caiu. Cristo foi tentado nessa área para que pudesse socorrer aos que caem nesse tipo de pecado(é bíblico). Pecado em que as pedras, ainda hoje, para os fariseus de ocasião, são o melhor remédio.

Newton: Favor me informar, onde se encontra na Bíblia que o Nosso Senhor Jesus Cristo, foi tentado como o Caio. Esta não o sabia! E qual pedras são remédios?

Levi: Mas nunca é demais lembrar, de que para os inquisidores da modernidade, Cristo parece que veio dificultar as coisas, ao não dar mais lugar para a hipocrisia. Ele conhece os nossos corações e sabe que muitos adulteram em pensamentos. Foi Ele quem disse em um de seus emblemáticos sermões: “Qualquer que olhar para uma mulher desejando-a, já cometeu adultério com ela”.

Newton: Sim. Creio que Cristo veio dificultar as coisas. Ele veio dificultar todas as coisas, por isto a Porta é Estreita e poucos entrarão por ela. Vivemos os últimos dias do Final dos Tempos nesta terra, e pecado não entrará nos céus, muito menos charminho diante de Deus e qualquer aparência de bondade exterior.

Levi:Vamos pensar mais nisto caro pastor!

Newton: O que significa: Vamos pensar mais nisto?

É uma maneira clássica de afirmar que estou morto em minhas convicções e devo aceitar o Caio, com suas cartas sensuais e pornográficas?
Significa que a minha manisfestação deve ser, por mim, reavaliada para que eu tenha um caminho mais seguro em meu futuro com uma possível troca de esposa por outra mais nova?
Será ser submisso à vontade dos homens e com isto encontrar meu próprio e carnal benefício?
Não amado Levi! Prefiro continuar a ser simplesmente um servo fiel, e sem a capacidade de me imaginar, caminhando nos céus, com os pés bem postos na terra.

Levi: Saudações fraternas,

Newton: O Senhor seja contigo!

Levi Bronzeado disse...

Prezado Pastor Newton

O melhor, isto é, o miolo do meu comentário ficou meio vago em sua resposta, para não dizer que não foi ventilado.

Vou transcrever aqui o miolo do meu comentário, que eu considero a sua essência, e depois fazer uma só pergunta.

"Ele conhece os nossos corações e sabe que muitos adulteram em pensamentos. Foi Ele quem disse em um de seus emblemáticos sermões: “Qualquer que olhar para uma mulher desejando-a, já cometeu adultério com ela”.

Jesus em tudo foi tentado. Certo?

Como o sehor explica como foi a tentação de Cristo nessa área tão melindrosa?


Graça e Paz,

Levi B. Santos

Ciro Sanches Zibordi disse...

Pastor e amigo, Newton Carpintero, e amados irmãos:

A paz do Senhor!

Como eu conheço muito bem o pastor Newton e sei do seu compromisso com a verdade e de sua comunhão íntima com Deus, só posso lhe dizer parabéns por todo o seu trabalho. Admiro-o por sua sinceridade e coragem em tratar de certos temas, que são considerados antipáticos, como a série sobre o divórcio, o ministério feminino, etc.

Tenho certeza de que o irmão Newton Carpintero, apesar de valer-se da abordagem crítica, não tem nada pessoal contra ninguém. Por isso, peço aos amados irmãos que dicordam desse honrado e experiente pastor que evitem usar de ofensas (ou de adjetivos ofensivos), por mais que os senhores se sintam atingidos por seus comentários ou tenham convicção de que têm razão.

Em Cristo,

Ciro Sanches Zibordi

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Levi Bronzeado,

A Paz do Senhor!

A minha resposta ficou meio vaga ao seu comentário?

Ao miolo do seu comentário?

Penso que não. O seu comentário é todo um miolo, e deve ser bem analisado no que o inspira.

A responsabilidade em nos dedicarmos ao Senhor está demonstrada quando Ele cita:

"Qualquer que olhar para uma mulher desejando-a, já cometeu adutério com ela", significa onde devemos nos posicionarmos como homens de Deus.

O Servo de Deus, deve controlar seus sentimentos pela fidelidade ao Senhor, e entender o quão importante é, estarmos na Torre de Vigia, e assim, procedermos corretamente como exemplos na constância da nossa fé em Jesus Cristo.

Quanto a tentação atribuída por você ao Senhor Jesus Cristo, você o diz e deseja que seja uma realidade bíblica. Por quê?

Esta sua informação não a conheço.

O amado irmão pode me informar onde está esta sua narrativa, ou em que parte da Bíblia a encontrou e a confirmou?

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Levi Bronzeado disse...

Caro Pastor

Entendo que Cristo está apto a perdoar o pecado de quem adultera,porque Ele mesmo foi tentado em seu próprio INSTINTO SEXUAL.(É bíblico está lá em Hebreus 2:17 e 18)

NEGAR ISSO, É GRAVE. É NEGAR QUE ELE NÃO VEIO COMO HOMEM. É NEGAR O SEU PRÓPRIO SACRIFÍCIO.

Todo espírito que confessa que Ele não veio em carne, não é de Deus (I João 4: 2)

Só Deus conhece a fraqueza que está entranhada no coração de um adúltero.
Sobre a relação íntima de Deus com o reverendo Caio(o outro adúltero confesso qualquer), nem pastor, nem oráculo, nem os anjos nada sabem.

