terça-feira, 7 de julho de 2009

RÁDIO DOCE E AMARGA. É POSSÍVEL?

Tiago 03:11:

Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?

Creio que NÃO!

Você crê que SIM?

Simples! Estive verificando o conteúdo de algumas emissoras de rádio, e creio que podemos considerar que a maioria está na MESMA.

É quase que impossível agradar a DEUS, e somente a DEUS?

Será que é possível manter uma rádio EVANGÉLICA, sem as músicas que agridem o bom costume ou o bom senso?

Fala-se de costumes, mas em alguns casos, não passa de apenas bom senso. Afinal, uma boa música deve ser apreciada, e muito mais, se estiver com uma letra adequada, dedicada, preparada, escrita para adoração ao SENHOR, Nosso DEUS. O Santo de Israel.

Penso que é dever de qualquer produtor, saber deixar de lado as algazarras com o nome de DEUS. E, excluir, para não ser excluído, as músicas com ritmos alucinantes de fraqueza humana, bem como...vamos direto ao assunto: FUNK, ROCK EVANGÉLICO(?), HIP-HOP ETC, sem falar nos DJ´s.

Sei, MUITO BEM, que estou colocando a minha cabeça à prêmio, e que muitos vão me devorar...ou pelo menos tentar...mas coloquemos os pingos nos iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiis. É ou não é, uma pouca vergonha o que se tenta realizar com a oportunidade, e na aprovação de pastores ou líderes da MOCIDADE nos EVENTOS EVANGÉLICOS, como Festas Jesuínas(?).

Sinto vergonha! Você sente vergonha? Fica calado e se encolhe entre as pernas? Fala com orgulho, que não tem nada com isso? Comece a Vigiar e a Orar! O Senhor vai cobrar dos covardes! A sua boca deve ser uma Trombeta de Deus! Não há mais tempo para estas carícias ao diabo e aos seus anjos.

O Senhor merece a nossa atitude. O Sangue derramado na Cruz possue um valor inestimado. E o que temos realmente realizado para Ele?

Analizemos..................

Maranata! Ora vem Senhor Jesus!

pr. Newton Carpintero

7 comentários:

EV. SAMUEL EUDÓXIO disse...

Paz do Senhor Pr Newton,
Infelizmente muitas de nossas rádios já foram invadidas pelo mercantilismo e o que mais seus proprietários estão visando são os lucros, esquecendo-se do objetivo maior que é proclamar o Evangelho de Cristo. Que Deus tenha misericórdia dos tais!

Ev Samuel.

EV. SAMUEL EUDÓXIO disse...

Paz do Senhor Pr Newton,
Infelizmente muitas de nossas rádios já foram invadidas pelo mercantilismo e o que mais seus proprietários estão visando são os lucros, esquecendo-se do objetivo maior que é proclamar o Evangelho de Cristo. Que Deus tenha misericórdia dos tais!

Ev Samuel.

EV. SAMUEL EUDÓXIO disse...

Paz do Senhor Pr Newton,
Infelizmente muitas de nossas rádios já foram invadidas pelo mercantilismo e o que mais seus proprietários estão visando são os lucros, esquecendo-se do objetivo maior que é proclamar o Evangelho de Cristo. Que Deus tenha misericórdia dos tais!

Ev Samuel.

judsoncanto disse...

Olá, pr. Newton.
Acompanho o seu blog faz algum tempo.

Parece não haver crítica que chegue para tornar patente tudo o que de ruim acontece em nosso meio, não é? Porque os que laboram o erro são simplesmente incansáveis. Possuem uma criatividade que não tem fim e uma disposição de carnavalesco. Tenham os blogueiros apologéticos a mesma dedicação, como parece que o senhor tem.

Danilo Fernandes disse...

Pastor Newton!

Paz e Bem!

O negócio é grana e grana. Evangelho à venda!

Contudo, outro dia encontrei um rádio cristã muito seria e que faz belo trabalho na europa e africa. Veja por si mesmo. O CEO é Rubinho Pirola, hoje amigo.

http://www.radiotransmundial.org/

O programa o O SOM DO LIVRO é um primor seriedade.

Em Cristo e por Ele!

Danilo

http://genizah-virtual.blogspot.com/

Paulo Mororó disse...

Caro pastor, a Paz do Senhor.

São temas polêmicos abordados nesta postagem.
Primeirmente, na questão dos rítmos, é sempre bom lembrar a entrada da "valsa" como hino e ritmo sacro. A Valsa era uma música profana presente nos bares e caberés, depois virou dança de salão. Ao som deste ritmo muitas donzelas foram seduzidas e "defloradas" nos tempos antigos. Até hoje a fama e o título de "pé de valsa" é muito comum para definir alguém que dança bem ou vive de noitadas nos bailes. Nossa Harpa Cristã está cheia de valsas. Poucos são os profissionais de música, ou analistas de músicas evangélicas que tratam do assunto "VALSA, UM RITMO PROFANO QUE VIROU SACRO".
Um segundo aspecto, tambèm polêmico são as "Festas Jesuínas", "Festas da colheitas" e outros títulos dentro do gênero,imitando as festas juninas. Neste caso temos o exemplo clássico do natal, 25 de dezembro. Uma festa originalmente pagã, ao deus Mitra, muito comum entre os soldados do Império Romano ( vide o livro: Cristianismo através dos séculos). Com o passar dos tempos, o "25 de dezembro" se cristianizou, foi adotado pelo catolicismo e depois absorvidos pelos protestantes (nós crentes). E aí?
Acredito que questões como estas devam ser administradas com base em Romanos 14 (todo capítulo) e cada pastor com discernimento e amor deva orientar caso a caso. O zelo só é benéfico se for com entendimento, Rm 10. 1-3.
E aí, o que vamos fazer com a valsa e com o natal, que originalmente eram profanos?
Um abraço
PAULO MORORÓ

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Paulo Mororó,

A Paz do Senhor!

Com certeza, é de grande responsabilidade os efeitos nocivos do que pertence ao mundo secular, e que tenta entrar sorrateiramente na igreja, e pegar desprevenido, muitos dos néscios e carnais.

Penso que diante do motivo valsâmico e natalino, cabe a cada qual, discernir como utilizar ou não estes eventos, e de que maneira. Portanto, é dever do crente possuir a sabedoria, o discernimento para saber de que forma deve proceder em suas escolhas.

Na dúvida, orar e estar ligado aos céus, será a maneira eficaz de utilizar o bom senso e claro, a orientação do Espírito Santo de Deus, que nos ensina, consola e exorta, com amor sem a algazarra ministrada pelos heréticos de plantão.

O importante é, não ir na Valsa, como muitos, e um Feliz Natal com um Saudável Ano Novo de 2010, se o Senhor Jesus não arrebatar a sua igreja até lá.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton