domingo, 3 de maio de 2009

Campanha Contra os Pastores Divorciados! (05)


Desafio os líderes de ministérios, a assumirem uma posição de extrema relevância:

Pregar sobre o Divórcio. Ensinar sobre o Divórcio. Definir exatamente o que significa o Divórcio.

Não aceitar em hipótese alguma, e nem o comum: Deixar para mais tarde, falar sobre o Divórcio. Sempre mais tarde. Não sei se entendi bem, quando disseram, que em um ano a CGADB, terá a orientação sobre os divorciados. Um ano? Se ouvi bem, posso bem dizer, muito bem, que é uma irresponsabilidade.

Neste um ano existe uma cilada para muitos que estão casados e se casarão. Alguém, neste momento, grita por socorro, e muitos não estão com os corações preparados, para escutar este grito SUFOCANTE.

Já existem igrejas chamadas de IGREJA DOS DIVORCIADOS! Uma vergonha total!

Muito se prega, ao recolher os dízimos e as ofertas, e o devorador é sempre exaltado, como fórmula de terror, e assim, excluem este mesmo ênfase, com a matéria chamada Divórcio, que DEVORA COMO UM DEVORADOR voraz, a nossa Família, a da igreja.

Quase pregam às escondidas e voz baixa quando falam à respeito do D.I.V.Ó.R.C.I.O.

Muitos estão escondendo da igreja, e postulando-se, aos cargos ministeriais, estes são homens, que largaram a sua esposa, em troca de outra mais nova e mais formosa.

Chega deste delírio insubordinado, dentro da igreja do Senhor! Por favor, tomem responsabilidade! Sei do que escrevo! E, sei por que escrevo!

Atenção senhores líderes. Verifique se a sua ousadia está perdida pelo interesse! Pelo emprego de pastor ou pela covardia em estar em defesa das ovelhas.

Sinto escrever desta maneira. Mas, sei porque o escrevo. É revoltante o que está acontecendo em algumas igrejas.

SINTA TEMOR AO SENHOR! ENQUANTO HOUVER TEMPO. A JUSTIÇA ESTÁ BATENDO À SUA PORTA E VOCÊ, NÃO A ESTÁ VENDO. VOCÊ ESTÁ CEGO conforme o que está escrito no Livro de Lucas 06:39:

"E dizia-lhes uma parábola: Pode porventura um cego guiar ao outro cego? Não cairão ambos na cova?"
Claro que sim, e guiar, significa estar na liderança cegamente tentando guiar aos outros cegos.

Por favor verifique a matéria deste blog de números 1,2,3,4 e deixe os seus comentários, sua crítica ou suas sugestões, mas não se cale.

Não deixe de lado. Não diga que isto não é problema seu. ISTO É PROBLEMA SEU SIM SENHOR! Ou desista do sentimento de ser um servo de Deus. Será que você possue apenas um sentimento?

Maranata! Ora vem Senhor Jesus!

pr. Newton CArpintero

12 comentários:

Jonara disse...

Se um pastor divorciado não pode pregar contra o adultério não posso eu pregar contra o pecado?
Não pode um ex viciado pregar contra o vício?
não pode uma mulher que abortou pregar contra o aborto?
Humm...Começo a entender que nenhum erro que cometamos é digno de perdão, e nós, menos digno de pregar contra.
Oras! Pergunto. Como podemos pregar misericórdia sendo nós "sem misericórida"?

Que Deus o justo juiz, veja em nós quem somos e depois quem julgamos!

.

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamada irmã Jonara,

A paz do Senhor!

A amada irmã está conferindo às suas idéias o que não foi escrito!

A Bíblia, ou seja, a Palavra de Deus, nos assite com seus ensinamentos e distingue, muito bem, que a responsabilidade do que é adúltero deve ser regido pela coerência e não por sentimentos humanos.

O pastor ao perder o seu casamento, infelizmente, deverá retornar ao cargo se for comprovado, que a separação não foi motivo de desleixo com a companheira ou se a mesma causou a traição, e assim, bíblicamente ele poderá ajustar a sua posição à igreja, mas não mais assumir o pastorado.

Quanto ao viciado, a quem abortou, ou roubou etc., não está incluído nesta categoria.

O assunto divórcio é mais sério do que a irmã pesna ou tenta admitir.

A Misericórdia de Deus permite ao pecador o arrependimento e a Salvação. A mesma misericórdia de Deus é dura e necessária quando nos informa da nossa rersponsabilidade no Livro de Mateus 19:09:

"Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério."

leia com mais cuidado esta mensagem e descubra que não existe a comparação da irmã com a verdade.

Muito menos com o que está escrito no Livro de I Timóteo 03:02:

"Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar;"

A Palavra de Deus informa e ensina.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Jonara disse...

Pr, não tirei idéias apenas deste, mas de dos de sua campanha!

Não está na bíblia que todos os homens, exceto os ministros, sejam de uma só mulher, etc.
Ou seja, a "coerencia" diz que só os ministros tenham que ter uma só mulher?
Óbivio que não.
Deus não tem filhos "especiais"; o amor dEle para com um ministro é igual para qualuqer pessoa.

Realmente o adultério tem sido mais sério do que pensamos, no entanto ele entra no mesmo roll de vários outros pecados:

"Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus.1 Coríntios 6:10"

" Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte.Apocalipse 21:8 "

Ou será que na bíblia do irmão existe pecadinho e pecadão?
Roubar uma agulha e uma bicicleta, não é roubar?
Estará o pecado no coração ou no tamanho do objeto?
Adulterar, assassinar ou desejar a mulher alheia, não são pecados? Existe um maior? Estamos nós excluídos de pecar?

"
" Meus filhinhos e minhas filhinhas, escrevo isso a vocês para que não pequem. Porém, se alguém pecar, temos Jesus Cristo, que faz o que é certo; ele nos defende diante do Pai.
É por meio do próprio Jesus Cristo que os nossos pecados são perdoados. E não somente os nossos, mas também os pecados do mundo inteiro."

Mais uma vez escrevo e acrescento, não consta pecado imperdoável (exceto blasfemia contra o Esp. Santo!), ou que anule alguém a ser ministro.
Ser esposo de uma mulher só, quer dizer poligamia e não haver uma segunda esposa.
Ou teriamos que fazer uma campanha contra os pastores viuvos casados novamente?

paz e bençãos...e desvenda nos olhos pra Graça...por que nela Deus perdoa todos os pecados...e não nos abstem de nenhuma herança..
nenhuma....

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamada irmã Jonara,

A paz do Senhor!

Em todos os seus comentários, a amada, insiste em afirmar ironicamente que a minha Bíblia é diferente da sua.

Por favor, se a sua Bíblia é realmente diferente da minha, como afirmou nos seus diversos comentários, repito, não devo continuar respondendo ao desafio da irmã. Continue como está, nesta sua posição, firme sobre o que afirmas e ponto final. Amém?

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Jonara disse...

Pr.
Não afirmei ser a sua biblia diferente da minha. Ironicamente, como dissestes, perguntei!
No entando gostaria mesmo de saber se "divorcio", "adulrtério", são pecados imperdoáveis e espero a resposta da minha pergunta qto se estes são "maiores" que quaisquer outro pecado!
paz...

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamada irmã Jonara,

A paz do Senhor!

Quando perguntaste, sinto lhe repetir: a minha experiência, permitiu ver a ironia no seu texto, ou apenas a Jesus Cristo, perdoa qualquer tipo de pecado. Não há pecado GRANDE ou pequenininho, ou seja, não há diferença entre um e outro, pois, o seu Sangue derramado é e está acima de todas as possibilidades humanas e inadmissíveis na avaliação do perdão de Deus atravé dos eu Filho Unigênito Jesus Cristo. Com isto eu concordo e você concorda e está em nossas Bíblias.

O que você precisa entender que mesmo com os pecados perdoados, cada um sofrerá as consequências do pecado se:

Roubou - vai ser preso
Matou - vai ser preso
Trabalhou com engano - Será demitido
Mentiu - ficará com o título de mentiroso por muito tempo.

Se adulterou - Deverá retornar(se o traído aceitar), para o seu cônjuge, ou NÃO PODERÁ MAIS CONTRAIR CASAMENTO.

E, o que casar com o adúltero(a), estará em adultério. Mesmo! Não há alternativa. não há perdão que evite esta situação. Não! Não há!

Por quê? Por que a Bíblia é bem clara!

O que deve existir, sim, são pregadores que denunciem está verdade para que muitos incautos não se deixem levar pela lascívia e a presunção que com Deus se brinca.

A Palavra de Deus é radical e extrema, em sua definição, sobre a maldição do adultério e não queira comparar com os pensamentos maus dos homens e a sensível qualidade de outorgar o que não convêm à Palavra.

Não há segundo casamento. Há perdão!

o Senhor seja contigo!

pr. Newton

Jonara disse...

Pr Chegou ao ponto chave ao qual eu buscava.
Pois bem! Traiu, arrependeu, foi perdoado.
Após longos ou não tão longos, casou-se! ÓH! Não podia!
Outro pecado! hummm...
Casou-se, arrependeu-se, foi perdoado.

"Óh! Temos que nos separar! - Mas eu estou grávida meu amor!"

Então destruímos mais um casamento, "suposta" família em nome de um "adulterando" (acrescentado); que não há na bíblia e sim "adulterou" (desde os mais antigos).