A pior acusação é aquela que é usada em nome de DEus.

O CAIR É DO HOMEM, E O LEVANTAR É DE DEUS!

Que Deus nos dê mais compreensão, para não tropeçarmos tanto em nossas palavras.

Graça e Paz,

Levi B. Santos

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Levi,

A Paz do Senhor!

A sua afirmação foi tomada por qual base?

Qual interesse nesta sua afirmação?

Quando você pensa que passou pela mente, se posso falar assim, de Jesus Cristo, a possibilidade de sentir-se atraido por uma mulher, posso afirmar que acredito que não.

Como posso, afirmar que sim, conforme você e a sua forte definição?

O verso a seguir comprova que o Senhor Jesus, não poderia ser definido como "SEM PECADO", se estivesse sentido o desejo por uma mulher como você sente:

"Qualquer que olhar para uma mulher desejando-a, já cometeu adultério com ela”.

Teria Ele pecado desta forma? Claro que não, pois, o seu contato com o Pai, não o deixaria com os mesmos sentimentos que você.

Hebreus 04:15: Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.

Sem pecado! Graças a Deus por isto!

Encerramos por aqui, pois, a sua oração e vida no altar poderá permitir receber uma orientação bem definida da parte de Deus. Não poderei convencê-lo do contrário e muito menos, tenha certeza, você me convencer!

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Levi,

A Paz do Senhor!

A sua afirmação foi tomada por qual base?

Qual interesse nesta sua afirmação?

Quando você pensa que passou pela mente, se posso falar assim, de Jesus Cristo, a possibilidade de sentir-se atraido por uma mulher, posso afirmar que acredito que não.

Como posso, afirmar que sim, conforme você e a sua forte definição?

O verso a seguir comprova que o Senhor Jesus, não poderia ser definido como "SEM PECADO", se estivesse sentido o desejo por uma mulher como você sente:

"Qualquer que olhar para uma mulher desejando-a, já cometeu adultério com ela”.

Teria Ele pecado desta forma? Claro que não, pois, o seu contato com o Pai, não o deixaria com os mesmos sentimentos que você.

Hebreus 04:15: Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.

Sem pecado! Graças a Deus por isto!

Encerramos por aqui, pois, a sua oração e vida no altar poderá permitir receber uma orientação bem definida da parte de Deus. Não poderei convencê-lo do contrário e muito menos, tenha certeza, você me convencer!

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado e nosso pr. Ciro Zibordi,

A paz do Senhor!

É honroso, receber este comentário de quem considero um instrumento de Deus, neste presente século.

Sem palavras, pelas suas palavras, meu amado amigo pr. Ciro, por esta sua participação neste blog.

O Senhor seja contigo em coragemousadia, conhecimento e sabedoria.

pr. Newton

Anônimo disse...

Prezado Pastor Newton

Estou pela última vez comentando sobre esse tópico polêmico.

Veja bem essa parte do versículo: "um que, COMO NÓS, foi tentado em tudo".

Você falou que "Cristo não tinha os mesmos sentimentos que nós" ao ser tentado.

Para corresponder ao seu ponto de vista, acho que o versículo deveria estar escrito dessa maneira:

"um que, DIFERENTEMENTE DE NÓS, foi tentado em tudo".

Creia amado e paciente pastor essa nossa interação,não é de toda inútil.

Se tudo fosse unanimidade, o diálogo não existiria.

Como é difícil explicar em palavras tudo que sentimos! A linguagem tem dessas coisas.

Espero continuar a nossa interação, desta feita, sem o calor que despertou em nós o texto do Leo. E que possamos juntos, aprender mais sobre esse tema que foi sempre polêmico em todos os tempos.

Aprender, nem sempre significa ter que concordar.

Até o próximo encontro.

Um abraço fraternal,

Levi B. Santos

Newton Carpintero, pr. disse...

Informo aos comentaristas que recebi um comentário de um anônimo:

Apenas uma breve informação sobre o comentário que se for assinado com nome e sobrenome o publicarei:


"Comentário de um grande entendido no assunto de música:.....Existem bandas como DC talk, Oficina G3, Magnum Opus, fruto sagrado, que fazem bom rock n´roll e que levam os princípios do evangelho as pessoas que gostam do ritmo. ......

O Senhor ajude aos Anônimos a colocarem os seus nomes!

pr. Newton

Pr. Ariel Farias disse...

Amado Pr. Newton.
sempre que possível tenho acompanhado os textos escritos nesta nova ferramenta que é a blogsfera cristã, principalmente aqueles que aparentemente eram voltados para a pura e genuína palavra de Deus, que maravilha poder desfrutar de comentários tão interessantes sobre os mais diversos assuntos.
Vi também que a amizade entre aqueles que comungavam do mesmo pensamento se tornava cada vez mais interessante , propostas para eventos ou quem sabe congressos dos apologéticos , tudo muito bonito, os tratamentos pessoais cada vez mais íntimos mesmo que ao que parece geograficamente distantes eram muito próximos e aí Leonardo passou a ser para todos Léo , Theofilo Theo , Ednelson simplesmente Ed e etc etc etc , mas eis que de repente tudo parece que mudou e por conta de uma postagem do Pr. Leonardo , eis que tudo se fez tenebroso, o que era para ser tratado como um debate de idéias tornou-se uma verdadeira praça de guerra.
Confesso que fiquei muito triste com o que li nos blogs e comentários a respeito do assunto e como não tenho por habito comentar as postagens que leio , independente de concordar ou não com elas , neste caso me arrisco a enviar este comentário ao amado irmão , para prestar minha solidariedade e demonstrar através deste , meu respeito pelo querido irmão visto que , ao meu ver , foi desrespeitado por alguns que em seus comentários esqueceram-se de que até a pouco tempo chamavam-no Pr. Newton demonstrado respeito pela sua pessoa e eis que de repente passou a ser simplesmente Newton , não sei quanto ao irmão , mas eu fiquei triste com esse fato que a principio não parece ser tão relevante mas quando se imagina que esta maneira de tratamento passou a ser no auge de uma “ discussão” entendo eu que esse tratamento não foi respeitoso , e o que era para ser comentário sobre determinado assunto , passou a ser no âmbito pessoal , e parece que armas já estavam preparadas.
Amado , independente de quem possa estar com a razão no assunto que foi objeto de tão grande discórdia , a minha palavra é somente para demonstrar o meu respeito e admiração pelo Irmão.
Em Cristo;
Pr. Ariel Farias

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado pr. Ariel Farias,

A Paz do Senhor!

Grato ao amado pastor por este seu comentário.

Creio que o que aconteceu faz parte do envolvimento com o título desta postagem: Criticar significa construir melhor a MENTIRA ou a VERDADE.

O evento que acontecerá em São Paulo no mês de Março de 2010, poderá proporcionar um grande rendimento aos participantes pelo seu contato mais pessoal e com as palestras que não serão motivadoras, mas participativas para o bem do grande desafio Apologético. E vai de vento em popa. Graças a Deus já com muitos confirmados.

O que ocorreu com na blogsfera, não me deixa triste, pelos erros de mal trato com agressões nas letras, porque o Senhor me preparou para este momento em minha vida. E, sei muito bem que faz parte do bom resultado mais adiante.

Muitos reconhecerão, como eu, que errei muitas vezes e continuo aprendendo, que no momento não poderia deixar de aceitar o desafio de continuar denunciando não as pessoas, mas os erros que agridem ao Evangelho.

Quanto ao chamar-me de Newton, eu o sou e não me preocupei muito. Isto passará e descobrirão que erraram e tudo será corrigido. Por vezes é necessário que os ventos sejam mais fortes para se dar o valor a calmaria. E esta, virá a qualquer momento.

O incrível é que me agrediram, sem tê-los agredido, a não ser o meu texto decidido ao púlpito cristão, e não aos demais que decidiram o proteger, bem como, ao Caio em sua conduta pérfida e desprovida de senso ao responder a suas cartas, em seu blog com grotescas e chulas palavras, não lidas possivelmente por seus defensores.

Agradeço a sua coragem e respeito neste comentário, o que me alegra ao coração em saber que existe uma divisão de águas na blogsfera, e cada qual foi para a sua margem e fronteira.

Os que me desrespeitaram por acaso, ou envolvidos por sentimentos diversos, deixaram com suas palavras uma bandeira de aviso. E este aviso se pode ler pelo espírito.

Neste momento descobrimos os néscios, os zombadores, os com desvios de conduta, e os que balançaram em seu senso na análise bíblica do que deveria ser o correto. Isso passa!

E em breve, iremos descobrir os que se conduziram a um momento de reflexão a uma postura impensada e sem oração, apenas motivada pela emoção.

Acontece! Faz parte do aprendizado.

O Senhor seja contigo meu companheiro!

pr. Newton

Anônimo disse...

Pr. Newtom, se o rock não é ritmo adequado para o cristão, o forró tão executado em quase todas as Assebleias de Deus tbm o são, o senhor não acha?
O que tem adizer sobre o forró e os demais ritmos tão executados e tão bem acietos em nossas igrejas?Será q vieram dos céus?

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Anônimo,
(triste não poder chamá-lo pelo nome)

A Paz do Senhor!

Publiquei desta vez o seu texto pela última vez, apenas para informá-lo que não darei respostas aos anônimos. Como podemos dialogar com quem não se identifica. Portanto.....

O Senhor seja contigo!

pr. Newton - Contra o rock, o hip-hop, o funk, o forró, músicas de vitórias, músicas apaixonadas (argh) disfarçadas de louvores etc.

A Favor do verdadeiro louvor. O louvor que poderá ir de encontro ao Senhor como aroma agradável não aos homens vazios do Espírito Santo de Deus, mas ao Senhor, Criados dos céus e da terra.

Anônimo disse...

Na minha opinião, voce escolhe estes temas polemicos mais para chamar atenção para si do que por doutrinar.

Sinto por sua parte enorme inveja porquem escreve melhor do que o senhor, como é o caso do Leonardo do Púlpito...

Outra dia o vi falando mal de sogras... Não o vejo como este santo não!

Jairo Centovisk
Barueri - Sâo Paulo

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Jairo Centovisk,

A paz do Senhor!