********

É mesmo complicado e "muito mais sério" do que pensamos.

Ainda bem, que os pensamentos de Deus não são os nossos, que o amor que deu ao mundo não é o nosso amor, pois lhe digo que nunca daria meu filho pra morrer por "miseráveis pecadores" como eu.

É mesmo muita misericórdia, soberania, amor, perdão e muita, muita, mas muita graça mesmo, pra perdoar "Israel" que a cada momento falhava e ingratidão demonstrava, (ex. de Gomer e Oséias); pra perdoar minha vida, meu carater que busca a santidade em falhas diariamente. Porém, é mesmo, muita crueldade, insensatez e muita, muita, mas muita falta de amor e justiça aos que adulteram e perdem a herança dos céus, por casar-se outra vez!

Meu Deus, Pr, não é este. Seguramente, (o 1º com. meu); perdoou e teve misericórdia dos ninivitas "re-casados" e ainda de Jonas, que teve o ego elevado ao seu pescoço em querer justiça á estes por achar, que os ninivitas não teriam perdão!
Talvez, até mesmo com "muitos" hoje, por ver adulteros re-casados.

Não insentivo me momento algum traição, divorcio ou re-casamento, mas posso sim entender os que tiveram pecados diferentes dos meus, mas não maiores ou menores, mas que sentiram a mesma graça que eu.

Que o Deus de paz, seja justo (como sempre é); para ver e esquadrinhar corações.

paz...sem mais.
Aliás...sem mais por muito tempo!

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamada irmã Jonara,

A paz do Senhor!

A irmã deseja ler alguma escrita em meu texto diferente do que tenho propagado?

Para que a sua insist~encia em tentar impermeabilizar o pecado do adultério?

A irmã tenta colaborar com a mudança das minhas definições bíblicas?

Qual o verdadeiro motivo?

Sinto lhe informar que tenho a minha responsabilidade com a Bíblia, se a entende diferente ou à sua maneira, continue assim. Você possue seus motivos, e eu os meus.

continuo a afirma que o adúltero, recebe o perdão de Deus, mas não poderá casar-se de novo. Não poderá dar-se a outro casamento, apesar de ter sido perdoado. E, ou outro ou a outra que casar com o adúltero, estará em adultério. Nçao sou eu quem o digo, mas a Bíblia. A palavra de Deus!

Não demonstre estar zangada por eu não concordar com o "o seu ponto de vista". Este é o seu ponto de vista. Não o que diz a Palavra de DEsu.

Afinal, para você, minha irmã, quantas vezes se deve perdoar o ato de adultério? 7x70 ou 70x7 vezes?

O Senhor perdoa o que rouba e o que mata, mas a justiça será cadeia para ele.

A justiça de Deus, para o que ele perdoa´, será não mais adquirir um novo casamento.

Pastores que estão divorciados, estão totalmente fora da Palavra de Deus. Totalmente mesmo!

Infelizmente esta enfermidade irá se propagar, dentro das igrejas por estes pastores, que agridem ao Senhor pelos seus próprios interesses e justificativas.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamada irmã Jonara,

A paz do Senhor!

Aproveito neste segundo comentário para repetir suas palavras:

"É mesmo complicado e "muito mais sério" do que pensamos."

Sim, minha irmã, para infelicidade de muitos adúlteros, é sem aspas, e não com as aspas, sugeridas em seu texto.

O que está na Bíblia, é MUITO MAIS SÉRIO DO QUE PENSAMOS ou tentamos admitir.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton

Anônimo disse...

um pastor não está vivendo bem com sua esposa a anos e conheceu uma moça a quem se apaixonou, o que fazer, viver pra sempre com a mulher que já teve diversas tentativas pra dar cerdo mais não deu, ou resolver logo essa historia com a moça a quem ama incondicionalmente.só se sabe o quanto é dificil quando se vive uma história tão dificil o quanto essa.
o certo seria reunir a equipe da igreja pra comunicar o que acontece?
qual a maneira de se resover isso ficando bem com deus e com a igreja?

Anônimo disse...

Pastor Newton, o preconceito de vc contra pastores divorciados é forte. Tenha a humildade para saber que Deus escolhe e restaura quem Ele quer, incluindo os pastores divorciados. Então, estude o caso da evangelista Teresia Wairimu. Pastores pregaram contra ela por ser divorciada e depois pediram perdão. Lembre-se de que Jesus manda que devemos ajudar e encorajar os irmãos, não afundá-los e rebaixá-los. Não é vc quem decide o ministério de alguém, é Deus quem dá o ministério.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Caro Anônimo,

Quando receber a informação com o seu nome e sobrenome, responderei certamente.

O menor de todos os menores.