A sua opinião, deve ser livre, para criticar, ensinar, educar, ponderar, alegrar, instruir, definir, considerar, delegar, tornar melhor o que está errado, destruir se for o propósito, alegrar mais o que já está alegre etc.

Todos temos uma opinião em vários momentos do dia ou da vida.

Você acredita que escolho temas polêmicos para chamar a atenção?

Vou te responder com uma pergunta! Quem sabe você esteja certo ou errado? A resposta é a sua opinião!

Você quer saber a minha opinião sobre você?

Não poderei responder, não o conheço em todos os seus textos e questões, mas posso afirmar que você está incomodado. Mas com o quê? Que mal lhe fiz, amado irmão, se tenho escolhido temas com o coração preocupado em denunciar?

Aparecer? Eu poderia de várias formas, sabias que sou um pouco criativo? Não tanto para fazer gracinhas no púlpito como muitos, mas para entristecer os que se avolumam nas igrejas com mentiras e invencionices constrangedoras ao Evangelho Verdadeiro.

Eu, sinto por sua parte, o que você sente por minha parte, conforme o seu texto sem uma gota de conformidade com a lógica e a verdade, bem como, com o que falar ou escrever.

Você sente ou imagina? O que passa com o seu coração?

Vou responder! Está um pouco doente e preocupado. Tipo amargo.

Verifique ao lado esquerdo do meu blog, uma importante informação para que se acalme e "pare de sentir", sentimentos que talves sejam resultados do seu reflexo no espelho.

Tenha a certeza que não sinto inveja de ninguém, pois, sou apenas um pobre coitado e necessitado da Graça de Deus, e sei que é o prêmio principal será igual para todos. O prêmio será igual para todos. Você crer?

A informação que citei acima, é que não sou professor de português, pois, cometo muitos erros, mas tento informar como posso.

Não estou em um concurso de textos e não desejo disputar com ninguém.

Se você desejar a cada texto que eu escreva, copie e o leia várias vezes, e me informe os erros. Irei tentar crer em você. Cometo muitos erros ao escrever. E o pior não sei quais exatamente, mas não me envergonho tanto, como já o disse: Não sou professor de Português.

Perderia com certeza!

Vamos à sogra meu amargo comentarista:

Verifique o texto da sogra que me pertence há 33 anos e descubra que foi para relaxar, pois, não sou uma múmia. E foi como qualquer um com um pouco de coerência teria entendido. Somente você desta vez fez questão de levar a sério.

Você tentou me agredir com: Não o vejo como este santo não!

Amado com certeza, você precisa se envolver mais com as coisas de Deus, para ser um melhor avaliador e não tentar sem motivos provocar a qualquer que seja. Você não vai conseguir!

Saiba que te respondo desta forma para que entendas que apenas estou procurando a cada dia em minha vida amar mais a causa do Senhor, para proporcionar condições as pessoas que enxerguem os erros cometidos e transformados em heresias, dentro de muitas igrejas.

E para finalizar, procure digitar para descobrir o meu outro blog não apologético que estou preparando para outra finalidade e sem apologia:

Visite: jesus-e-voce.blogspot.com

Talvez este não o estimule a me agredi indescrimidamente e sem motivos aparente a não ser que você os tenha. E eu não o sei.

Deixe de me provocar, e revise os meus textos, penso que assim serás mais útil. Não use sem sentidos uma aparente e provocativa avaliação, meu amado irmão. Sabe que mesmo sem conhecê-lo, já sinto muita preocupação por sua vida? Sei porque o digo!

Não estou de brincadeira. Estou decidido a enfrentar qualquer acusação que acompanhe quem for e que tenha coragem de provê-las.

Penso ter eliminado de sua vida algumas preocupações a meu respeito. Tente descobrir outras, será fácil, sou falho, e detesto hipocrisia e heresias. Sobre a sua educação já seria outro tema. Paremos por aqui.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Ednelson,

A paz do Senhor!

Responderei ao seu comentário no meu e no seu blog.

Ednelson: Nunca pensei Newton que as raias da amargura em seu ser fossem está tão expostos como estão nos seus comentários no Púlpito.

Newton: O que passa em seu coração? Lembras de alguma vez ter me dirigido a você com qualquer agressão que seja, ou antes, tê-lo tratado como a um filho e com todo o respeito?

Lembra-se dos meus contatos por MSN e a alegria que sentia em poder estar ao seu lado e saber em que poderia ajudá-lo como a um filho?

O que passa diante desta vergonhosa agressão e falta de respeito? Afinal, respeito sempre foi a motivação da minha vida como servo de Deus. E com você o que passa? A vergonha é uma sensação normal ao homem de Deus. O homem de Deus sente vergonha de ENVERGONHAR o Evangelho com qualquer posição em desvantagem com o mundo. Você pensa assim? Eu penso meu irmão!

Ednelson: Só porque o Léo deixou seu comentário pessoal sobre o Caio, você simplesmente agora o chama de "desprezível" e com uma "conduta duvidosa"?

Newton: A minha afirmação foi definida e correta para quem está swe desviando do sentido comum e está tomando um caminho errado e que destruirá a muitos pela sua aparente ingênuidade. Sei bem do que falo e é resultado de experiências concretas e afirmações com base.

Ednelson: E o que você acha de mim, que já faz tempo que posto textos do Caio em meu blog? Penso ser,para você, mais um dos desviados, prncipalmente hoje por dos ditos A.P.O.L.I.S.T.A.S., pois alguns acham que, por estarem a mais tempo nesse meio evangélico,não precisam ser renovados todos os dias. Me desculpe Newton, mais eu não me decepcionei com você, eu, depois de ler seus comentários, tive certeza do que já a algum tempo pensava. Infelizmente as pessoas não sabem separar as coisas, passar por cima de opiniões pessoais e centralidade da Palavra. O Léo nada fez, ele simplesmente expos sua opinião pessoa ao tema Caio. centralidade da Palavra. O Léo nada fez, ele simplesmente expos sua opinião pessoa ao tema Caio.E você sabe tambem qual é minha opinião, vais muito ao meu blog.Eu bem sei o porquê de você se dá tão bem

Newton: O que penso de você? Vou responder: Um irmão que está sendo levado para um péssimo caminho, e não está se apercebendo disto pela inesperiência demonstrada e visível aos que leem o seu blog e comentários.

Por favor volte a uma posição confortável e se desnude da sua postura que o prejudicará no futuro. Creia, quero o seu bem e que o Senhor o levante como o exemplo e não como uma vergonha. Sei porque falo e sinto que é chegado o momento em sua vida de escolher. Um somente erro o levará à destruição e serádifícil retornar pela vergonha que podeás passar e o casionado por você mesmo.

Sinto falar desta forma. Você deve entender que o não estou desafiando, mas sim, apenas certo do abismo que você está cavando bem à sua frente. Amado irmão, seja um exemplo!

Continua a seguir em outro comentário!

Newton Carpintero, pr. disse...

Continuação ao comentário do Prezamado Ednelson,

Ednelson: creio seja por isso que não vais muito ao meu blog.Eu bem sei o porquê de você se dá tão bem com o "bola de fogo".Agora o Léo é réu até porque denuncia as pilantrices dos pastores vendilhões, pelo amor de Deus

Newton, uso o bom senso e o discernimento, ou você não tem?
Newton: Muitos blogs não tenho visitado com comentários. É impossível comentar em todos os blogs e sempre. Por vezes a leitura já engrandece ao que lê. E quanto ao BOLA DE FOGO, posso informar que ele tem tomado uma posição coerente. Já conversamos algumas vezes, como o fiz com você, e penso que ele tem entendido cada vez mais a sua responsabilidade.

Tenho orado por ele da mesma forma que por você!

Sou extremamente favorável as denúncias de pregadores da prosperidade, e isto está bem claro em meu blog. Somente não desprezo quando escrevo a educação e a certeza que o pecado é desprezível, mas o pecador precisa reconhecer os seus erros. Não se deve aproveitar as falhas para crescer e aparecer como denunciador.

A denúncia deve ser refletida pelo e com amor, não com ódio voraz.

Ednelson: Percebi que, para amizade sincera, que passa por cima de opiniões pessoas e divergências doutrinárias você não consegui, pois seus "amigos" devem ter apenas suas opiniões. Proselitismo puro!

Newton: A minha amizade é sincera com qualquer que seja. Sou amigo das pessoas, até mesmo dos que não andam correto na presença de Deus, pois assim, poderei ganhá-los para Cristo Jesus, com o meu exemplo que não condiz com a sua amarga avaliação. Creio que, até mesmo, os meus inimigos não possuem o que falar de mim, a não ser a infantilidade de alguns, que prospectam em rios que eu não nado e sonham com rios que não conheço. Isto faz parte! Quanto ao definir em minha vida o proselitismo, posso afirmar que você não sabe exatamente o que é proselitismo ou tentou encontrar uma palavra para me agredir. Faça-o é grátis. As palavras comuns são levadas aos ventos ou marcam a vida de quem as evocam com boa ou má fé.

Ednelson: Pensava que você era amigo, mas percebi que com você é:Ou dá,ou, desce!(ou pensa igual ou, ou você tem desvio de conduta ou "conduta duvidosa").

Newton: Prezamado irmão, me desculpe, mas não forneci a você em todos os momentos em que conversamos por MSN, a possibilidade de me avaliar conforme a sua definição e muito menos permiti com minhas palavras a possibilidade de “chulear” comigo. Destesto palavras “chulas”. O meu compromisso é com Deus e não com os homens.

Ednelson: Desculpe mais não pude ficar calado ante suas opniões preconceituosas e descabidas a respeito do Léo e fique com suas indignações para você, pois não sou nem quero ser apologista, quero ser uma pessoa que possa escrever textos que edifique e ajude o próximo a ser um cristão genuíno.
Graça e paz!

Newton: Não fique calado meu irmão! As suas afirmações poderão alegrar ao pr. e missionário Leonardo Gonçalves, e com certeza, me causar decepção.

Não lhe forneci qualquer condições de se dirigir a mim com tanta falta de respeito e tamanha falta de educação ou quem sabe falta de comunicação.

O Senhor te ajude!
Pr. Newton Carpintero – Em temor e tremor!

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Gostaria de informar a todos que “Bola de Fogo” foi um apelido colocado pelos “caiólatras” ao Labaredas de Fogo” com a intenção de zombar e ridicularizar-me. Por criticar o deus deles!

Perdoe-me Pr, Newton, uma pequena correção, não acho, o termo mais correto “tem tomado uma posição coerente” e sim, tenho firmado cada vez mais, o meu posicionamento inicial, não vendo nele, nada que eu tenha tomado no decorrer dessa crise que se iniciou no blog do Ednelsom a mais de três meses atrás e chegou até aqui nesse momento que vivemos.

Confesso estar sentindo a falta das suas réplicas aos meus comentários em seu blog.

Robson disse...

Oi, pastor, sou eu Robson Cota, fiquei a par dessa "guerra apologética" só hoje.

Fiquei triste, porque pensava que esse terreno de blogs apologéticos era mais ou menos firme e consistente. Mas essa firmeza entrou em colapso por causa de um post do Púlpito.

Noto em seus comentários que o senhor até gosta dessa situação, pois, como disse, há um divisor de águas em que os néscios e com desvio de conduta ficam de um lado, e os de bom senso de outro.

Uma cisão! Duas denominações apologéticas! Um lado define a divisão desse modo:

SÃ DOUTRINA VERSUS CAIÓLATRAS

O outro lado denomina a divisão assim:

ACHADOS PELA GRAÇA VERSUS FARISEUS

O senhor nota que, na minha falta de sabedoria, ainda não tenho opinião formada sobre o tema. Por isso, não leve as minhas considerações como opiniões absolutas, porque ainda sou neófito em vários assuntos.

Entro aqui com duas observações:

1) Aquelas palavras que o senhor censurou na resposta do Léo (“.....”, “......”, “transa”, “sexo” (..........) ), o senhor me perdoa, mas esses são os termos biológicos para se referir a eles, não? Eles não são palavrões, e nem chulos. Só se tornam chulos se usados em um contexto chulo. Uma palestra com um médico, por exemplo, usaria esses termos que o senhor classificou de chulos, mas obviamente nunca com essa intenção. A resposta do Léo sobre o texto de Ezequiel revela isso. Ser chulo ou não não está na palavra em si, mas na percepção de quem a usa. Uma palavra pode ser chula para você, mas não para outro que a usa constantemente como termo técnico.

2) Aquela passagem bíblica em que Jesus fala que cometemos adultério simplesmente em olhar com olhos impuros para uma mulher, desculpa, mas já vi interpretações mais convincentes e que se explicam melhor pelo contexto geral do Evangelho.

Jesus não quis dizer ali que temos que tomar mais cuidado e vigiar mais, mas ele queria passar um princípio: a Lei de Moisés era muito mais severa do que os próprios fariseus imaginavam. Ela era muito mais difícil de ser cumprida do que eles supunham. Romanos veio e piorou a situação: ela era IMPOSSÍVEL de ser cumprida. Daí a necessidade da graça através de Cristo.

Talvez seja esse o cerne da questão: a questão não é mais sobre "se fazemos ou não", e sim "é impossível fazermos". É isso o que "os seus novos inimigos" estão tentando dizer.

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Robson Cota,

A paz do Senhor!

O que foi censurado não é nada de mais e nem chulo, depende da característica utilizada e o momento escolhido para inserir em comparação ao que ocorre neste momento em alguns blogs.

Existe uma maneira esquizofrênica de se comentar um texto que evolui para o deboche.

Por favor, como você diz, que chegou a este motivo a pouco tempo, verifique e analise com cuidado o que se pratica em alguns blogs como agressão à conquista produtiva por muitos interessados na Verdade e no combate as heresias.

Um lembrete: Não é uma guerra apologética como a sua visão denuncia.

É apenas uma definição que produz entendimento entre o mal e o correto neste momento que os abusos superam a lógica banal do vulgar.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Gláucia Carneiro disse...

21 ¶ Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?
22 Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.

Pastor Newton, muito obrigada por seu telefonema, foi muito reconfortante o Senhor ter orado por mim.

Mas infelizmente o que aconteceu no Blog Púlpito Cristão, mais precisamente atingindo o Leonardo gonçalves, um jovem da mesma idade do meu filho; fiquei muito mal, com muitas dores e emocionalmente abalada com tudo.

A nossa postura como os mais jovens é mantê-los dentro da igreja, não importa o que tenha acontecido.

Se alguém tivesse agido com meu filho de 24 anos com amor, hoje ele ainda estaria dentro da igreja evangelizando nos semáforos da cidade de Brasília. E acredite, Pastor Newton, Brasília tem muitos semáforos.

Se alguém tivesse agido com amor, com meu filho e a namorada. Os dois ainda estariam evangelizando mendigos, tirando famílias das ruas.

Sabe onde os dois foram parar fora da igreja? No IML, fazendo exame de corpo e delito, por causa de agressões físicas, por não andarem mais dentro da igreja e com pessoas do Senhor.

Para a igreja foi mais cômodo isolà-los, afinal de contas, quem mandou os dois caírem em pecado?

Meu filho tentou suicídio dirigindo a moto dele, DEUS deu livramento.

Pastor Newton, o Senhor tem idéia de quantas vezes fui traída? Foram tantas, que até me esqueci.

Sabe quantas vezes perdoei? Todas, e tenha certeza que me sinto bem em ter perdoado.

Perdoei, porque sei que sou uma pessoa falha, nunca fiz isso, mas poderia ter feito; e se fosse eu a traidora.

O perdão é incondicional, não há justificativa pra o perdão, pois JESUS já fez isso na cruz.

Na cruz JESUS se fez justiça por nós. Ele derramou a sua alma na morte.

A gente não consegue derramar perdão em vida? É complicado.

O único limite para a falta de perdão, é a ausência do amor. E percebo no senhor, Pastor Newton, falta de AMOR pela pessoa do Caio Fábio, logo, se não há AMOR, não pode haver perdão, eu entendo.

Gláucia Carneiro disse...

21 ¶ Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?
22 Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.

Pastor Newton, muito obrigada por seu telefonema, foi muito reconfortante o Senhor ter orado por mim.

Mas infelizmente o que aconteceu no Blog Púlpito Cristão, mais precisamente atingindo o Leonardo Gonçalves, um jovem da mesma idade do meu filho; me deixou muito mal, com muitas dores e emocionalmente abalada com tudo.

A nossa postura como os mais jovens é mantê-los dentro da igreja, não importa o que tenha acontecido.

Se alguém tivesse agido com meu filho de 24 anos com amor, hoje ele ainda estaria dentro da igreja evangelizando nos semáforos da cidade de Brasília. E acredite, Pastor Newton, Brasília tem muitos semáforos.

Se alguém tivesse agido com amor, com meu filho e a namorada. Os dois ainda estariam evangelizando mendigos, tirando famílias das ruas.

Sabe onde os dois foram parar fora da igreja? No IML, fazendo exame de corpo e delito, por causa de agressões físicas, por não andarem mais dentro da igreja e com pessoas do Senhor.

Para a igreja foi mais cômodo isolà-los, afinal de contas, quem mandou os dois caírem em pecado?

Meu filho tentou suicídio dirigindo a moto dele, DEUS deu livramento.

Pastor Newton, o Senhor tem idéia de quantas vezes fui traída? Foram tantas, que até me esqueci.

Sabe quantas vezes perdoei? Todas, e tenha certeza que me sinto bem em ter perdoado.

Perdoei, porque sei que sou uma pessoa falha, nunca fiz isso, mas poderia ter feito; e se fosse eu a traidora.

O perdão é incondicional, não há justificativa pra o perdão, pois JESUS já fez isso na cruz.

Na cruz JESUS se fez justiça por nós. Ele derramou a sua alma na morte.

A gente não consegue derramar perdão em vida? É complicado.

O único limite para a falta de perdão, é a ausência do amor. E percebo no senhor, Pastor Newton, falta de AMOR pela pessoa do Caio Fábio, logo, se não há AMOR, não pode haver perdão, eu entendo.

Acabo de ler os comentários postados aqui e os seus posicionamentos sobre os comentários, então peço-lhe perdão por ter invadido o debate.

Sei que não posso e nem devo me posicionar, pois sou considerada uma mulher pecadora, assim me sinto, pois tive 4 filhos, cada dois de um pai, ambos solteiros, mas nunca me casei.

Além de não poder me posicionar por ser uma mulher, pior ainda por ser uma pecadora.

Se um homem que adulterou, pecou até hoje não encontrou perdão em seu coração; eu já chego sem perdão.

Ouça, não é uma ironia; mas devemos ser coerentes, jamais devemos usar dois pesos e duas medidas.

Pastor Newton, o senhor deve me julgar, do mesmo modo como está julgando o Caio Fábio.

Sou tão pecadora quanto ele, apesar de não ter me envolvido com homem casado, que eu saiba.

Pior ainda, também convivo com o homossexualismo, pois minha filha caçula é gay, o que muito entristece o meu coração.

Não acredito mais nestes debates, me afastei de alguns blogs, e tudo o que aprendi sobre a apologética é que devo ficar longe dela, pois ela me faz mal, me adoece.

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamada irmã Gláucia Carneiro,

A paz do SEnhor!

Permita-me responder entre as linhas do seu texto a sua questão:

GLÁUCIA CARNEIRO: Pastor Newton, muito obrigada por seu telefonema, foi muito reconfortante o Senhor ter orado por mim.
NEWTON: Amada irmã, o farei com todo o prazer e por amor. Afinal, eu necessito também das suas orações.

GLÁUCIA CARNEIRO: Mas infelizmente o que aconteceu no Blog Púlpito Cristão, mais precisamente atingindo o Leonardo Gonçalves, um jovem da mesma idade do meu filho; me deixou muito mal, com muitas dores e emocionalmente abalada com tudo.
NEWTON: O pastor e missionário Leonardo Gonçalves, apenas recebeu alguns comentários, porque possue um site, como estou recebendo o seu e com alguma críticas. É o seu direito.

GLÁUCIA CARNEIRO: A nossa postura como os mais jovens é mantê-los dentro da igreja, não importa o que tenha acontecido.
NEWTON: Calar diante de tantas aberrações em alguns blogs e igrejas. Impossível! E, com a responsabilidade que possue como pastor e missionário?

GLÁUCIA CARNEIRO: Se alguém tivesse agido com meu filho de 24 anos com amor, hoje ele ainda estaria dentro da igreja evangelizando nos semáforos da cidade de Brasília. E acredite, Pastor Newton, Brasília tem muitos semáforos.

Se alguém tivesse agido com amor, com meu filho e a namorada. Os dois ainda estariam evangelizando mendigos, tirando famílias das ruas.

Sabe onde os dois foram parar fora da igreja? No IML, fazendo exame de corpo e delito, por causa de agressões físicas, por não andarem mais dentro da igreja e com pessoas do Senhor.
NEWTON: Será possível a oportunidade para que eu converse com o seu filho? Me informe. O farei com a maior alegria!


GLÁUCIA CARNEIRO: Para a igreja foi mais cômodo isolá-los, afinal de contas, quem mandou os dois caírem em pecado?
Meu filho tentou suicídio dirigindo a moto dele, DEUS deu livramento. Pastor Newton, o Senhor tem idéia de quantas vezes fui traída? Foram tantas, que até me esqueci.
Sabe quantas vezes perdoei? Todas, e tenha certeza que me sinto bem em ter perdoado.
Perdoei, porque sei que sou uma pessoa falha, nunca fiz isso, mas poderia ter feito; e se fosse eu a traidora.
O perdão é incondicional, não há justificativa para o perdão, pois JESUS já fez isso na cruz.
Na cruz JESUS se fez justiça por nós. Ele derramou a sua alma na morte.
A gente não consegue derramar perdão em vida? É complicado.

NEWTON: Entendo amada, esta sua luta e a sua perseverança. Você é uma heroína! O Senhor está contemplando o seu coração. Ele a conhece melhor do que eu.

O único limite para a falta de perdão, é a ausência do amor. E percebo no senhor, Pastor Newton, falta de AMOR pela pessoa do Caio Fábio, logo, se não há AMOR, não pode haver perdão, eu entendo.

alguma vez, minha amada, citei não sentir amor pelo Caio, que tanto e semprei o admirei? Verifique as minhas escritas e me informe onde existe exageros de minha parte. Pois, critico diretamente as ações exercidas hoje, com desencontros à Palavra de Deus. E, a falta de amor que a irmã sente existir em mim, sinto não posso me defender do que a irmã acredita. É a sua opção, e um dia a amada entenderá por que causa o digo e afirmo.

GLÁUCIA CARNEIRO: Acabo de ler os comentários postados aqui e os seus posicionamentos sobre os comentários, então peço-lhe perdão por ter invadido o debate.
NEWTON: A amada, será sempre Bem-vinda.

Continua no próximo comentário abaixo!

Newton Carpintero, pr. disse...

Continuação do comentário acima,

GLÁUCIA CARNEIRO: Sei que não posso e nem devo me posicionar, pois sou considerada uma mulher pecadora, assim me sinto, pois tive 4 filhos, cada dois de um pai, ambos solteiros, mas nunca me casei.
NEWTON: O momento é de rever as suas posições diante de Deus, e corrigir o que é contra a Palavra de Deus. Terei o maior prazer de poder contactá-la para ajudá-la nesta situação e através da Bíblia orientá-la com todo o amor.

GLÁUCIA CARNEIRO: Além de não poder me posicionar por ser uma mulher, pior ainda por ser uma pecadora.
Se um homem que adulterou, pecou até hoje não encontrou perdão em seu coração; eu já chego sem perdão.
NEWTON: Entenda, por favor, a responsabilidade da irmã e não a posicione com a responsabilidade de um ministro que pecou, pecou, e continua em pecado pela Palavra. E pela Palavra, não poderá mais assumir funções dentro do ministério. É a Bíblia quem informa. A Bíblia é clara, neste assunto.

GLÁUCIA CARNEIRO: Ouça, não é uma ironia; mas devemos ser coerentes, jamais devemos usar dois pesos e duas medidas.
Pastor Newton, o senhor deve me julgar, do mesmo modo como está julgando o Caio Fábio.
NEWTON: A amada, insiste que estou julgando ao Caio. Isto é uma afirmação sem base, pois, o julgamento cabe ao Senhor. Eu apenas afirmo que existe uma postura fora da prática Bíblica na posição do Caio. Este é meu direito não de julgar, mas de me posicionar com o que discordo segundo a Bíblia.

GLÁUCIA CARNEIRO: Sou tão pecadora quanto ele, apesar de não ter me envolvido com homem casado, que eu saiba.
Pior ainda, também convivo com o homossexualismo, pois minha filha caçula é gay, o que muito entristece o meu coração.
Não acredito mais nestes debates, me afastei de alguns blogs, e tudo o que aprendi sobre a apologética é que devo ficar longe dela, pois ela me faz mal, me adoece.

NEWTON: A irmã deverá se posicionar diante de Deus e colocá-lo em primeiro lugar com a entrega da sua vida em suas mãos e corrigir algumas falhas e se pocsicionar com relação ao casamento, para que possa verdadeiramente estar na posição para entender como proceder diante desta chamada diversidades de posicionamentos na igreja. Não queira entender sem tomar ua posição.

O Senhor seja contigo e estou à sua disposição para qualquer conselho, deste que a irmã entenda que exista ao menos um pouco de amor em meu coração e não como a amada, afirmou.

pr. Newton